Os santos podem interceder por nós?

** Este blog mudou para ofielcatolico.blogspot.com. Acesse e acompanhe nossas atualizações diárias!


DESDE o início, a Igreja sempre ensinou que aqueles que morreram na Amizade do Senhor intercedem pelos que ainda se encontram na Terra. Essa doutrina, perfeitamente bíblica e totalmente cristã, é denominada intercessão dos santos.

Diz o Catecismo da Igreja Católica: "Pelo fato de que os do Céu estão mais intimamente unidos com Cristo, consolidam mais firmemente a toda a Igreja na santidade (...) Não deixam de interceder por nós ante o Pai. Apresentam, por meio do único Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, os méritos que adquiriram na Terra (...) Sua solicitude fraterna ajuda muito à nossa debilidade." (CIC 956)

Para a Igreja Católica, portanto, os santos intercedem por nós junto ao Pai, não por seu próprio poder, mas pelos méritos de Cristo, Nosso Senhor, único Mediador entre Deus e os homens para a nossa salvação. Os adeptos do fundamentalismo bíblico, porém, costumam apresentar objeções à este ensinamento. Tais objeções podem ser divididas em cinco categorias. Neste artigo buscaremos analisá-las e respondê-las, uma a uma:




Objeção 1: Jesus Cristo é o único Mediador entre Deus e os homens

Esta é a principal das objeções à doutrina da intercessão dos santos. Fundamenta-se na passagem bíblica de 1 Timóteo 2, 5: "Pois há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens: um homem, Cristo Jesus". Para algumas pessoas, a Sagrada Escritura não deixa dúvidas de que só Jesus pode interceder pelos homens junto a Deus.

E tais pessoas estão certas, neste ponto específico. Não há nenhum santo, nem Pedro nem Paulo e nem a Virgem Maria, que possa interceder por nós junto a Deus, no sentido de salvar as nossas almas. "Só Jesus salva!", costumam bradar nossos irmãos evangélicos mais exaltados, quando falamos nos santos, e nós concordamos com isso, sem nenhuma dúvida! De todos os que pisaram esta terra, somente Jesus é Deus, e somente Ele, sendo Deus, se fez o Cordeiro Imolado para a nossa salvação: o único Sacrifício capaz de nos resgatar do pecado e da morte é Cristo. Esta é a fé e a verdadeira doutrina católica.

Então, em que sentido cremos na intercessão dos santos? Eles podem nos salvar? Bem, neste ponto do texto eu posso abrir parênteses para deixar um testemunho pessoal: há alguns anos, eu andava perdido em minha vida, desorientado e confuso, procurando Deus numa série de falsas doutrinas. Eu acreditava em necromancia, achava que todas as religiões eram iguais e que procurar conhecer a Igreja seria uma perda de tempo...

No entanto, através do testemunho e do exemplo de uma série de bons e fiéis cristãos católicos, acabei conhecendo a verdadeira Igreja Católica. E percebi que a Igreja Católica que eu imaginava era muito diferente da Igreja real, aquela que de fato existe. O que eu ouvia dizer da Igreja, nas falsas religiões que eu frequentava, era uma caricatura, uma imagem totalmente distorcida do que é a Igreja realmente. E frequentando e conhecendo a Igreja, rezando muito, estudando a vida dos santos, o catecismo, conversando com bons padres e participando com muita fé da Santa Missa, fui agraciado com o conhecimento da verdade. Minha vida se tornou cheia de luz e de graça, e hoje eu posso dizer que conheço, a cada dia um pouco mais, o verdadeiro Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, navegando neste mar muitas vezes bravio, porém seguro a bordo do grande Barco da Igreja, conduzido pelo Papa, a quem o Senhor entregou as chaves do Reino.

Esta é uma longa história (leia meu testemunho de vida aqui), mas por que estou mencionando essa minha experiência agora? Por que o meu exemplo é perfeito para ilustrar a ideia que estou tentando transmitir: foi através do testemunho e do exemplo de bons católicos que eu encontrei Jesus, e, em Jesus, encontrei a salvação! Eu poderia dizer que esses bons cristãos me salvaram? Sim, porque embora quem tenha me salvado de fato seja Jesus, aqueles que me conduziram ao Salvador foram, num certo sentido, meus "salvadores"!

Imagine que você está perdido num deserto há dias, e já quase morre de sede: uma viajante passa por você, conduzindo um jipe; ela não para, não lhe presta socorro nem lhe dá de beber, mas indica a direção que você deve seguir para se salvar. Desesperado, você segue a orientação dessa viajante, e encontra uma habitação; ao bater na porta, um homem muito gentil prontamente o atende, o acolhe e lhe dá água fresca para beber, além de alimento e um leito para descansar. Além de tudo, esse homem bondoso lhe permite usar o telefone, para que você peça ajuda e possa enfim retornar à sua casa. Assim a sua vida foi salva. Pois bem: quem o salvou? A viajante não lhe deu água nem carona. Quem lhe deu água, comida, descanso e a possibilidade de retornar à sua casa foi o homem. Mas ela indicou o caminho.

O mesmo ocorre com a intercessão dos santos. Eles mesmos não são o Caminho. O único Caminho para a salvação é Jesus, e só Ele se deu em Sacrifício para a nossa salvação. Mas os santos nos indicam o Caminho, e, diferente do exemplo dado acima, caminham conosco; eles levam nossas intenções a Deus Pai, Filho e Espírito Santo.

Agora veja: se você só crê naquilo em que está escrito na Bíblia, você também precisa crer na intercessão dos santos. Por quê? Porque não podemos tomar uma parte isolada da Bíblia, acreditar somente nessa parte isolada e descartar todas as outras. Se cremos na Bíblia Sagrada, precisamos crer em toda a Bíblia, meditar em tudo o que ela diz. E por acaso não ensina o Apóstolo Paulo, nas Escrituras, que os cristãos devem dirigir orações a Deus em favor de todos? Vejamos o que diz o primeiro versículo do mesmo livro de 1 Timóteo, no mesmo capítulo 2: "Acima de tudo, recomendo que se façam súplicas, pedidos e intercessões, ações de graças por todos os homens, pelos reis e por todos os que estão constituídos em autoridade, para que possamos viver uma vida calma e tranquila, com toda a piedade e honestidade" (1 Tm 2, 1).

Ora, Paulo nos pede abertamente, no versículo 1, que antes de tudo sejamos intercessores junto a Deus, uns pelos outros. E no versículo 5 ele diz que só Jesus é nosso Mediador. Se eu faço uma oração pela sua vida, estou intercedendo por você junto a Deus. Estaria então o Apóstolo se contradizendo?

Também no livro de Tiago, capítulo 5, versículo 16, está escrito o seguinte: "Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos".

E agora? Se eu creio na Bíblia, devo crer que só Jesus intercede por nós, ou que nós também podemos interceder uns pelos outros? A Bíblia ensina uma coisa numa parte e outra coisa diferente, em outra parte? Claro que não. Se a Bíblia falasse contra si mesma, não seria a Palavra de Deus para nós. Na verdade, a solução para esse dilema é muito simples: a questão é que, dentro do contexto bíblico, a natureza da intercessão tratada no versículo 1 de 1 Timóteo é diferente da mediação do versículo 5.

No Antigo Testamento, a mediação entre Deus e os homens se dava através da prática da Lei e dos muitos sacrifícios e ofertas no Templo. No Novo Testamento, isto é, na Nova e Eterna Aliança entre Deus e os seres humanos, é Cristo quem nos reconcilia com Deus através do seu Sacrifício na cruz. É neste sentido que é Ele o nosso único Mediador, pois foi somente através dele que recuperamos para sempre a Amizade com Deus: "Assim como pela desobediência de um só homem foram todos constituídos pecadores, assim pela obediência de um só todos se tornarão justos" (Rom 5, 19).

Portanto, a exclusividade da medição de Cristo refere-se à justificação e à salvação dos seres humanos. Mas a intercessão dos santos é de uma outra natureza: refere-se à graça que Deus nos concede, de intercedermos em oração uns pelos outros. É dessa maneira que os santos intercedem por nós.


Objeção 2: Aqueles que já morreram, mesmo que tenham sido santos, não podem interceder por nós aqui na Terra, porque após a morte não há consciência; ficamos todos como que dormindo, esperando o Dia da Ressurreição

Os defensores desta objeção usam como fundamento as palavras do Eclesiastes: "Com efeito, os vivos sabem que hão de morrer, mas os mortos não sabem mais nada; para eles não há mais recompensa, porque sua lembrança está esquecida (...) Tudo que tua mão encontra para fazer, faze-o com todas as tuas faculdades, pois que na região dos mortos, para onde vais, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência, nem sabedoria" (Ecl. 9, 5-10).

Ocorre que a Bíblia é um conjunto de livros, que precisa ser entendido como um todo: se quisermos entender a sua mensagem mais profunda, não podemos tomar algumas das suas partes isoladamente para elaborar uma doutrina diferente daquela que a Igreja ensina. Esta é a razão de Jesus Cristo ter dado autoridade a Pedro e aos Apóstolos para conduzir a sua Igreja, até a sua volta. É por isso, também, que o Senhor jamais nos disse que bastaria ler as Escrituras pata encontrar o Reino de Deus e receber a Salvação.

Se cremos na Bíblia, nós não podemos aceitar a doutrina da "dormição" ou da "inconsciência", que diz que os mortos estão "dormindo" aguardando o Dia do Juízo", simplesmente porque há versículos claros na Sagrada Escritura que dizem o contrário. Podemos ver, por exemplo, Is 14, 9-10; 1Pd 3,19; Mt 17,3; Ap 5,8; Ap 7,10; Ap 6,10 (leia mais sobre o assunto aqui).

A questão é que os versículos do Eclesiastes não fazem referência ao estado mental de todos os mortos, mas sim ao infortúnio espiritual em que se encontram por causa do lugar onde estão. Os mortos ali referidos são aqueles que morreram na inimizade de Deus. Vejamos o que diz o Livro dos Provérbios: "O sábio escala o caminho da vida, para evitar a descida à morada dos mortos" (Prov 15,24) .

A região dos mortos ali denominada é um lugar de desgraça, para onde são encaminhados os inimigos de Deus. Por acaso os sábios não vão morrer, como todos os outros? Claro que os sábios também morrem, mas a Bíblia diz que estes não irão para a "morada dos mortos". Fica claro que a expressão "morada dos mortos" ou "região dos mortos" refere-se a um lugar de desgraça, onde os inimigos de Deus estão privados da Graça Divina.

Assim entendemos que o Livro do Eclesiastes, quando afirma que para os mortos "não há mais recompensa, não há mais trabalho, nem ciência, nem inteligência nem sabedoria", está se referindo ao infortúnio que existe nesta "região dos mortos" para onde vão aqueles que estão mortos para Deus.


Objeção 3:
Os santos não podem ouvir as orações dos que estão na Terra, porque não são oniscientes e nem onipresentes


Será que um santo pode receber as nossas orações e os nossos pedidos de intercessão, mesmo não tendo onipresença e onisciência própria? Vejamos o livro de Atos 16, 9-10:

"De noite, Paulo teve uma visão: um macedônio, em pé, diante dele, lhe rogava: Passa à Macedônia, e vem em nosso auxílio! Assim que teve essa visão, procuramos partir para a Macedônia, certos de que Deus nos chamava a pregar-lhes o Evangelho."

São Paulo não precisou ser onipresente e nem onisciente para receber a oração do Macedônio, que pedia auxílio. O próprio Apóstolo ensinou que a Igreja é o Corpo de Cristo. Os que estão unidos a Cristo através da Igreja são membros do Seu Corpo. - Um só Corpo. - Isso quer dizer que tanto nós, aqui na Terra, quanto os que morreram para este mundo, na Amizade do Senhor, todos somos membros da Igreja, do mesmo Corpo Místico, do qual o Senhor é a Cabeça:

"Agora alegro-me nos sofrimentos suportados por vós. O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu Corpo, que é a Igreja" (Cl 1, 24).

Como membros do Corpo de Cristo, enquanto cristãos, estamos ligados uns aos outros: "Embora sejamos muitos, formamos um só Corpo em Cristo, e cada um de nós é membro um do outro" (Rm 12,5).

Cristo é a Cabeça do seu Corpo, que é a Igreja: "Ele é a Cabeça do Corpo, a Igreja" (Cl 1,18).

Portanto, está claro que os santos, tanto os da Terra quando os que já estão no Céu, na Presença de Deus, estão ligados, enquanto membros do mesmo Corpo, que é a Igreja. Assim como a minha mão direita não pode se comunicar com a esquerda sem que esse comando tenha sido coordenado por minha cabeça, da mesma forma, no Corpo de Cristo, os membros não podem se comunicar sem que essa comunicação aconteça através da Cabeça, que é o próprio Cristo.

Desta maneira, quando nós pedimos aos santos que intercedam por nós junto a Deus, é como a comunicação de um membro com outro membro no Corpo de Cristo: isso acontece através de Cristo Jesus, que é Deus. Assim como a nossa cabeça pode coordenar movimentos simultâneos entre os vários membros de nosso corpo, Cristo, Cabeça da Igreja, que é onisciente e onipresente, possibilita a comunicação entre os membros do Seu Corpo.

Portanto, o fato de os santos não serem onipotentes e oniscientes não impede que eles conheçam ou recebam os nossos pedidos e possam interceder por nós junto a Deus.

"E da mão do anjo subiu à Presença de Deus a fumaça do incenso com as orações dos santos." (Ap 8,4)


Objeção 4:
Nós não podemos dirigir nossa orações aos santos pois isto caracteriza evocação dos mortos, que é proibida na Bíblia.


Esta objeção baseia-se principalmente nos seguintes versículos: "Não se ache no meio de ti quem pratique a adivinhação, o sortilégio, a magia, a necromancia, a evocação dos mortos: porque todo homem que fizer tais coisas constitui abominação para o Senhor" (Dt 18, 9-14).

"Se uma pessoa recorrer aos espíritos ou adivinhos, e andar atrás deles, voltarei minha Face contra essa pessoa e a exterminarei do meio do meu povo. (...) Qualquer mulher ou homem que evocar espíritos será punido de morte" (Lev 20, 6 - 27).

Grifamos acima os trechos que explicitam que a condenação divina se refere à invocação de mortos. Sem dúvida Deus abomina a evocação dos mortos. No entanto, há uma tremenda diferença entre evocar os mortos e pedir a intercessão dos santos. Evocar os mortos, dentro deste contexto, é pedir ao espírito do defunto que se apresente e se comunique com os vivos, por meio de necromantes (atualmente chamados 'médiuns'), como se aquela pessoa falecida ainda estivesse na terra. Como podemos perceber, trata-se da mesma prática dos espíritas de hoje. O que Allan Kardec chamou de "mediunidade" já era praticado nos tempos do Antigo Testamento, e diretamente condenado por Deus. Ao invés de confiar na Providência Divina, os que praticam a necromancia ou mediunidade preferem confiar nas instruções de espíritos, dos quais não tem como conhecer a origem, quanto ao futuro e às coisas de que necessitam ou desejam (conforme I Samuel 28).

No caso da intercessão dos santos, não estamos pedindo que o santo se apresente para conversar conosco através de algum médium ou "psicografar" uma carta, a fim obter alguma informação. Estamos, isto sim, dirigindo pedidos de oração aos santos do Senhor que já estão no Céu, o que é bem diferente de evocar mortos. Continuamos confiando na Providência Divina, e crendo que somente Deus atende às nossas preces.

Desta forma, as proibições divinas quanto à prática de espiritismo não se aplicam à doutrina da intercessão dos santos.


Objeção 5:
Não há referência bíblica quanto à intercessão dos santos


Esta é uma objeção falsa já em sua afirmação. Há diversos versículos bíblicos mostrando que os santos elevam orações na Presença de Deus. Vejamos:

"Quando abriu o quinto selo, vi debaixo do Altar as almas dos homens imolados por causa da Palavra de Deus, e por causa do testemunho de que eram depositários. E clamavam em alta voz, dizendo: 'Até quando Tu, que és o Senhor, o Santo, o Verdadeiro, ficarás sem fazer justiça e sem vingar o nosso sangue contra os habitantes da terra?' Foi então dada a cada um deles uma veste branca, e foi-lhes dito que aguardassem ainda um pouco, até que se completasse o número dos companheiros de serviço e irmãos que estavam com eles para ser mortos" (Apocalipse 6, 9-11).

Os santos, no Céu, clamam a Deus por Justiça.

"Os quatro viventes e os vinte e quatro anciões se prostraram diante do Cordeiro. Tinha cada um uma cítara e taças de ouro cheias de perfumes, que são as orações dos santos" (Ap 5,8). "A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as orações dos santos, diante de Deus" (Ap 8,4). - Os santos oram para Deus. Por que estariam orando, já que estão salvos e gozando da Presença do Senhor? Oram em nosso favor, para que os que estão na terra também possam um dia estar com eles na Presença do Senhor.

No Livro do Profeta Jeremias lemos: "Disse-me, então, o Senhor: 'Mesmo que Moisés e Samuel se apresentassem diante de mim, meu coração não se voltaria para esse povo'" (Jr 15,1). - No tempo de Jeremias, quando o texto foi escrito, Moisés e Samuel já estavam mortos. No entanto, o Senhor diz que ambos poderiam se colocar diante dEle para pedir pelo povo de Israel. Aí está a intercessão dos santos, literalmente, no texto da Bíblia Sagrada.


O testemunho dos primeiros cristãos

Vejamos agora o que professavam os cristãos da Igreja primitiva, nos primeiros séculos, quando não havia divisão na Cristandade e a Igreja de Jesus era uma só:

"O Pontífice [o Papa] não é o único a se unir aos orantes. Os anjos e as almas dos juntos também se unem a eles na oração." - Orígenes (185-254 d.C. - Da Oração)

"Se um de nós partir primeiro deste mundo, não cessem as nossas orações pelos irmãos." - Cipriano de Cartago (200-258 d.C. - Epístola 57)

"Aos que fizeram tudo o que tiveram ao seu alcance para permanecer fiéis, não lhes faltará, nem a guarda dos anjos nem a proteção dos santos". - Santo Hilário de Poitiers (310-367 d.C)

"Comemoramos os que adormeceram no Senhor antes de nós: patriarcas, profetas, Apóstolos e mártires, para que Deus, por suas intercessões e orações, se digne receber as nossas." - São Cirilo de Jerusalém (315-386 d.C. - Catequeses Mistagógicas).

"Em seguida (na Oração Eucarística), mencionamos os que já partiram: primeiro os patricarcas, profetas, apóstolos e mártires, para que Deus, em virtude de suas preces e intercessões, receba nossa oração." - São Cirilo de Jerusalém (315-386 d.C. - Catequeses Mistagógicas)

"Se os Apóstolos e mártires, enquanto estavam em sua carne mortal, e ainda necessitados de cuidar de si, ainda podiam orar pelos outros, muito mais agora que já receberam a Coroa de suas vitórias e triunfos. Moisés, um só homem, alcançou de Deus o perdão para 600 mil homens armados; e Estevão, para seus perseguidores. Serão menos poderosos agora que reinam com Cristo? São Paulo diz que com suas orações salvara a vida de 276 homens, que seguiam com ele no navio [naufrágio na ilha de Malta]. E depois de sua morte, cessará sua boca e não pronunciará uma só palavra em favor daqueles que no mundo, por seu intermédio, creram no Evangelho?" - São Jerônimo (340-420 d.C. - Adv. Vigil. 6)

"Portanto, como bem sabem os fiéis, a disciplina eclesiástica prescreve que, quando se mencionam os mártires nesse lugar durante a celebração eucarística, não se reza por eles, mas pelos outros defuntos que também aí se comemoram. Não é conveniente orar por um mátir, pois somos nós que devemos encomendar suas orações." - Santo Agostinho (391-430 d.C. - Sermão 159, 1)

"Não deixemos parecer para nós pouca coisa; que sejamos membros do mesmo corpo que elas (Santa Perpétua e Santa Felicidade) (...) Nós nos maravilhamos com elas, elas sentem compaixão de nós. Nós nos alegramos por elas, elas oram por nós (...) Contudo, nós todos servimos um só Senhor, seguimos um só Mestre, atendemos um só Rei. Estamos unidos a uma Cabeça; nos dirigimos a uma Jerusalém; seguimos após um amor, envolvendo uma unidade." - Santo Agostinho (391-430 d.C. - Sermão 280, 6)

"Por vezes, é a intercessão dos santos que alcança o perdão das nossas faltas [1Jo 5,16; Tg 5,14-15] ou ainda a misericórdia e a fé." - São João Cassiano (360-435 d.C. - Conferência 20)


Conclusão

Como podemos ver, a doutrina da intercessão dos santos não é invenção do catolicismo, como pensam alguns, mas sim, uma legítima doutrina cristã, embasada tanto nas Sagradas Escrituras quanto na Tradição Apostólica. Os primeiros cristãos jamais tiveram dúvidas quanto a ela (prova disso é que este tema jamais foi motivo de disputas conciliares). Esta doutrina só confirma o Amor de Deus para conosco e o Seu plano de que sejamos uns para outros instrumentos deste Amor.

_______
** Baseado em artigo de Alessandro Lima, do Apostolado Veritatis Splendor

** Este blog mudou para
ofielcatolico.blogspot.com. Acesse e acompanhe nossas atualizações diárias!
-

155 comentários:

  1. Nosso Deus hein? Será se Jesus nescessita de mortos pra ajudá-lo a interceder pelos homens na terra?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Será que Deus precisaria ter passado pela morte de cruz? Será que Deus precisaria do ventre de uma mulher para vir a Terra? Será que Deus precisaria viver em uma família pobre? Será? Não, Deus não precisaria, mas Ele nos quer com seu amor infinito.Se seguirmos seu raciocínio Junior Corrêa, nada fará sentido. Eis o mistério da nossa fé!

      Excluir
    2. Reiterando o que foi dito pela Adriana: sendo assim, Junior Correa,), Deus não teria nem nos criado, pois Ele não necessita de nós (já percebeu a loucura que é o seu argumento? rsrs) Antes ir orar para compreender melhor a doutrina católica, que vir com argumentos falaciosos com ares de superioridade.

      Excluir
    3. Leonardo S. de Oliveira.28 de outubro de 2013 20:50

      Caríssima Adriana, Salve Maria!!
      Sua resposta para o herege foi maravilhosa.Parabéns!!Hereges tem que tomar uma surra de verdadeira Teologia Católica para aprender o que é ser cristão de verdade.

      É tanto Jesus diferente nas seitas protestantes que cada herege formulam perguntas cada mais mais malucas que as outras no intuito infantil de tentar refutar 2.000 anos de testemunho da Verdade, que nós católicos (as) damos.

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
    4. Leonardo, Graça e Paz

      Aí está o problema de chamar todas as igrejas evangélicas de protestantes. As que são realmente protestantes estão comemorando os 500 anos da reforma. A maioria das evangélicas do Brasil acredito que nem saiba disso, pois não conhecem Lutero, João Calvino e outros. Os católicos conhecem mais coisas sobre eles que os evangélicos de hoje. Além disso, certas igrejas de hoje não tem uma forte base teológica, e por isso passam vergonha quando aparecem para dar opiniões.

      Toda honra e Glória seja dada a Deus.

      Excluir
    5. Olha Leonardo S. de Oliveira, não chame de herege seu irmãos protestantes, porque existem mistérios de Deus que nós não conhecemos, é feio condenar e ser juiz no lugar de DEUS!!!

      Excluir
  2. Excelente matéria, esse complemento do post do veritatis ficou muito bom. Os santos são grandes intercessores junto a Deus, haja visto o grande número de graças que as pessoas que recorrem a eles conseguem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não seja hipócrita caro servo de cristo,creia em Deus e tbm na Bíblia.1 Timóteo 2, 5: "Pois há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens: um homem, Cristo Jesus".A verdade é Deus,Jesus,os mandamentos e a Bíblia.

      Excluir
    2. Ora, anônimo, você não se deu ao trabalho de ler nem o começo do nosso artigo? Por favor, antes de expressar a sua opinião, leia o que está comentando! Logo no começo do texto, você verá a resposta para a sua questão.

      "Para a Igreja Católica, os santos intercedem por nós junto ao Pai, não por seu próprio poder, mas pelos méritos de Cristo, Nosso Senhor, único Mediador entre Deus e os homens para a nossa salvação."

      Se você está a favor da Verdade, leia o texto e você entenderá. Mas se você está interessado apenas em defender os seus pontos de vista pessoais, aí fica mais difícil.

      Deus o ilumine e guarde

      Henrique Sebastião

      Excluir
    3. Anônimo, antes de vir chamar os outros de hipócrita aprenda o que realmente significa esta palavra: Pessoa que fingi ter qualidades, idéias ou sentimentos que na realidade não se possui. E quanto a sua objeção, muito fraquinha por sinal, esta já foi respondida no próprio post em que você comenta. Jesus é o Único Mediador de Redenção entre Deus e os homens mas não o único a interceder por nós. Quando eu rezo por alguém estou sendo um mediador. Verdade é que toda intercessão emana de Cristo e está subordinada a Ele mas qualquer um pode e deve interceder em favor dos irmãos. Se você conhece a Bíblia deve saber que Paulo em diversas vezes pediu que os fiéis intercedessem em favor dele. Deixe de ser ignorante e pare de citar versículos fora de contexto. Eu creio sim em Deus e em sua Santa Palavra, mas a diferença entre nós é que eu creio também na Igreja que ele nos deixou neste mundo para ser a nossa Mestra Infalível no caminho da Verdade. Cristo é a Verdade e na Verdade não há divisão. Foi a Igreja Católica quem formou o Cânon Bíblico e para crer na Bíblia é necessário antes crer na Igreja que a formou. A Igreja é a Coluna e Fundamento da Verdade (1 Tm 3,15).

      Excluir
    4. 2TI3.16.NVI Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra. A verdade está nas escrituras ou nas tradições??? Hb 4:12.

      Excluir
    5. Está em ambas. A própria Bíblia adverte com toda a clareza: "Antes de tudo, sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal” (2 Pedro 1,20).

      A própria Bíblia mostra como o Senhor instituiu sua Igreja Una e Indivisível neste mundo, e instituiu também um pastor terreno para conduzir esse rebanho, além dEle mesmo, que é o nosso Pastor Celeste, como vemos em Mateus 16, 18 e Lucas 22, 31-32.

      E também é a Bíblia mesmo que nos mostra como o Senhor incumbiu a Pedro de "apascentar seus cordeiros e suas ovelhas" após a sua partida, isto é, encarregou a Pedro da condução da Igreja em nível terreno (cf. João 21, 15-19, Mateus 11, 28-29 e Mateus 23, 1-12).

      Claro que é bom e necessário ler a Bíblia, mas é preciso fazê-lo com embasamento e fundamentação na Igreja, - a orientação dos Apóstolos, - como podemos comprovar, novamente, na própria Bíblia:

      "Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que anda desordenadamente, e não segundo a Tradição que de nós recebeu" (2 Tessalonicenses 3, 6).

      "Então, irmãos, estai firmes e guardai a Tradição que vos foi ensinada, seja por palavras, seja por epístola nossa" (2 Tessalonicenses 2, 15).

      O Apóstolo Paulo deixa claro: “Guardem a Tradição!”, e esclarece muito bem: “Seja por palavras (orientação dos Apóstolos, isto é, da Igreja) ou por epístola nossa (as epístolas dos Apóstolos, o Novo Testamento da Bíblia)”. Se as profecias da Escritura não são para a interpretação pessoal, então não basta só ler a Bíblia! É preciso guardar também a Sagrada Tradição e ser membro da única Igreja que Jesus nos deixou!

      E que Igreja é essa? Ora, só existia uma Igreja na época de Paulo, que é a Igreja edificada sobre o Apóstolo Pedro diretamente por Jesus Cristo (Mateus 16, 18). A Igreja à qual Jesus disse que não abandonaria, até o fim dos tempos.


      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  3. De que "mortos" você está falando, Junior? Você não sabe o que disse Jesus Cristo?

    "Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; E todo aquele que vive, e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?" (João 11, 25-26)

    Com toda humildade eu me atrevo lhe fazer esta mesma pergunta: Crês tu isto? Ou você só crê no que diz o seu "pastor", aquele homem vaidoso e arrogante que pensa ser o único capaz de interpretar a Bíblia?

    E você? Permite que os "pastores evangélicos" interpretem a Bíblia por você? Lamento...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paz do Senhor Jesus!
      Jesus disse a todos nós em "João 5:39" para lermos a bíblia e que são as escrituras "Bíblia Sagrada" que dá testemunho Dele e que a nossa salvação está nas escrituras. Podemos ver no "Salmo 119:105" que a Bíblia é a luz do nosso caminho. Em "2Tm 3:16-17" toda escritura é inspirada por Deus, em "1Corintios 2:5" a fé cristã não está na sabedoria de homens e sim no poder de Deus, em "1Tm 2:5" existe UM SÓ mediador entre Deus e os homens que é Cristo Jesus, em "João 14:13" que tudo que pedirmos a Deus em oração tem que ser em nome de Jesus SOMENTE, em "Ap 22:18-21" não podemos tirar e nem acrescentar uma letra se quer na Bíblia, em "João 14:6" é SÓ Cristo. Buscar outros meios, intercessores ou intercessoras para chegar ao Pai(Deus) é o mesmo que desconsiderar a obra da CRUZ e o nosso único e suficiente Salvador que é Cristo, pois Ele veio ao mundo com o objetivo de "religar" o homem a Deus, pois o mesmo se perdeu com o pecado de Adão, em "Ap 22:15" quem buscar os ídolos irão ficar de fora do Reino de Deus.
      Em Ec 9:5-11 a Bíblia nos fala da morte física, que todos nós iremos enfrentar, sejam os justificados por Cristo(santos) ou os ímpios(perdidos), os santos que já desceram a sepultura não pode fazer mais nada aqui na terra e nem ouvir orações. Aceite o único que pode nos ouvir "1 Tm 2:5". "João 3:16". Até Maria o aceitou "Lc 1:47". Ver:Ex20:4,Dt5:8,Dt18:10-12,Dt27:15,Sl115:3-9,At10:25-26,At14:11-15. Capít 6 de Baruque(Bíblia católica). Paz de Cristo.

      Excluir
    2. Puxa vida, anônimo! Quantos equívocos num comentário só!

      Uma curiosidade: por que quase todo protestante que chega aqui posta um comentário com dúzias de questionamentos de uma vez só? E me obriga a postar uma sequência enoooorme de respontas (porque questionar é fácil, explicar é difícil)?

      Não seria mais prático e produtivo fazer uma pergunta por vez, e esperar a resposta, para depois refutar, e então, se for o caso, entrar num outro assunto? Assim a chance de aprender alguma coisa não seria muito maior? Com essa "metralhadora giratória verbal" fica difícil, mas vamos lá, mais uma vez...

      # Primeiro, o que Jesus diz em 5,39 é exatamente o contrário do que você está imaginando, ou melhor, daquilo que o "pastor" incutiu na sua cabeça, e isso é mais do que óbvio.

      Nessa passagem, o Senhor diz: "Vocês examinam as Escrituras JULGANDO ter nelas a vida eterna. Pois elas falam de Mim e vocês não querem vir a Mim...". - Ora, Jesus está dizendo claramente que não bastar só examinar as Escrituras, que a Verdade e a Vida não se limitam à Escritura, - que naquele tempo era a letra da Lei de Moisés.

      Quando Jesus disse isso, Ele estava falando das Escrituras dos judeus, da bíblia hebraica, a Lei e os Profetas, pois a Bíblia cristã que temos hoje ainda não existia.

      Em outras palavras, essa passagem não se refere, de jeito nenhum, à Bíblia que os protestantes carregam debaixo do braço, hoje, e muito menos Jesus está dizendo ali que "a nossa salvação está nas Escrituras", como você disse, pelo contrário! Dizer isso é até uma heresia!

      No Antigo Testamento, nos tempos da Antiga Aliança, sim, os judeus achavam que Deus se limitava à letra morta. Na Nova e Eterna Aliança em Cristo, a Lei é Ele mesmo, Jesus, Palavra de Deus feito carne, Lei do Amor inscrita em nossos corações pelo Espírito Santo. É Deus com o qual comungamos no Pão da Vida.

      Você precisa passar urgentemente da Antiga Aliança para a Nova e Eterna Aliança, na Comunhão com o Corpo e o Sangue do Senhor.

      Continua [...]

      Excluir
    3. [...Continuação]

      Anônimo disse: "Podemos ver no Salmo 119:105 que a Bíblia é a luz do nosso caminho. Em "2Tm 3:16-17" toda escritura é inspirada por Deus" (...)

      Quando os Salmos foram escritos, a Bíblia cristã, - é claro, - ainda não existia. O que os judeus chamam de "Escritura" nos livros do Antigo Testamento são os livros da Lei e dos Profetas, juntamente com os "Escritos" hebraicos (Ketuvim).

      Então, o Salmo 119 não diz que "a Bíblia é a luz do nosso caminho"! Não! O Salmo diz o seguinte: "Lâmpada para os meus pés é tua palavra, e luz para o meu caminho". O salmista, naquele período histórico, não tinha o hábito de chamar as Escrituras hebraicas de "Palavra de Deus", como nós chamamos a Bíblia cristã hoje. De modo algum!

      Este salmo foi provavelmente composto pelo príncipe Ezequias e compilado por Esdras, mais ou menos na época da reconstrução do Templo, isto é, mais de 500 anos antes de Cristo! Veja como ele não pode estar se referindo à Bíblia que você conhece.

      Ele diz que a Palavra do Senhor é a luz para os seus passos. Quando os judeus falavam da "Palavra do Senhor", nesse tempo, estavam se referindo à Torá, o Livro da Lei judaica, aos livros dos Profetas, ou possivelmente também aos conselhos dos sacerdotes e oráculos dos profetas.

      Continua [...]

      Excluir
    4. [...Continuação]

      Anônimo disse: "Em 2Tm 3:16-17 toda escritura é inspirada por Deus"...

      Mais uma vez, esclareço que quando os Salmos foram escritos, a Bíblia que você conhece não existia. Além disso, aprenda que não basta ler a Bíblia, é preciso compreendê-a dentro do contexto do Corpo que a escreveu: a Igreja Católica.

      O que S. Paulo Apóstolo diz nessa passagem é que a Escritura é inspirada. Nisso nós cremos, não há discussão. Agora, mostre-me uma linha que diga que a Bíblia é a única regra de fé e prática para o cristão.

      Você não vai me mostrar isso nunca, leitor anônimo, porque essa passagem na Bíblia não existe. Que a Escritura é útil, sem dúvida nenhuma. Que é a única regra, isolada, é um tremendo absurdo e uma grande heresia.

      Anônimo disse: "Em 1Corintios 2:5 a fé cristã não está na sabedoria de homens e sim no poder de Deus"...

      Concordo plenamente. Por isso é que nós, católicos, observamos a condução da Igreja fundada por Jesus Cristo, que é a coluna e o fundamento da Verdade, conforme a própria Bíblia afirma (leia 1 Timóteo 3,15).


      "Em 1Tm 2:5 existe UM SÓ mediador entre Deus e os homens que é Cristo Jesus"...

      Ufa! A metralhadora giratória deu uma volta de 180º! Uma outro assunto completamente diferente... Nós, católicos também cremos que Jesus é nosso único Mediador, isto é, Ele é o único que nos salva. Nenhum santo é nosso Salvador, nem tem o poder de nos conceder graças. Eles simplesmente intercedem por nós, pedindo a Deus assim como uns cristãos pedem a Deus em oração, uns pelos outros. Os santos estão mais vivos do que nós, aqui na Terra, e mais próximos de Deus. Este post mesmo, onde você postou seu comentário, explica isso muito bem? Por que você comenta algo que você não leu?

      Continua [...]

      Excluir
    5. Conclusão [...]

      Anônimo disse: "Em João 14:13 que tudo que pedirmos a Deus em oração tem que ser em nome de Jesus SOMENTE", em "Ap 22:18-21" não podemos tirar e nem acrescentar uma letra se quer na Bíblia...

      Olha, eu procurei em todas as traduções da Bíblia que existem, e procurei no texto original em grego, e não encontrei essa palavrinha que VOCÊ ACRESCENTOU AO TEXTO SAGRADO: "SOMENTE em nome de Jesus". Isso não existe. Jesus diz: "Qualquer coisa que me pedirdes em meu Nome, vo-lo farei".

      Ele não diz: "Peçam somente em meu Nome". Portanto, quem está acrescentando não só letras, como palavras e frases inteiras à Bíblia, é você mesmo.

      O restante do que você diz já está bem respondido, explicado e fundamentado na própria Bíblia, neste post mesmo que você está comentando. Você, como todo protestante, vê mas não enxerga, seus olhos estão cegos para toda a verdade que contraria aquilo que o "pastor" programou na sua memória e na sua consciência.

      Então, se você não leu o post, por favor, leia. Todas as respostas estão aí, bem claras e objetivas, tudo muito simples.

      Lembre-se: é preciso saber o que a Bíblia diz de verdade, e não se basear na interpretação de algum "pastor", que na maioria das vezes não tem preparo nenhum para interpretar as Escrituras.

      De tudo, o que eu tenho de mais importante para lhe dizer é o seguinte: a Bíblia é filha da Igreja, e não a sua mãe! A Bíblia que você tem foi escrita pela Igreja, editada pela Igreja, canonizada pela Igreja, preservada pela Igreja através dos séculos! Se nós temos a Bíblia, hoje, devemos à única Igreja que foi fundada por Jesus Cristo e tem dois mil anos de idade, e não por algum "pastor", há algumas décadas. Essa Igreja é a Igreja Católica.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Voz da Igreja

      Excluir
    6. Amei tudo o que li no site. E principalmente todas as respostas dadas aos nosso irmãos protestantes. E a última foi melhor ainda... Afinal de contas eles dizem "que não podemos tirar e nem acrescentar uma letra se quer na Bíblia," ora , qual é a Bíblia que tem menos livro?! Fiz essa pergunta a um protestante e ele não soube me responder.

      Excluir
  4. Parabéns pelo belíssimo post! O povo católico precisa de formações assim. Quero aproveitar a visita para divulgar nosso 1º twittaço do ano. Gostaríamos da colaboração de todos os grandes blogs católicos! Para saber acesse: http://domvob.wordpress.com/2012/01/02/twittaco-jmj2013euapoio-fique-por-dentro/

    ResponderExcluir
  5. Ok muito bem elaborado e quase convincente seu post sobre a "intercessão dos santos", a questão maior é:“Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hebreus 7:25.)Com o próprio Jesus intercedendo por nós, por que precisaríamos de Maria ou dos santos para interceder por nós? A quem Deus ouviria mais atentamente do que a Seu Filho? Romanos 8:26-27 descreve o Santo Espírito intercedendo por nós. Com o segundo e o terceiro membros da Trindade já intercedendo por nós perante o Pai no Céu, que necessidade poderia haver que Maria ou os santos intercedessem por nós?

    Os católicos colocam que orar a Maria e a santos não é diferente de pedir a alguém aqui na terra que ore por você. Examinemos isto: (1) O Apóstolo Paulo pede a outros cristãos que orem por ele em Efésios 6:19. Muitas Escrituras descrevem os crentes orando uns pelos outros (II Coríntios 1:11; Efésios 1:16; Filipenses 1:19; II Timóteo 1:3). A Bíblia em nenhum lugar menciona qualquer pessoa pedindo por alguém no Céu para que ore por ela. A Bíblia em nenhum lugar descreve qualquer pessoa no Céu orando por quem quer que seja na terra. (2) A Bíblia não dá absolutamente nenhuma indicação de que Maria ou os santos possam ouvir nossas orações. Maria e os santos não são oniscientes. Mesmo glorificados no Céu, eles são seres finitos com limitações. Como poderiam ouvir as orações de milhões de pessoas? Todas as vezes que a Bíblia menciona orar ou falar com os mortos, é em um contexto de magia, bruxaria, necromancia e ocultismo – atividades que a Bíblia fortemente condena (Levítico 20:27; Deuteronômio 18:10-13). O único exemplo no qual se fala com um “santo”, Samuel, em I Samuel 28:7-19, Samuel não estava exatamente feliz em ser perturbado. É evidente que orar a Maria ou a santos é completamente diferente de pedir a alguém aqui na terra para que ore por você. Uma coisa tem forte base bíblica, a outra não tem qualquer base bíblica.

    Deus não responde orações baseado em quem está orando. Deus responde orações baseado no que se o que pedimos está de acordo com Sua vontade (I João 5:14-15). Não há absolutamente qualquer base ou necessidade de orar a qualquer um que não seja somente Deus. Não há qualquer base para que se peça àqueles que estão nos Céus para que orem por nós. Somente Deus pode ouvir nossas orações. Somente Deus pode responder nossas orações. Ninguém no Céu tem acesso maior ao trono de Deus do que nós mesmos, através da oração (Hebreus 4:16).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado leitor anônimo,

      Antes de qualquer coisa, entenda que eu não estou tentando "convencer" ninguém de absolutamente nada, neste post. Estou somente esclarecendo um ponto importante da fé católica.

      Em segundo lugar, cristão algum deve se basear somente pelo que está escrito literalmente na Bíblia, e sim andar conforme a Igreja, que é a Casa do Deus Vivo, a coluna e o fundamento da Verdade, como as Escrituras mesmo declaram (I Tm 3,15).

      Em terceiro lugar, quanto aos seus questionamentos, eles estão todos bem explicados no próprio artigo que você está comentando. Então, peço que simplesmente o releia com atenção, se é mesmo que já o leu, antes de comentar, e encontrará todas as respostas ali.

      Deus o ilumine e guarde!

      Henrique Sebastião

      Excluir
    2. Acessarei com frequência o site a partir de agora!

      Excluir
  6. Voz da Igreja fico muito feliz com a perseverança de vocês em responder sempre praticamente as mesmas questões. Isso demonstra a clareza,fidelidade e verdade da nossa religião. Assisti há um tempo atrás, um video adventista falando sobre o apocalipse, fizeram uma interpretação fantasiosa, sem sentido e nenhum fundamento. Comentei o post, fui honesta e refutei. Não houve resposta e nem se quer eles aprovaram o comentário para que aparecesse no blog (alguem que lesse poderia responder!)somente os comentários propícios a eles estavam autorizados. Senti então, que eles não tem parâmetros para dialogar. Muito diferente deste blog, que aceita todos comentários protestantes, até aqueles já foram respondido inumeras vezes.
    Por favor, nunca parem de responder a esses comentários, penso que Deus se compraz de tamanha perseverança.
    Salve Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Salve Maria, Adriana!

      Ficamos felizes e realizados em saber que o nosso trabalho pode servir de algum auxílio aos cristãos fiéis. É para isso que ele existe.

      Além de tudo, recebemos diversos comentários de pessoas que simplesmente não leem os posts e questionam sobre aquilo que já está respondido no próprio texto que estão comentando. Mesmo assim, procuramos responder a todos os comentários porque o nosso interesse principal é a salvação das almas. Nesse processo, além da fé, é muito importante cultivar a paciência.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor
      Henrique Sebastião

      Excluir
  7. Talvez não tenha tanto estudo bíblico como os que postaram acima, porém temo a Deus e procuro o melhor caminho, por isso algo me tocu a responder este post. Sempre é relevante tratarmos de assuntos que nos servem para aproximarmos de Deus, parabenizo pelo post. A religião é uma só, as interpretações do texto bíblico é que por vezes são distorcidas, seja por falta de conhecimento ou para atender a interesses de determinada religião, sendo por vezes enganosa. No meu modo de ver, apenas falta à igreja católica um maior trabalho litúrgico diante dos cristãos seguidores no sentido de melhor explicar questões polêmicas como estas, alicercando ainda mais a casa do Senhor e seu rebanho. Pois, muitas das vezes nem o evangélico, nem católico possuem discernimento para a melhor interpretação bíblica e não vai ser apneas com base na palavra de um Pastor ou de um Padre que vamos encontrar a melhor palavra, pois aqui estão em carne e também são pecadores, temos que utilizar da palavra destes Homens de Deus para nos direcionarmos e encontrarmos o discernimento almejado. Temos que nos espelhar naqueles que serviram e servem a Deus com fidelidade, aliás, isto talvez seja o real propósito das escrituras, mostar o caminho certo, a verdade e da fé!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Queridíssimo Adriano, seja bem vindo!

      Gostaria de observar alguns pontos principais da sua mensagem, que nos levam a perceber uma questão muito importante:

      1. Você diz que: "Talvez não tenha tanto estudo bíblico(...) porém temo a Deus e procuro o melhor caminho".

      2. Você diz que "a religião é uma só, as interpretações do texto bíblico é que por vezes são distorcidas".

      3. Você diz também: "(...) muitas das vezes nem o evangélico nem o católico possuem discernimento para a melhor interpretação bíblica (...)"

      4. Finalmente, você conclui assim: "(...) isto talvez seja o real propósito das escrituras, mostar o caminho certo, a verdade e a fé!".

      Em todas essas afirmações, percebemos que o seu pensamento está profundamente "protestantizado". Parece que você realmente crê que "a única regra de fé e prática para o cristão é a Bíblia". É importante esclarecer que essa é a grande e fundamental diferença entre os protestantes/"evangélicos" e os católicos. Nós, católicos, nunca fomos, não somos e nem pretendemos ser (Deus nos livre disso!) a "religião do livro". Somos e observamos, antes de tudo, a "Igreja do Deus Vivo, a coluna e o fundamento da Verdade" (cf. 1 Timóteo 3,15).

      Enquanto católicos, cremos que o Corpo de Jesus Cristo neste mundo é a sua Igreja, que Ele deixou para nos conduzir (cf. 1Coríntios 12, 27). Por isso, para ler a Bíblia, precisamos da orientação segura desta mesma Igreja, que sem dúvida congrega em si inúmeros membros pecadores, mas que é santa e guardada pelo Senhor, conforme a palavra do próprio Cristo: "Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.” (Mateus 28, 20).

      Enquanto católicos, cremos na autoridade do Sumo Pontífice da Igreja, o Papa, que foi dada diretamente pelo Senhor Jesus Cristo, como vemos em Mateus 16, 18 e Lucas 22, 31-32. É a Bíblia mesmo que nos mostra como o Senhor incumbiu a Pedro de "apascentar seus cordeiros e suas ovelhas" após a sua partida, isto é, encarregou a Pedro da condução da Igreja em nível terreno (cf. João 21, 15-19, Mateus 11, 28-29 e Mateus 23, 1-12).

      A própria Bíblia mostra como o Senhor instituiu sua Igreja Una e Indivisível neste mundo, e instituiu também um pastor terreno para conduzir esse rebanho, além dEle mesmo, que é o nosso Pastor Celeste.

      Claro que é bom e necessário ler a Bíblia, mas é preciso fazê-lo com embasamento e fundamentação na Igreja, - a orientação dos Apóstolos, - como eles mesmos ensinaram e podemos comprovar, novamente, na própria Bíblia:

      "Mandamo-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que anda desordenadamente, e não segundo a Tradição que de nós recebeu" (2 Tessalonicenses 3, 6).

      "Então, irmãos, estai firmes e guardai a Tradição que vos foi ensinada, seja por palavras, seja por epístola nossa" (2 Tessalonicenses 2, 15).

      O Apóstolo Paulo deixa claro: “Guardem a Tradição!”, e explica muito bem: “Seja por palavras (orientação dos Apóstolos, isto é, da Igreja) ou por epístola nossa (as epístolas dos Apóstolos, o Novo Testamento da Bíblia)”. Em outras palavras: não basta ler só a Bíblia! É preciso guardar também a Sagrada Tradição e ser membro da Igreja!

      E que Igreja é essa? Ora, só existia uma Igreja na época de Paulo, que é a Igreja edificada sobre o Apóstolo Pedro diretamente por Jesus Cristo (Mateus 16, 18). A Igreja à qual Jesus disse que não abandonaria, até o fim dos tempos.

      Muito obrigado pela participação, Adriano! Deus Uno e Trino o abençoe e guarde!
      Henrique Sebastião

      Excluir
  8. Boa tarde, ainda estou em processo de conversão no catolicismo, minha dúvida:em minhas orações peço a Deus que interceda pelos meus amigos e familiares que estão vivos e também aos que já se foram estão no céu(caso tenham tido uma vida justa e alcançado a graça de ir pro céu, caso contrário não iria adiantar pois devem estar no inferno ou no purgatório sei lá...) Os Santos que já morreram tem o poder de levar as minhas orações para Deus ou realmente como dizem os evangélicos eu DEVO orar diretamente e exclusivamente a Deus pois por mais Santos e dignos que foram estas pessoas aqui na terra, elas por si só não teriam poder em transmitir minhas orações para Deus, pois ele por si só ouve todas as orações sem precisar de intermédio... ou ele da mais atenção as que são passadas a ele por intermédio dos Santos ou por Maria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nosso Senhor o abençoe, anônimo, e lhe conceda discernimento.

      Peço que você leia este post com atenção e paciência, assim verá que suas perguntas já foram respondidas. No tópico 3, explicamos que a Igreja é o Corpo de Cristo, sendo o Senhor a Cabeça. Nesse Corpo, os membros comunicam-se entre si, mas toda comunicação passa, necessariamente, pela Cabeça. É assim que funciona a intercessão dos santos.

      Então, não é que os santos tenham poder por eles mesmos. Nenhum santo, nem mesmo Maria, que teve a Graça especialíssima de ser Mãe de Deus, pode conceder aquilo que pedimos. Os santos não concedem, eles conseguem as bençãos divinas para nós, intercedendo junto a Deus, eles que estão mais próximos dEle do que nós.

      Quanto a rezar pelas almas que estão no purgatório, esse é um dever de todo cristão. A Bíblia diz que elas não sairão da prisão, até pagarem o último centavo. E como pode um prisioneiro pagar, se está preso? Elas dependem, portanto, de nossas orações. Sobre esse assunto, tratamos em detalhes no post abaixo:

      O Purgatório existe? O que é?

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Voz da Igreja

      Excluir
  9. Explicando a parte do Eclisiastes na verdade aquele versiculo fala de todos os mortos,mas o livro é do antigo testamento,antes de Cristo as almas dormia no XEOL,mas quando Cristo morre por nós,todas as almas do XEOL são levados ao alto

    ResponderExcluir
  10. Há uns dias atrás,no Facebook,mencionei o Blog Voz da Igreja e os Sites Veritatis Splendor e Apologistas Católicos,em resposta a um ataque gratuito feito à Igreja.O comentário herético era sobre Mt16,18-19,com aquela história manjada de neutralizar o papel de Pedro como pastor da Igreja,dizendo que ele não é a pedra e blá blá blá.Eu disse que tanto neste Blog,como nos dois sites,este assunto como tantos outros são esclarecidos de acordo com as Escrituras,a Tradição Apostólica e o Magistério da Igreja.Minha intenção era divulgar vocês para que os que ainda não os conhecem,os procure para aprender sobre nossa amada Igreja Católica Apostólica Romana e também para que a pessoa autora do comentário,caso queira,também veja e perceba que há gente incansável nestes apostolados.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia!Agradeço Adeus pelos vossos esforços em ajudar o corpo de Cristo. Conheci aqui irmãos que está com o mesmo proposito. Amém!

    ResponderExcluir
  12. olá,a agradeço a Deus pelos vossos esforços de ajudar o corpo de Cristo. Amém

    ResponderExcluir
  13. Não adianta gente quando as pessoas acham que seus pastores são os donos da verdade.Vão ficar só enviando argumentos e pronto. Dizem que somos idolátras, e a idolatria deles pelos seus pastores? Nem percebem que estão sendo verdadeiros idolátras. Estudem ,não sejam manipulados por pessoas que interpretam as coisas sem nem um fundamento. O conhecimento da verdade está aberto a todos.

    ResponderExcluir
  14. Boa Tarde, sou Católico, mas ultimamente to meio confuso em questão dos Santos, li esse post e me esclareceu algumas coisas, mas ainda to meio confuso eu queria que você pudesse me explicar sobre Êxodo capitulo 20, versículo 1-6, que diz: “Eu sou o Senhor teu Deus, que te fez sair do Egito, da casa da servidão.
    3. Não terás outros deuses diante de minha face.
    4. Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra.
    5. Não te prostrarás diante delas e não lhes prestarás culto. Eu sou o Senhor, teu Deus, um Deus zeloso que vingo a iniquidade dos pais nos filhos, nos netos e nos bisnetos daqueles que me odeiam,
    6. mas uso de misericórdia até a milésima geração com aqueles que me amam e guardam os meus mandamentos.
    Nessa parte Deus se refere aos Santos ou aos deuses que eram cultuados naquela época?
    Desde já agradeço, fiquem com Deus e uma ótima tarde!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Julio, não entendi o motivo da confusão, e menos ainda a relação que você faz entre os santos e os falsos deuses.

      Os santos são nossos irmãos no Céu, sendo que tanto nós, aqui na Terra, quanto aqueles que já vivem na Plenitude do Céu, integram o Corpo do Senhor. Somos todos membros do Corpo de Cristo, e assim podemos e devemos interceder uns pelos outros. Especialmente aqueles que estão mais próximos de Deus podem pedir por aqueles que ainda se encontram na jornada.

      Quanto à passagem do Livro do Êxodo, veja que a fala divina, neste trecho, constitui uma só estrutura, é uma orientação que se desenvolve ao longo do texto: "Não terás outros deuses, não farás para ti escultura, não te curvarás diante delas...".

      É óbvio que que essas imagens são as imagens dos falsos deuses pagãos, até porque naquela época, evidentemente, não existiam as imagens dos santos.

      Outra coisa importante: não há como dizer que Deus condena o uso de imagens no culto, se Ele mesmo ordenou que se fizesse duas imagens de querubins e colocá-las sobre a Arca da Aliança; se Ele mesmo mandou Moisés confeccionar uma serpente de bronze, e por meio dela operou a cura no povo; se Deus mesmo determinou a construção do seu Templo, e esse Templo era repleto de imagens.

      Você pode ler mais sobre esse assunto no endereço abaixo:

      http://vozdaigreja.blogspot.com.br/2010/06/imagens-na-igreja-outra-vez.html

      Abaixo, deixo também o link com todas as nossas postagens que trataram deste tema (são muitas):

      http://vozdaigreja.blogspot.com.br/search/label/imagens%20na%20igreja

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Voz da Igreja

      Excluir
  15. Hoje foi um dia muito importante aprender muitas coisas que não sabia sei que estou só no começo, mas esse blog me ajudou muito a entender o que eu não consigo, pois amo a Igreja Católica, mas não entendo os santos da Igreja é muito difícil para eu rezar a Deus a aos santos se posso pedir direto para ele por que preciso pedir aos santos, mas graças a esse blog já tenho uma visão diferente por que entendi que poder dado é dado e Jesus não tira continua com Jesus na obra tenho muito que aprender, mas é muito lindo muito gratificante sofro por que só quero ser discípula de Jesus, mas estou buscando a verdade pedindo a ele que me ilumine amém...

    ResponderExcluir
  16. Bom quero adicionar alguns comentarios do fundador do protestantismo com relação a Maria sua intercessão, Colocarei algumas palavras de Lutero referentes a Bem Aventurada:
    A virgindade perpétua de Maria:
    Segundo Lutero, Jesus Cristo era filho único de Maria e seus irmãos eram primos, ele também não deixa de mencionar que na cultura Hebraica primos eram tratados como irmãos.
    “Cristo era o único filho de Maria. Das entranhas de Maria, nenhuma criança além dEle. Os ‘irmãos’ significam realmente ‘primos’ aqui: a Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos de ‘irmãos’.” (Martinho Lutero, Sermões sobre João 1-4, 1534-39)
    “Cristo, nosso Salvador, foi o fruto real e natural do ventre virginal de Maria. Isto se deu sem a cooperação de um homem, permanecendo virgem depois do parto.” (Martinho Lutero, idem)
    "Virgem antes, no, e depois do parto, que está grávida e dá à luz. Este artigo (da fé) é milagre divino" (Lutero, já no fim de sua vida: [FiM95], pg.1122 Sermão Natal 1540: WA 49,182)
    "Ele, Cristo, nosso Salvador, era o fruto real e natural do ventre virginal de Maria ... Isto aconteceu sem a participação de qualquer homem e ela permaneceu virgem mesmo depois disso" (Lutero, "Sermões sobre João", cap. 1 a 4, 1537-39 dC)
    "Creio firmemente que Maria, conforme as palavras do Evangelho que afirmam que de uma Virgem nos nasceria o Filho de Deus, permaneceu sempre pura e intacta Virgem durante e depois do nascimento de seu Filho" (Ulrich Zwinglio, citado em "Corpus Reformatorum" v.1, p.424)
    Maternidade divina de Maria:
    Como todo o devoto de Maria, Lutero afirma com todas as letras que a Bem Aventurada era Mãe de Deus. Lutero também não deixa de alfinetar Nestório e seus Nestorianos ao afirmar que não existe dois Cristos (Cristo Homem e Cristo Deus).
    “Deus diz: ‘o filho de Maria é meu Filho somente.’ Desta forma, Maria é a Mãe de Deus.” (Martinho Lutero, Ibidem)
    “Deus não recebeu sua divindade de Maria; todavia, não segue que seja conseqüentemente errado afirmar que Deus foi carregado por Maria, que Deus é filho de Maria, e que Maria é a Mãe de Deus. Ela é a Mãe verdadeira de Deus, a portadora de Deus. Maria amamentou o próprio Deus; ele foi embalado para dormir por ela, foi alimentado por ela, etc. Para o Deus e para o Homem, uma só pessoa, um só filho, um só Jesus, e não dois Cristos. Assim como o seu filho não são dois filhos… Mesmo que tenha duas naturezas.” (Martinho Lutero, “Nos Conselhos e na Igreja”, em 1539)
    “Esta é a consolação e a transbordante bondade de Deus, que Maria seja sua verdadeira mãe, Cristo seu irmão, Deus seu Pai... Se acreditares assim, então estás de verdade no seio da Virgem Maria e és seu querido filho." (Lutero, Kirchenpostille, ed. Weimar, 10.1, p. 546.)
    "Por isso em uma palavra compendia-se toda a sua honra: quando se a chama mãe de Deus, ninguém pode dizer dela maior louvor. E é preciso meditar em nosso coração o que significa ser mãe de Deus." (Lutero, Comentário ao Magnificat, de 1521, [FiM95], pg.1121. Sermão, 1522:WA 7,572)
    Imaculada Conceição:

    ResponderExcluir
  17. Colocarei algumas palavras de Lutero referentes a Bem Aventurada:
    A virgindade perpétua de Maria:
    Segundo Lutero, Jesus Cristo era filho único de Maria e seus irmãos eram primos, ele também não deixa de mencionar que na cultura Hebraica primos eram tratados como irmãos.
    “Cristo era o único filho de Maria. Das entranhas de Maria, nenhuma criança além dEle. Os ‘irmãos’ significam realmente ‘primos’ aqui: a Sagrada Escritura e os judeus sempre chamaram os primos de ‘irmãos’.” (Martinho Lutero, Sermões sobre João 1-4, 1534-39)
    “Cristo, nosso Salvador, foi o fruto real e natural do ventre virginal de Maria. Isto se deu sem a cooperação de um homem, permanecendo virgem depois do parto.” (Martinho Lutero, idem)
    "Virgem antes, no, e depois do parto, que está grávida e dá à luz. Este artigo (da fé) é milagre divino" (Lutero, já no fim de sua vida: [FiM95], pg.1122 Sermão Natal 1540: WA 49,182)
    "Ele, Cristo, nosso Salvador, era o fruto real e natural do ventre virginal de Maria ... Isto aconteceu sem a participação de qualquer homem e ela permaneceu virgem mesmo depois disso" (Lutero, "Sermões sobre João", cap. 1 a 4, 1537-39 dC)
    "Creio firmemente que Maria, conforme as palavras do Evangelho que afirmam que de uma Virgem nos nasceria o Filho de Deus, permaneceu sempre pura e intacta Virgem durante e depois do nascimento de seu Filho" (Ulrich Zwinglio, citado em "Corpus Reformatorum" v.1, p.424)
    Maternidade divina de Maria:
    Como todo o devoto de Maria, Lutero afirma com todas as letras que a Bem Aventurada era Mãe de Deus. Lutero também não deixa de alfinetar Nestório e seus Nestorianos ao afirmar que não existe dois Cristos (Cristo Homem e Cristo Deus).
    “Deus diz: ‘o filho de Maria é meu Filho somente.’ Desta forma, Maria é a Mãe de Deus.” (Martinho Lutero, Ibidem)
    “Deus não recebeu sua divindade de Maria; todavia, não segue que seja conseqüentemente errado afirmar que Deus foi carregado por Maria, que Deus é filho de Maria, e que Maria é a Mãe de Deus. Ela é a Mãe verdadeira de Deus, a portadora de Deus. Maria amamentou o próprio Deus; ele foi embalado para dormir por ela, foi alimentado por ela, etc. Para o Deus e para o Homem, uma só pessoa, um só filho, um só Jesus, e não dois Cristos. Assim como o seu filho não são dois filhos… Mesmo que tenha duas naturezas.” (Martinho Lutero, “Nos Conselhos e na Igreja”, em 1539)
    “Esta é a consolação e a transbordante bondade de Deus, que Maria seja sua verdadeira mãe, Cristo seu irmão, Deus seu Pai... Se acreditares assim, então estás de verdade no seio da Virgem Maria e és seu querido filho." (Lutero, Kirchenpostille, ed. Weimar, 10.1, p. 546.)
    "Por isso em uma palavra compendia-se toda a sua honra: quando se a chama mãe de Deus, ninguém pode dizer dela maior louvor. E é preciso meditar em nosso coração o que significa ser mãe de Deus." (Lutero, Comentário ao Magnificat, de 1521, [FiM95], pg.1121. Sermão, 1522:WA 7,572)
    Imaculada Conceição:

    ResponderExcluir
  18. "Em segundo lugar, cristão algum deve se basear somente pelo que está escrito literalmente na Bíblia, e sim andar conforme a Igreja, que é a Casa do Deus Vivo, a coluna e o fundamento da Verdade, como as Escrituras mesmo declaram (I Tm 3,15)."

    Esse é o problema... Quando um Protestante ganha um debate com argumentos bíblicos, o Católico logo manda essa falácia: "Nem tudo precisa estar na bíblia". Ora, a tradição, bem como a cultura está contaminada pelo pecado tbm... Me perdoem mas eu prefiro ficar com o que a bíblia diz... A igreja Católica não é a igreja verdadeira, isso é uma heresia. A Igreja de Cristo é a Igreja verdadeira, a comunidade composta por salvos. Que vai subir aos céus. Caso o contrário, seja coerente católico, e afirme que todos os batizados na igreja católica serão salvos, inclusive os padres pedófilos, os assassinos das Cruzadas e da Inquisição.
    Ef 2:20 é claro!! Ou cremos que os Apóstolos lançaram os alicerces do cristianismo, ou ficamos nessa de aceitar cada vez mais doutrinas estranhas as escrituras. E aí eu pergunto: Pq só o Papa pode lançar doutrinas? Nesse caso Ellen White também é profetiza, Joseph Smith tbm, os padres excomungados também, porque não? E por aí vai.

    Por isso eu fico com a bíblia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 12:03

      Prezado sofismador, Salve Santíssima Virgem Maria co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.
      “Esse é o problema... Quando um Protestante ganha um debate com argumentos bíblicos, o Católico logo manda essa falácia: "Nem tudo precisa estar na bíblia".
      Um herege protestante nunca pode ganhar um debate com “argumentos bíblicos” porque ele ao usar o livre exame (criado por um homem herege e blasfemo, e maldito é o homem que confia no homem, Jeremias XVII,5) ele prova que não obedece a Cristo e nem a Sagrada Bíblia.

      As Sagradas Escrituras é bem clara quanto ao livre exame pessoal de vocês hereges protestantes.
      Por isso, São Pedro previne em sua segunda Epístola: "Nenhuma profecia da Escritura é de interpretação particular" (II Pe. I, 20).

      Em II São Pedro III,15-17 continua condenando o livre exame dos hereges protestantes:

      “ Reconhecei que a longa paciência de nosso Senhor vos é salutar, como também vosso caríssimo irmão Paulo vos escreveu, segundo o dom de sabedoria que lhe foi dado.
      É o que ele faz em todas as suas cartas, nas quais fala nestes assuntos. Nelas há algumas passagens difíceis de entender, como o fazem também com as demais Escrituras.
      Vós, pois, caríssimos, advertidos de antemão, tomai cuidado para que não caiais da vossa firmeza, levados pelo erro destes homens ímpios.”

      Como vocês pretendem ganhar um debate com um católico com “argumentos bíblicos” se a própria Sagrada Bíblia diz que você não respeita nem obedece a Deus e a Sua Bíblia ?

      Falta de coerência é o forte dos hereges protestantes.

      Você disse que os católicos dizem uma falácia quando afirma que nem tudo precisa estar na Bíblia, ora meu caro sofismador, mas é a própria Bíblia que diz isso:

      “Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever.”( São João XXI,25)

      Então sua sapientíssima sabedoria do livre exame implicitamente diz que o Bispo católico São João disse uma falácia?

      É desse jeito que você diz que ganhar um debate com um católico usando “argumentos bíblicos” ?


      “Ora, a tradição, bem como a cultura está contaminada pelo pecado tbm... Me perdoem mas eu prefiro ficar com o que a bíblia diz... A igreja Católica não é a igreja verdadeira, isso é uma heresia. A Igreja de Cristo é a Igreja verdadeira, a comunidade composta por salvos.”

      Ao fazer livre exame todo herege acaba mostrando que de Bíblia não conhece nada e prova que as palavras de São Pedro cabe bem aos hereges protestantes quando diz, “cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína.”

      Como você tem a audacia de dizer que a Sagrada Tradição está contaminada pelo pecado se ela foi ensinada pelo próprio Cristo aos seus Santos Apóstolos?

      Excluir
    2. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 12:04

      Você não será salvo dessa blasfêmia contra o Espírito Santo.Cristo ensinou que a blasfêmia contra o Espírito Santo nunca será salva.

      Olha a confusão mental do herege protestante que surgiu em 1517 com a doutrina de um homem herege e blasfemo Lutero que criou o livre exame, “A igreja Católica não é a igreja verdadeira, isso é uma heresia”.Não precisa de mais explicações a confusão mental desse herege fala por si só.

      Só se salva aquele que estiver na Santa Igreja Católica Apóstolica Romana, fora da qual não há salvação.

      Como disse Santo Agostinho (que nasceu em 354):
      “Fora da Igreja é possível tudo, exceto a salvação. É possível ter honras, é possível ter sacramentos, é possível cantar aleluias, é possível responder amém, é possível possuir o Evangelho, é possível ter fé no nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, é possível pregar; mas em nenhum lugar senão na Igreja Católica, é possível encontrar a salvação”.

      “. Que vai subir aos céus. Caso o contrário, seja coerente católico, e afirme que todos os batizados na igreja católica serão salvos, inclusive os padres pedófilos, os assassinos das Cruzadas e da Inquisição.”

      Para subir aos céus até católicos batizados devem seguir as Leis de Deus, se não seguir as Leis deixa de ser católico e vira um herege protestante que vai para o inferno.
      Pois nem todo que diz Senhor, Senhor entrará no Reinos do Céus.

      Não existe Padre pedófilo e sim pedófilo que vira Padre.Para ser Padre tem que ter vocação pois o celibato sacerdotal foi ensinado por Nosso Senhor Jesus Cristo e pelo Bispo católico São Paulo.

      “Eu gostaria que estivésseis livres de preocupações. Quem não tem esposa, cuida das coisas do Senhor e do modo de agradar ao Senhor.” (I Cor VII, 32)

      Portanto, meu caro sofismador herege, quem entra para o sacerdocio sem vocação para ser um legitimo Ministro de Cristo peca gravemente contra as Leis de Deus e as leis dos homens.

      E você esqueceu de dizer que no meio protestante a pedófilia é estatisticamente muito maior que na Igreja Católica que sofre com entrada de hipócritas e mau caráteres que não tem vocação sobrenatural para ser um verdadeiro sacerdote de Cristo.

      Claro que você não sabe disso porque os anticatólicos se unem (ateus,hereges e pagãos) para esconder issas coisas e assim poder atacar a Santa Imaculada Igreja Católica.
      Mas pode ficar sossegado os pedófilos que viram Padres sem ter vocação vai puxar a fila junto com hereges protestantes que fazem livre exame para o geena.
      Quanto as Cruzadas foi uma guerra Santa abençoada por Cristo igual as guerras do Rei Davi e de Macabeus.
      Se não fosse as cruzadas você estaria fazendo livre exame do Alcorão e se virando para Meca para rezar.

      A Santa Inquisição, que a cultura pop do esquerdismo consagrou como o símbolo máximo da prepotência repressora, chamava-se “inquisição” precisamente porque inquiria, isto é, fazia perguntas e deixava o acusado responder. O termo “inquisitório” opunha-se a “acusatório”. No costume processual dos séculos bárbaros, a acusação reforçada por um juramento e, se preciso, sustentada em duelo, bastava como garantia legal para enviar o réu para o outro mundo. A Inquisição proibiu o método acusatório, fazendo do direito de defesa uma conditio sine qua non para a racionalidade da prova. Muito aperfeiçoado, esse princípio acabou por ultrapassar as fronteiras do domínio jurídico estrito, impondo-se como regra básica em todas as discussões de culpa e inocência.
      “Ef 2:20 é claro!! Ou cremos que os Apóstolos lançaram os alicerces do cristianismo, ou ficamos nessa de aceitar cada vez mais doutrinas estranhas as escrituras. E aí eu pergunto: Pq só o Papa pode lançar doutrinas? Nesse caso Ellen White também é profetiza, Joseph Smith tbm, os padres excomungados também, porque não? E por aí vai.

      Por isso eu fico com a bíblia!”

      Excluir
    3. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 12:04

      Viu em Ef II,20, mostra que a Santa Igreja Católica APÓSTOLICA Romana é a Igreja de Cristo pois Cristo é a Pedra Angular dela.Se Cristo não fosse a Pedra Angular da Igreja Católica APÓSTOLICA Romana ela seria um seita qualquer surgida do livre exame de um homem herege qualquer.

      Esse herege protestante é muito contraditório, ele diz que a Igreja Católica Apóstolica Romana não é a Igreja de Cristo depois diz que a Igreja de Cristo tem fundamento nos Apóstolos e para completar suas maluquices ele vem falar de doutrinas estranhas ao cristianismo.

      Ora, meu caro sofismador herege protestante, as doutrinas estranhas ao cristianismo surgiram 1517 anos depois com um homem herege balsfemador que criou essas 3 doutrinas estranhas ao cristianismo que é condenada pela própria Bíblia que você prefere ficar:
      Sola fide,sola scriptura, livre exame.

      Viu como você não pensa e não mede nas coisas que escreve, você mesmo se condena.
      E você prossegue no seu show de horrores, “Pq só o Papa pode lançar doutrinas? Nesse caso Ellen White também é profetiza, Joseph Smith tbm, os padres excomungados também, porque não? E por aí vai.

      Por isso eu fico com a bíblia!”, ora, meu caro sofismador herege protestante, como você se mete a falar o que não entende, o Santo Papa não cria Doutrinas ele apenas promulga e ensina as Doutrinas ensinadas por Cristo.Uma delas é que NENHUMA PROFECIA DAS ESCRITURAS É DE INTERPRETAÇÃO PARTICULAR.

      Quanto a esse time de hereges Ellen White, Joseph Smith, padres hipócritas que foram excomungados eles só podem profetizar coisas vinda do pai da mentira e não de Deus.

      Esse time de hereges excomungados não tem autoridade nenhuma dada por Cristo para dizer nada sobre Cristo, somente o Pontífice pode, pois essa autoridade foi dada pelo Próprio Cristo quando disse:
      “TU ES PETRUS ET SUPER HANC PETRAM AEDIFICABO ECCLESIAM MEAM”
      E são Paulo também disse sobre a autoridade do Pontífice:
      “Em verdade, todo pontífice é escolhido entre os homens e constituído a favor dos homens como mediador nas coisas que dizem respeito a Deus, para oferecer dons e sacrifícios pelos pecados.” (Hebreus V,1)
      E por ai vai.Quanto a você preferir ficar com a “bíblia” qual você prefere, meu caro sofismador herege, a “bíblia” mutilada e detuparada pelo blasfemo e herege Lutero, a “bíblia”mutilada de deturpada pelos Mormos, ou quem sabe a “bíblia” sem preconceito da seita protestante que diz que Jesus era gay ( que Deus me perdoe por escrever o que esses hereges protestantes inventam) , ou quem sabe a “bíblia” mutilada e detuparda dos testemunhas de jeová que diz que Cristo não é Deus?

      Pobre sofismador herege, se achando campeão da Bíblia se mostrou um sofismador campeão.

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
    4. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 12:09

      Ps: quando você acusou os católicos de dizer a falácia,"Nem tudo precisa estar na bíblia", você também implicitamente também acusou São Paulo de dizer falácias pois ele ensinou na Bíblia:

      "Guardai as tradições que aprendestes, ou por nossas palavras, ou por nossa carta" (II Thess. II, 14).

      Entendeu bem doutor protestante? Tenho certeza que não entendeu, mas explicarei, São Paulo disse que a Verdade não se encontra só na sola scriputra mas também na Tradição oral (pregar o Evangelho).Vou repetir mais uma vez para vcs (que estãos mortos pela letra) entenderem:

      "GAUDAI AS TRADIÇÕES" -"TENETE TRADITIONES" (II THESS.II,14)

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
    5. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 12:19

      Como sempre os comentários dos hereges protestantes são cheios de sofismas e contradições.

      E onde existe contradição não existe a Verdade pois Cristo é a Verdade.

      Se vocês acham que Cristo aprova e considera a heresia como cristã, olha o que ele disse sobre os hereges nicolaítas:

      1. Ao anjo da igreja de Éfeso, escreve: Eis o que diz aquele que segura as sete estrelas na sua mão direita, aquele que anda pelo meio dos sete candelabros de ouro.

      2. Conheço tuas obras, teu trabalho e tua paciência: não podes suportar os maus, puseste à prova os que se dizem apóstolos e não o são e os achaste mentirosos.

      "Tens perseverança, sofreste pelo meu nome e não desanimaste.
      Mas tenho contra ti que arrefeceste o teu primeiro amor.

      Lembra-te, pois, donde caíste. Arrepende-te e retorna às tuas primeiras obras. Senão, virei a ti e removerei o teu candelabro do seu lugar, caso não te arrependas.
      Mas isto tens de bem: detestas as obras dos nicolaítas, como eu as detesto." (Apocalipse II,1-6)

      "Minha boca publicará a verdade, e os meus lábios detestarão o ímpio" -- "Veritatem meditabitur guttur meum, et labai mea detestabuntur impium" (Prov. VIII, 7).


      Excluir
    6. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 16:23

      São Paulo profetizou e escreveu sobre medida para a heresia protestante de 1517 até os dias de hoje:

      “Nos últimos dias, diz ele, chegarão tempos difíceis e haverá homens que só buscam os próprios gostos, soberbos, arrogantes, avarentos, blasfemos, desobedientes aos pais, ingratos, desalmados, sem afeição e sem respeito de compromisso, caluniadores, incontinentes, violentos, sem nenhum amor ao bem, traidores, atrevidos, estupidamente altivos, amando mais os prazeres que Deus, ostentando um verniz de religiosidade, mas conculcando todo valor religioso. Deles são os que se insinuam nas casas e conquistam mulherzinhas carregadas de pecados, que se deixam levar por várias volúpias e se mostram sempre curiosos de saber, mas nunca chegam ao conhecimento da verdade. E como Jamnes e Mambres fizeram resistência contra Moisés, assim estes resistem à verdade. Mas não serão bem sucedidos, porque a sua incapacidade será a todos manifesta, como aconteceu àqueles” (IITim III,1-9).

      Excluir
  19. Leonardo S. de Oliveira.24 de novembro de 2013 12:27

    A Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica Romana é a coluna sustentáculo da Verdade, e quem diz isso é a própria Biblia.

    “Todavia, se eu tardar, quero que

    saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo,

    coluna e sustentáculo da verdade”. (1Tm 3,15)

    Como vocês hereges protestantes não aceitam isso e tentam sofismar usando o livre exame da sola scriptura "doutrinas estranhas as escrituras" isso é só mais uma evidência, na montanha de evidências, que vocês hereges não são e nunca serão cristãos.

    De cristãos, vocês só tem a pretensão que vossos subjetivismos românticos e sentimentais alimentam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo, faça seus questionamentos no blog HERESIAS CATÓLICAS.

      Excluir
    2. Leonardo S. de Oliveira.26 de novembro de 2013 12:21

      Prezado anônimo, Salve Santíssima Maria Imaculada, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      "blog HERESIAS CATÓLICAS" ?

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK.

      Essa é nova pra mim.Os hereges protestantes geralmente falam que a Santa Igreja Católica Apóstolica Romana foi "paganizada" por Constantino, mas como essa falácia é facilmente mostrada que é falsa, eles sacam essa nova "HERESIAS CATÓLICAS".

      Meu caro anônimo estou rindo alto aqui com essa nova de "HERESIAS CATÓLICAS".

      Fico aqui a imaginar o que os hereges protestantes imaginam o que são "HERESIAS CATÓLICAS"; para os hereges protestantes testemunhas de jeová o fato dos católicos considerarem Jesus Cristo Deus é uma "HERESIA CATÓLICA; para os hereges protestantes calvinistas (que criaram a doutrina horrorosa e blasfema e anti-bíblica da predestinação) o fato de nós católicos acreditarmos que Deus é infinitamente Bom e Justo e espera que todos se salvem ( ex: o bom ladrão São Dimas que se arrependeu na última hora se confessou com Nosso Senhor e recebeu o batismo de sangue de nosso Senhor), e que Ele não faz acepção de pessoas e por isso não separou quem vai se salvar ou não, é uma “HERESIA CATÓLICA”; os hereges protestantes da Ku Klux Klan (ainda existe esses hereges nos EUA) o fato de nós católicos defendermos os negros e ter santos (os) negros além de idolatria (na cabeça dos hereges) é também uma “HERESIA CATÓLICA”; os hereges protestantes da universal do “bispo” Macedo o fato de nós católicos ser contra o aborto é uma “HERESIA CATÓLICA” pois esse falso bispo ao fazer o livre exame da “bíblia” (mutilada e deturpada pelo heresiarca Lutero e seus asseclas ), ele chegou a conclusão que Deus apóia o aborto.

      Em fim, meu caro anônimo, vai lá se saber o que passa na cabeça desses protestantes para saber o que é heresia.

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
    3. Leonardo, Graça e Paz.

      Noto que vc tem tido trabalho atualmente! Muitos posts. O que traz aqui é a afirmação de que a predestinação seria anti bíblica. Bem, como você sabe, sou calvinista e gostaria de conversar sobre isso! Creio que a Igreja Católica tem alguns pontos em comum nesse assunto. Por exemplo, que não é possível a ninguém aceitar a Cristo por vontade própria. Qual sua visão sobre o tema? Se possível, não me chame de herege...
      Que Deus te abençoe!

      Excluir
    4. Leonardo S. de Oliveira.26 de novembro de 2013 23:30

      Prezado, Filipe Santos, Salve Santíssima Imaculada Virgem Maria, mãe de Deus, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      “Noto que vc tem tido trabalho atualmente! Muitos posts. O que traz aqui é a afirmação de que a predestinação seria anti bíblica. Bem, como você sabe, sou calvinista e gostaria de conversar sobre isso!”
      Sim tenho tido trabalho em combater os erros contra a Doutrina de Cristo, e dentro de minha limitação intelectual, repetir o que a Santa Igreja Católica Apóstolica Romana sempre ensinou nesses mais de 2.0000 anos.

      Sim a predestinação é anti bíblica, e a Santa Imaculada Igreja Católica sempre ensinou que Deus Todo Poderoso é infinitamente Bom e Justo e fez questão de vir ao mundo para edificar sua Igreja para ensinar ao homem o único caminho da salvação.E Deus não faz acepção de pessoas.


      “Creio que a Igreja Católica tem alguns pontos em comum nesse assunto. Por exemplo, que não é possível a ninguém aceitar a Cristo por vontade própria.”

      Repito o que já disse antes, a Santa Imaculada Igreja Católica sempre ensinou que Deus Todo Poderoso é infinitamente Bom e Justo e fez questão de vir ao mundo para edificar sua Igreja para ensinar ao homem o único caminho da salvação.E Deus não faz acepção de pessoas.

      Agora se a igreja conciliar neo-protestante modernista que surgiu do concílio falível vaticano II concorda com essa loucura da predestinação, meu caro, só é mais uma evidência, na montanha de evidências, que a igreja conciliar é um gigantesco eclipse que tenta destruir a única e Verdadeira Igreja de Cristo, a Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica Romana.

      O Papa São Pio X, quando determinou que fosse feito o juramento antimodernista também ensina:
      “Quinto: sustento com plena certeza e sinceramente professo que a Fé não é um cego sentimento (sensum) religioso que emerge da obscuridade do subconsciente (subconscientiae), por impulso do coração e inclinação da vontade moralmente formada, mas que é verdadeira adesão (assensum) da inteligência à verdade recebida de fora, pela pregação (ex auditu), pela qual cremos ser verdadeiro tudo o que foi dito, atestado e revelado pelo Deus pessoal, Criador e Senhor nosso, e o cremos por causa da Autoridade de Deus soberanamente veraz.” (DZ. 3542)

      Por isso Nosso Senhor mandou ensinar e fazer discípulos.

      Excluir
    5. Leonardo S. de Oliveira.26 de novembro de 2013 23:31

      “Qual sua visão sobre o tema? Se possível, não me chame de herege...”

      Meu caro, eu não tenho visões em questões de fé, ter visões em questões de Fé evolui ( ou seria involui ?) para o subjetivismo.

      O Lutero por ter “visões” em matéria de Fé e das Verdades objetivas Reveladas Cristo, acabou criando o subjetivismo e o relativismo.O que acabou dividindo o que Cristo orou ao Pai para que fosse Uno.

      Do subjetivismo e relativismo criado pelo herege Lutero no campo religioso, negando a Verdade objetiva, passou para o campo civil e filosófico.

      Hoje em dia vemos “religiosos” e não- religiosos defendendo a morte de inocentes no útero materno como se fosse a coisa mais normal do mundo.

      Os séculos XX e XXI são a expressão máxima do subjetivismo e relativismo criado por Lutero.

      Meu caro, você pede para não chamá-lo de herege mas defende a loucura da predestinação.Doutrina essa totalmente condenada pela Bíblia e o Sagrado Magistério da Imaculada Igreja Católica.

      Portanto você é um herege, e sinceramente Filipe Santos, a heresia é um crime contra as Leis de Deus e se você não se livrar de vírus romântico e sentimental que te faz ser agarrado a essa seita herética sua alma não irá se salvar.

      A culpa dessa palavra “heresia” ter caído no indiferentismo é culpa dos católicos (as) que se deixando levar pelo concílio neo-protestante modernista costuma chamar os protestantes de “irmãos separados”, e isso é um erro.

      A caridade verdadeira é mostrar aos protestantes os erros dos protestantismo e com isso fazer eles saírem da heresia que ofende a Deus.
      O protestantismo é uma heresia assim como é heresia o neo-protestantismo modernista que se encontra tentando esconder a Igreja Católica.

      São Paulo ensina que é impossível agradar a Deus sem Fé verdadeira.

      Rogando a Virgem Santíssima Imaculada Maria,mãe de Deus, para te livrar do romantismo sentimental que te prende a essa seita protestante, despeço-me,

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
    6. Leonardo S. de Oliveira.26 de novembro de 2013 23:36

      Ps: toda essa loucura de predestinação do herege Calvino se baseia na menos loucura escrita no livro de Lutero.

      Lutero negou o livre arbítrio, a tal ponto, que escreveu um livro intitulado "O arbítrio escravo".

      Volto a dizer se livre do vírus romântico e sentimetal e saia dessa loucura, meu caro, é sua alma imortal que está em jogo.

      Excluir
    7. Leonardo, obrigado pelas respostas. Vi um vídeo do padre Paulo Ricardo falando sobre o pelagianismo e achei muito interessante. O padre deixa claro que o ser humano não consegue aceitar a Deus por si só, mas depende da Graça; precisa ser alcançado. A doutrina da predestinação parte desse ponto e o expande, mas sem negar a responsabilidade humana pelo pecado.
      Existem muitos textos bíblicos que fundamentam a predestinação e eu nunca vi uma refutação convincente a estes textos. Quero dizer com isso que é uma doutrina, por mais misteriosa e complexa que seja, que não pode ser chamada de loucura e simplesmente esquecida. Se vc quiser, podemos expandir esse tema. Não sei tudo, e uma posição contrária é sempre boa para a reflexão.

      Que Deus te abençoe.

      Excluir
    8. Leonardo S. de Oliveira.27 de novembro de 2013 15:53

      Prezado romântico sentimental subjetivista e ralativista Filipe Santos, Salve Santíssima Virgem Imaculada Maria, Mãe de Deus, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      Leonardo, obrigado pelas respostas. Vi um vídeo do padre Paulo Ricardo falando sobre o pelagianismo e achei muito interessante. O padre deixa claro que o ser humano não consegue aceitar a Deus por si só, mas depende da Graça; precisa ser alcançado. A doutrina da predestinação parte desse ponto e o expande, mas sem negar a responsabilidade humana pelo pecado.
      Existem muitos textos bíblicos que fundamentam a predestinação e eu nunca vi uma refutação convincente a estes textos. Quero dizer com isso que é uma doutrina, por mais misteriosa e complexa que seja, que não pode ser chamada de loucura e simplesmente esquecida. Se vc quiser, podemos expandir esse tema. Não sei tudo, e uma posição contrária é sempre boa para a reflexão.

      Que Deus te abençoe.

      “Leonardo, obrigado pelas respostas. Vi um vídeo do padre Paulo Ricardo falando sobre o pelagianismo e achei muito interessante. O padre deixa claro que o ser humano não consegue aceitar a Deus por si só, mas depende da Graça; precisa ser alcançado.”

      Meu caro o pelagianismo é uma heresia, assim como foi heresia o gnosticismo, o arianismo, o iconoclastismo, protestantismo e etc...
      Eu sigo o ensinamento do Santo Papa Pio X que não era contaminado com o vírus do ecumenismo.
      O Papa São Pio X, quando determinou que fosse feito o juramento antimodernista também ensina:
      “Quinto: sustento com plena certeza e sinceramente professo que a Fé não é um cego sentimento (sensum) religioso que emerge da obscuridade do subconsciente (subconscientiae), por impulso do coração e inclinação da vontade moralmente formada, mas que é verdadeira adesão (assensum) da inteligência à verdade recebida de fora, pela pregação (ex auditu), pela qual cremos ser verdadeiro tudo o que foi dito, atestado e revelado pelo Deus pessoal, Criador e Senhor nosso, e o cremos por causa da Autoridade de Deus soberanamente veraz.” (DZ. 3542)

      A Graça divina se deu ao fato de Deus em sua imensa bondade e justiça se fez homem morreu na cruz para salvar o homem ressuscitou e edificou sua Santa Igreja Católica para ensinar aos homens o único caminho de Salvação eterna.

      Excluir
    9. Leonardo S. de Oliveira.27 de novembro de 2013 15:54

      “. A doutrina da predestinação parte desse ponto e o expande, mas sem negar a responsabilidade humana pelo pecado.
      Existem muitos textos bíblicos que fundamentam a predestinação e eu nunca vi uma refutação convincente a estes textos.”

      Meu caro, continuo dizendo que essa “doutrina” da predestinação é só mais um fruto podre da árvore má do protestantismo.O Santo Batismo instituído por Nosso Senhor Jesus Cristo é uma graça que apaga o pecado original nos fazendo filhos adotivos de Deus, por isso ser predestinado ao céu ou ao inferno devido ao pecado original é falso pois o Santo Batismo apaga esse pecado.

      Você como um exemplo de herege protestante afirma que existem textos bíblicos que que fundamentam a predestinação, claro que existe afinal, a heresia se baseia em escolher passagens bíblicas para fundamentar suas doutrinas malucas.Quanto ao fato de você não ver uma refutação convincente para essa loucura nada mais natural um protestante dizer isso.Os protestantes testemunhas de Jeová também até hoje não viram uma refutação convincente para as doutrinas malucas deles, assim como os protestantes da universal do “bispo” que diz que Deus não condena o aborto, assim também pensam os protestantes da Ku Klus Klan que usam de textos bíblicos para dar seguimento as suas doutrinas malucas racistas e etc...

      “Quero dizer com isso que é uma doutrina, por mais misteriosa e complexa que seja, que não pode ser chamada de loucura e simplesmente esquecida. Se vc quiser, podemos expandir esse tema. Não sei tudo, e uma posição contrária é sempre boa para a reflexão.”

      Dois homens hereges Lutero e Calvino inventam uma “doutrina” maluca dessas e você vem me dizer que não é loucura ?

      O subjetivismo e o relativismo da heresia protestante é assustador.

      Excluir
    10. Leonardo S. de Oliveira.27 de novembro de 2013 15:54

      Não, meu caro, não quero expandir esse tema porque é herético e eu sou católico e sigo Verdades reveladas por Jesus Cristo e que são ensinadas pela sua Santa Igreja católica infalivelmente a mais de 2.000 anos.

      “As más conversações corrompem os costumes.” (I Cor XV,33)

      Em questões de Fé não existe posições contrárias, existem Verdades objetivas reveladas por Cristo que instituiu uma única Igreja para ensinar infalivelmente aos homens.

      A predestinação inventada pelos hereges Lutero e Calvino, são fábulas e São Paulo verdadeiro Ministro da Igreja Católica nós ensinou a evitar aos disseminadores de fábulas.

      Mas em uma coisa eu concordo em seu comentário, assim como você não sei tudo, portanto eu sigo a Santa Igreja Católica Apóstolica Romana, para não cair no erro do subjetivismo da heresia protestante e acabar defendendo doutrinas que vai contra o que Nosso Senhor ensinou e que Sua Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica ensina infalivelmente a mais de 2.000 anos.

      In Corde Jesu, semper.

      Ps: Lembre-se meu caro, o que o Papa São Pedro disse: “Nenhuma profecia das Escrituras é de interpretação particular.”
      E lembre-se mais ainda, os hereges Calvino e Lutero fizeram interpretação particular das Escrituras desobedecendo a Deus e ao seu Santo Papa.E Jesus Cristo disse:
      “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.”
      A heresia protestante rejeita a Deus.

      Excluir
    11. Leonardo S. de Oliveira.27 de novembro de 2013 16:23

      Só o fato de nós dois termos posições contrárias ao lermos a Bíblia sobre essa "doutrina" maluca do herege Calvino é a prova cabal que todo protestantismo é uma fraude.

      Os princípios da sola scriptura e livre exame dizem ao mesmo tempo que toda verdade se encontra na Bíblia e que ao lermos a Bíblia a pessoa é guiada pelo Espírito Santo e é ajudada na interpretação.Pois bem como você mesmo disse temos posições contrárias sobre o assunto, você implicitamente deu a prova que o protestantismo é uma fraude.

      E como você se diz cristão, deve saber que quando dois irmãos estão em desacordo Cristo mandou ir a Sua Santa Igreja Católica que é a coluna sustentáculo da Verdade para dar o veredicto final.E sabe que quem não escuta a Santa Igreja Catolica é pagão ou herege.

      Pois bem a Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica Romana no seu Concílio de Trento, realizado de 1545 a 1563, condenou todo o protestantismo como anátema.


      E Jesus Cristo disse:
      “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.”

      Excluir
    12. Leonardo S. de Oliveira.27 de novembro de 2013 16:28

      Tudo que Nosso Senhor disse nas Sagradas Escrituras são Dogmas de Fé e tem que ser seguido a risca.Quem não obedece aos mandamentos do Deus encarnado não é cristão.

      "Por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando? "

      "Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos em teu nome? Em teu nome não expulsamos demônios e não realizamos muitos milagres?Então eu lhes direi claramente: Nunca os conheci. Afastem-se de mim vocês que praticam o mal!"

      Excluir
    13. Leonardo S. de Oliveira.27 de novembro de 2013 16:44

      Meu caro Filipe Santos, " Tu és mestre de Israel, e não sabes isto? " ( São João III,10)

      Excluir
    14. Filipe,

      Acredito que esta página lhe será útil: http://www.googlecatolico.com.br/search.php?cx=007958980442961886166%3A95oleyilru4&ie=ISO-8859-1&q=predestina%C3%A7%C3%A3o#.UpZ_WNJDu6N

      Excluir
    15. São Tomás de Aquino sobre a predestinação: http://permanencia.org.br/drupal/node/361

      Excluir
    16. Dileto Leonardo S. Oliveira, tenho acompanhado os interessantes debates nos comentários deste valoroso blog e vejo que tens iniciado quase todas as tuas mensagens com a saudação "salve Maria co-redentora". Quero deixar registrado que sou católico apostólico romano, filho amantíssimo e devoto da Santíssima Virgem, em especial pela invocação de Nossa Senhora de Lourdes, sou consagrado a Maria e me coloco sob sua poderosa proteção e amparo todos os dias, mas sou contra a aprovação do dogma de "Maria Corredentora". No meu entendimento é antibíblico, anti-patrístico, contrário a toda a tradição da Igreja desde os tempos apostólicos até hoje. O papel de Maria na redenção é muito importante e todo cristão está obrigado a admitir isso, mas Jesus Cristo é "O" Redentor, somente ele e ninguém mais, nem mesmo a Rainha do Céu. Todos os documentos da Igreja sempre afirmaram isso, bem como todos os catecismos e a Sagrada Escritura. Se um dia a Igreja adotar esse dogma, irei fielmente aceitá-lo e confessá-lo como filho obediente, mas acho que seria motivo de muita confusão e incompreensão, e alargaria ainda mais o fosso da separação entre cristãos. Precisamos admoestar os desviados com carinho, com cuidado fraternal não abaixo de pancadas. O título de Corredentora não é claro e é necessário amadurecer a discussão teológica a respeito. Como ele seria entendido? Aí está o grande problema.
      Em Cristo..
      Gustavo

      Excluir
    17. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:23

      Prezado Gustavo, Salve Santíssima Virgem Imaculada Maria, Mãe de Deus, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      “Quero deixar registrado que sou católico apostólico romano, filho amantíssimo e devoto da Santíssima Virgem, em especial pela invocação de Nossa Senhora de Lourdes, sou consagrado a Maria e me coloco sob sua poderosa proteção e amparo todos os dias, mas sou contra a aprovação do dogma de "Maria Corredentora".

      Essa é a primeira vez que alguém que se diz “filho amantíssimo e devoto da Santíssima Virgem” se mostra incomodado com minha saudação à criação mais perfeita de Deus, onde até um anjo a saúda.

      Na obra de nosso resgate Jesus não fez uma parte e Maria a outra, preste bem atenção. Ela não é co-redentora dessa forma. Os dois reunidos desempenham a obra.
      Conforme o papa Pio X, o que Cristo nos mereceu como justiça, isto também Maria nos mereceu, mas com título inferior.
      Leão XIII resume esta doutrina quando diz que: Maria esteve associada na obra dolorosa da redenção do gênero humano.
      Pio X também diz que Maria é a: reparadora do mundo.
      Pois saibas, meu caro, que A Virgem Santíssima Imaculada Maria é co-redentora sim pois Deus que poderia vir ao mundo do jeito que quiser escolheu a sua maior obra de arte da criação para vir ao mundo.Deus escolheu A Virgem Santíssima como co-redentora e nem você que se diz “filho amantíssimo” dela e nem os hereges protestantes pode contestar.

      Excluir
    18. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:24

      A Virgem Santíssima Maria é co-redentora e também a porta do céu.

      A Virgem Mãe de Deus é sim a PORTA DO CÉU.
      É Porta do Céu, porque foi por essa porta - como explicou Santo Ambrósio na citação que lhe dei acima - foi por essa porta que Deus desceu até nós. Portanto, para ir até Deus é preciso passar por essa mesma porta. Por Maria, Cristo veio ao mundo. Só por Maria se vai do mundo até Cristo, no Céu.
      E, para concluir, e demonstrar-lhe que sempre na Igreja se honrou a Mãe de nosso único Deus Jesus Cristo, cito-lhe o discurso de São Cirilo de Alexandria no Concílio de Éfeso para combater o herege Nestório, o negador da dignidade de Maria.
      "Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição! Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe, por virtude que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele tomou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebesse sem concurso de varão, e foi divino teu parto."
      "Salve Maria, templo santo, como o chama o profeta Daví, quando diz: "O teu templo é santo e admirável em sua justiça" (SlLXIV, 6)
      "Salve Maria, criatura mais preciosa da criação; salve, Maria, puríssima pomba; salve, Maria, lâmpada inextinguível; salve, porque de ti nasceu o sol de justiça".
      "Salve, Maria, morada da infinitude, que encerraste em teu seio o Deus infinito, o Verbo unigênito, produzindo sem arado e sem semente a espiga incorruptível!"
      "Salve, Maria, mãe de Deus, aclamada pelos profetas, bendita pelos pastores, quando, com os anjos, cantaram o sublime hino de Belém: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens de boa vontade" (Lc. II, 14).
      Salve, Maria, Mãe de Deus, alegria dos anjos, júbilo dos arcanjos que te glorificam no céu!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus: por ti adoraram a Cristo os Magos guiados pela estrela do Oriente; salve, Maria, Mãe de Deus, honra dos apóstolos!"
      Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem João Batista, ainda que no seio de sua mãe, exultou de alegria, adorando como luzeiro a perene luz!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, que trouxesse ao mundo graça inefável, da qual diz São Paulo: "apareceu a todos os homens a graça de Deus salvador" (Tt. II, 1).
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, que fizesse brilhar no mundo aquele que é luz verdadeira, a nosso Senhor Jesus Cristo, que diz em seu Evangelho: "Eu sou a luz do mundo" (Jo. VIII, 12).
      "Deus te salve, Mãe de Deus, que alumiaste aos que estavam nas trevas e sombras de morte; porque o povo que jazia nas trevas viu uma grande luz (Is. IX,2), uma luz não outra senão Jesus Cristo, nosso Senhor, luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a esse mundo (Jo. I, 9).
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem se apregoa no evangelho: "bendito que vem em nome do Senhor" (Mt. XXI, 9), por quem se encheram de igrejas nossas cidades, campos e vilas ortodoxas!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o vencedor da morte e o destruidor do inferno!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o autor da criação e o restaurador das criaturas, o Rei dos Céus!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem floresceu e refulgiu o brilho da ressurreição!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem luziu o sublime batismo da santidade no Jordão!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem o Jordão e o batista foram santificados e o demônio foi destronado!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem é salvo todo espírito fiel!"
      (São Cirilo de Alexandria, PG. LXXVII, 1029 -1040, apud C. Folch Gomes, Antologia dos Santos Padres, ed. Paulinas, São Paulo, 1973, pp.389-390).

      Excluir
    19. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:24

      “Se um dia a Igreja adotar esse dogma, irei fielmente aceitá-lo e confessá-lo como filho obediente, mas acho que seria motivo de muita confusão e incompreensão, e alargaria ainda mais o fosso da separação entre cristãos. Precisamos admoestar os desviados com carinho, com cuidado fraternal não abaixo de pancadas. O título de Corredentora não é claro e é necessário amadurecer a discussão teológica a respeito. Como ele seria entendido? Aí está o grande problema.
      Em Cristo..”

      Cristãos são os católicos (as) hereges não são cristãos.E entre os católicos e os hereges deve ser aberto um fosso bem fundo pois a Verdade não pode tolerar a mentira.

      O Trato com os hereges é por meio da apologética e mostrando os erros do protestantismo.A heresia leva ao inferno e o Concílio infalível de Trento condenou todo o protestantismo.

      Você me pergunta como o título co-redentora seria entendido?Meu caro, Deus escolheu a Santíssima Virgem Maria como co-redentora o que os hereges entende disso não me diz respeito.A única coisa que trato com os hereges é de polemizar com eles e defender a Honra da Virgem Santíssima Maria co-redentora, da Santa Igreja Católica e de Jesus Cristo.

      Não existe separação entre cristãos, a Igreja Católica é Una.O que existe é separação na heresia protestante.

      Os hereges protestantes que estiverem incomodados com o fato de Deus ter escolhido a Virgem Santíssima como co-redentora que se convertam ao a ÚNICA IGREJA DE CRISTO QUE É A SANTA IGREJA CATÓLICA APÓSTOLICA ROMANA.

      Não pode ter Deus como Pai no céu quem não tem a Santíssima Virgem Maria co-redentora como mãe.

      Excluir
    20. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:25

      Recomendo aos hereges que não “entenderem” porque a Mãe Santíssima de Deus é co-redentora leiam o Tratado da Verdadeira Devoção à Nossa Senhora. O Amor da Sabedoria Eterna. São Luís Maria Grignion de Montfort.

      Afinal quem não aceita que a Virgem Santíssima Maria Imaculada seja co-redentora é a serpente e sua descendência.


      “Porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua descendência e a sua descendência; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.” (Gênesis III,15)

      Meu caro, você precisa ler urgentemente a obra de São Tomás de Aquino, O Perigo de Conviver com hereges. Quaestiones quodlibeatales, quodlibeto 10, q.7,a.(15),c

      Para terminar e deixar os filhos da serpente revoltados repito com prazer e galhardia:

      SALVE SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA IMACULDA, MÃE DE DEUS, CO-REDENTORA POIS TROUXE AO MUNDO O REDENTOR!!

      A Virgem Mãe de Deus é sim a PORTA DO CÉU.

      Excluir
    21. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:26

      É Porta do Céu, porque foi por essa porta - como explicou Santo Ambrósio na citação que lhe dei acima - foi por essa porta que Deus desceu até nós. Portanto, para ir até Deus é preciso passar por essa mesma porta. Por Maria, Cristo veio ao mundo. Só por Maria se vai do mundo até Cristo, no Céu.
      E, para concluir, e demonstrar-lhe que sempre na Igreja se honrou a Mãe de nosso único Deus Jesus Cristo, cito-lhe o discurso de São Cirilo de Alexandria no Concílio de Éfeso para combater o herege Nestório, o negador da dignidade de Maria.
      "Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição! Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe, por virtude que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele tomou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebesse sem concurso de varão, e foi divino teu parto."
      "Salve Maria, templo santo, como o chama o profeta Daví, quando diz: "O teu templo é santo e admirável em sua justiça" (SlLXIV, 6)
      "Salve Maria, criatura mais preciosa da criação; salve, Maria, puríssima pomba; salve, Maria, lâmpada inextinguível; salve, porque de ti nasceu o sol de justiça".
      "Salve, Maria, morada da infinitude, que encerraste em teu seio o Deus infinito, o Verbo unigênito, produzindo sem arado e sem semente a espiga incorruptível!"
      "Salve, Maria, mãe de Deus, aclamada pelos profetas, bendita pelos pastores, quando, com os anjos, cantaram o sublime hino de Belém: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens de boa vontade" (Lc. II, 14).
      Salve, Maria, Mãe de Deus, alegria dos anjos, júbilo dos arcanjos que te glorificam no céu!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus: por ti adoraram a Cristo os Magos guiados pela estrela do Oriente; salve, Maria, Mãe de Deus, honra dos apóstolos!"
      Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem João Batista, ainda que no seio de sua mãe, exultou de alegria, adorando como luzeiro a perene luz!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, que trouxesse ao mundo graça inefável, da qual diz São Paulo: "apareceu a todos os homens a graça de Deus salvador" (Tt. II, 1).
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, que fizesse brilhar no mundo aquele que é luz verdadeira, a nosso Senhor Jesus Cristo, que diz em seu Evangelho: "Eu sou a luz do mundo" (Jo. VIII, 12).
      "Deus te salve, Mãe de Deus, que alumiaste aos que estavam nas trevas e sombras de morte; porque o povo que jazia nas trevas viu uma grande luz (Is. IX,2), uma luz não outra senão Jesus Cristo, nosso Senhor, luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a esse mundo (Jo. I, 9).
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem se apregoa no evangelho: "bendito que vem em nome do Senhor" (Mt. XXI, 9), por quem se encheram de igrejas nossas cidades, campos e vilas ortodoxas!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o vencedor da morte e o destruidor do inferno!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o autor da criação e o restaurador das criaturas, o Rei dos Céus!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem floresceu e refulgiu o brilho da ressurreição!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem luziu o sublime batismo da santidade no Jordão!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem o Jordão e o batista foram santificados e o demônio foi destronado!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem é salvo todo espírito fiel!"

      In corde Iesu et Mariae

      Ps: será que eu corro o risco de ser excomungado da igreja conciliar neo-protestante modernista por dizer que a Virgem Santíssima Imaculada Maria, Mãe de Deus, co-redentora ?
      Não duvido nada tem católico d igreja conciliar que afirma que Cristo Deus não é católico.

      Excluir
    22. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:34

      Pequeno Catecismo da Virgem Santíssima – Charles Journet; Ave Maria, 1996

      Capítulo III – Maria, Mãe dos homens

      Maria, nossa Mãe segundo a graça

      Maria nos dá Jesus, fonte da graça

      Maria, co-redentora

      Maria, medianeira de todas as graças

      9. Jesus não é nosso único Salvador, nosso único Mediador, nosso único Redentor?
      Sim. Jesus, que é Deus, é nosso único Salvador: Ele que salva primeiro a Virgem, e a envia em nosso socorro.
      Jesus, que é Deus, é o único Mediador que nos pode resgatar, o que vem a ser: dar ao Pai celeste uma compensação infinita por nossos pecados. Ele é, de acordo com São Paulo, “o único Mediador… que se entregou em resgate por nós” (I Timóteo II, 5-6). A Virgem, que é a mais santa das criaturas, não podia dar ao Pai celeste senão mais santa das orações finitas.
      Assim Jesus é o nosso único Redentor e a Virgem é nossa suprema co-redentora.
      Jesus, que é Deus, é nosso único Mediador na linha da redenção infinita; e a Virgem, que é criatura, é nossa suprema mediadora na linha da co-redenção finita.

      Excluir
    23. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 00:43

      Meu caro Gustavo, vendo sua preocupação com os hereges protestantes, você deve saber que a má árvore do protestantismo gerou milhares de seitas com doutrinas diferentes.

      Permiata-me te mostrar uma resposta do Santo João Batista sobre as árvores más:

      "Já está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto, é cortada e lançada ao fogo."

      Você deve saber também que Nosso Senhor odiava a heresia do nicolaítas.

      Então em vez de ser ecumênicos com os hereges que ofendem a Mãe de Deus co-redentora mostre os erros do protestantismo e faça eles voltarem a Santa Imaculada Igreja Católica, FORA DA QUAL NÃO HÁ SALVAÇÃO!!!

      In corde Iesu et Mariae,semper, semper.

      Excluir
    24. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 01:08

      O Verbo se fez carne para nossa salvação, Maria Santíssima contribui para isto ( escolhida pelo Próprio Deus), pois a carne de Cristo é carne de Maria Santíssima, o sangue de Cristo é sangue de Maria Santíssima, pela íntima união que há entre o Filho e Mãe, a mesma união que há entre o fruto e a árvore que o produz, e por isto lhe diz Santa Izabel, falando cheia de Espírito Santo:" Bendita és tú entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre"

      SALVE SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA IMACULADA,MÃE DE DEUS,CO-REDENTORA POIS TROUXE AO MUNDO O REDENTOR.

      E os incomodados, que se convertam!!!!!

      Excluir
    25. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 01:11

      O Verbo se fez carne para nossa salvação, Maria Santíssima contribui para isto ( escolhida pelo Próprio Deus), pois a carne de Cristo é carne de Maria Santíssima, o sangue de Cristo é sangue de Maria Santíssima, pela íntima união que há entre o Filho e Mãe, a mesma união que há entre o fruto e a árvore que o produz, e por isto lhe diz Santa Izabel, falando cheia de Espírito Santo:" Bendita és tú entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre"

      SALVE SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA IMACULADA,MÃE DE DEUS,CO-REDENTORA POIS TROUXE AO MUNDO O REDENTOR.

      E os incomodados, que se convertam!!!!!

      Excluir
    26. Alguns não suportam que se discorde de si, nem que seja respeitosamente. É uma característica dos filhos únicos. Eu que tive dois irmãos e quatro irmãs aprendi desde cedo que se ganha muito mais dialogando com carinho e brandura do que com socos e pontapés. Partindo para a agressividade, freqüentemente perde-se a razão.

      Para o Sr. Leonardo, discordou dele é "herege"! Tenho visto como alguns participantes bem intencionados que procuram o diálogo vêm sendo sistematicamente hostilizados por ele. Não é assim que se evangeliza, não é assim que o bom pastor reconduz as ovelhas desviadas ao redil. Se o pastor se aproxima lançando pedras, as ovelhas perdidas fogem, vão mais longe. É preciso chamar com suavidade, até com doçura, não aos berros de "herege! herege!" Se preciso, o bom pastor carrega as ovelhas perdidas nos ombros, mas nunca as maltrata. Este é o Cristo que conheço.

      Sobre o assunto da "corredenção" de Maria, Sr. Leonardo, eu conheço as obras que citaste, sei quanto são belas e foram importantes no pensamento da Igreja. Aliás, copiaste o trecho de um sítio da internet que eu também leio, e colaste aqui. Vê, eu também poderia citar mais de uma centena de documentos da Igreja, passagens da Sagrada Escritura e citações dos Padres da Igreja que contrariam a ideia de uma "corredentora". Seria fácil, mas eu não entrei aqui para medir forças, Não quero disputar "quem sabe mais", apenas expus respeitosamente meu ponto de vista.

      O que eu disse é que sou contra a proclamação deste dogma, porque o acho desnecessário e que vai gerar confusão. Não disse que Maria não seja, num sentido específico, corredentora. Estudando o sentido do título pelos que o propõem, vejo que tem uma explicação justa e coerente com a fé cristã, mas à primeira vista parece herético. Particularmente vejo grandes exageros nas devoções marianas do povo. Vejo uma obsessão em se querer igualar Maria a Jesus em tudo, e não é esse o sentido da verdadeira devoção. Não sei se é do conhecimento dos diletos leitores, mas existe um movimento – não pequeno - para se proclamar Maria “quarta pessoa da Santíssima Trindade”. Veja lá se isto não é heresia!

      Afinal, Sr. Leonardo, se eu sou herege por não compactuar do desejo pela proclamação deste dogma, então estou bem acompanhado, pois o Bem-aventurado papa João Paulo II e o nosso querido papa Bento XVI, mesmo tendo recebido uma enorme quantidade de pedidos para decretar este novo dogma, acharam por bem não fazê-lo. Eu, os papas e uma multidão de católicos fiéis, que pensam assim, somos todos hereges?

      Honrar Maria chamando-a corredentora é uma coisa, pois afinal ela o é. De certo modo, todo cristão que vive uma vida santa e faz penitência pela salvação das almas é “corredentor”, como disse São Paulo aos colossenses: “O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu corpo que é a Igreja”. Olha lá, Paulo também foi corredentor, juntamente com todos os mártires da Igreja, e não só os mártires, todos que são fiéis e jejuam e rezam!

      Meu receio é pela má compreensão do dogma, pela confusão que com certeza iria gerar. Mas reitero que, se vier um dia a ser proclamado, eu o confessarei com toda a reverência e piedade de que for capaz. Se isso não é suficiente para alguns, não me diz respeito. Estou mais preocupado com as contas que prestarei a Nosso Senhor um dia, e nesse sentido preciso viver em consonância com a minha consciência e com a fé da Igreja, não como quer o grupo “a”, “b” ou “c”.

      Excluir
    27. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:34

      Prezado Gustavo, Salve Santíssima Virgem Maria Imaculada, Mãe de Deus,co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      “Alguns não suportam que se discorde de si, nem que seja respeitosamente. É uma característica dos filhos únicos. Eu que tive dois irmãos e quatro irmãs aprendi desde cedo que se ganha muito mais dialogando com carinho e brandura do que com socos e pontapés. Partindo para a agressividade, freqüentemente perde-se a razão.”

      Meu caro, vocês ecumênicos , românticos,sentimentais e liberais podem discordar de mim “respeitosamente” e “desrespeitosamente” , tanto o elogio quanto as ofensas dos que tentam tirar a glória da Virgem Santíssima Maria co-redentora é indiferente para mim.Para falar a verdade eu prefiro ser desrespeitado e ofendido pelo os que odeiam a Virgem Santíssima e pelos os que se dizem “filho amantíssimo dela”.

      Quanto ao famoso diálogo maçônico tão em moda na igreja conciliar eu prefiro não tomar parte.
      O primeiro ecumênico dialogou com os inimigos de Cristo foi Judas.Ele dialogou com os hipócritas fariseus e entregou Nosso Senhor Jesus Cristo nas mãos dos seus inimigos.

      Os ecumênicos da igreja conciliar querem que Cristo dialogue com belial.

      Você ao me censurar pelo meu estilo de combater os hereges protestantes acaba condenando Nosso Senhor Jesus Cristo pois Ele não dialogou com os hipócritas fariseus, doutores da lei, escribas.

      Ele os chamou de sepulcros caiados, filhos do demônio, raça de víboras etc...

      Você deve também saber que Nosso Senhor Jesus Cristo expulsou os vendilhões do Templo a chicotadas.

      E hoje existe vendilhões piores que os vendilhões do tempo de Nosso Senhor, existem vendilhões da fé, que querem sujar o depósito sagrado da Fé confiada a Santa Igreja Católica misturando com as “doutrinas” imundas e heréticas do protestantismo.

      Vejo também que você acha o meu estilo combativo aos hereges incompatível com o cristianismo e o combate aos hereges com energia faz com que se perca a razão...bem eu não sou santo mas vejamos o que os santos dizem sobre o combate as heresias:

      "Vamos! Aprontemos-nos para combater os ímpios anomeus. Se eles se indignarem com a designação de ímpios, fujam da impiedade e eu retiro o nome; renunciem aos pensamentos incrédulos e eu desistirei do apelativo injurioso. Se, porém, eles pelas obras profanam a fé e não se escondem, cobertos de vergonha, debaixo da terra, por que se irritam contra nós, que condenamos com palavras o que eles manifestam com ações?" (São João Crisóstomo, Da incomprensibilidade de Deus, Homilia 2. Ed. Paulus, p. 33)

      Excluir
    28. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:35

      Os Apóstolos, os Santos, os Padres da Igreja, e até Nosso Senhor Jesus Cristo foram mestres na arte de xingar apropriadamente os traidores obstinados da fé. Xingar corretamente, na ocasião apropriada, não é anti-bíblico. Evidentemente que não se trata daquele xingamento vulgar, corriqueiro, mas daquele que em ocasiões apropriadas, "dá nome aos bois" e desvela sua malícia.

      Nosso Senhor, apenas em Mateus 23 xinga 16 vezes os escribas e fariseus. Os nomes são “hipócritas” (7 vezes), “filhos do inferno” (1), “guias cegos” (duas), “tolos e cegos” (3 vezes), “sepulcros caiados” (1), “serpentes” (1) e “raça de víboras”. Ora, se Cristo era isento de pecado, podemos concluir que xingar como tal não é um pecado. Se tudo o que ele fez foi justo e virtuoso, podemos deduzir que xingar corretamente pode ser uma virtude.

      Mas vejamos outros exemplos. São João, apóstolo do amor, chama determinadas pessoas de “mentirosas” e “anticristos”. São Paulo, em 1 Timóteo 4.2 se refere aos “mentirosos hipócritas” e em 5.13 ele fala das “fofoqueiras e indiscretas”. O apóstolo ainda usa os seguintes xingamentos: “servidores de Satanás” (2Cor 11,13-15), "inimigos da cruz" (Fp 3.18), “Descabeçados” (Gl 3,1), “doidos” (2Cor 11,19) e “insensatos” (Rm 2,20 ). Aqueles que já foram infectados pelo vírus do politicamente correto e ficam chocados com os xingamentos, deveriam objetar à prática de Jesus, São Paulo e São João, e de muitos outros.

      Os xingamentos perpassam toda a Sagrada escritura. Os termos “insensato”. (Gênesis 31,28), “imbecil”, “tolo” ( Provérbios 17,21) estão por toda parte. O profeta Ezequiel falava se referia aos “maquinadores de perversidades”, e aos “difusores de maus conselhos” (Ezequiel 11,2). Os Padres da Igreja usavam xingamentos sempre que achavam necessário. Demonstravam que as regras de polidez podem ser quebradas quando a integridade da fé é colocada em jogo.

      Santo Inácio de Antioquia usava “lobos” (Filadelfienses 2), “feras na forma humana” (Esmirniotas, 4), “defensores da morte” (Ermirniotas 5) contra os traidores. São Policarpo de Esmirna, em Filipenses 7 chamava-os de “Primogênito de satanás”. São Jerônimo tinha todo um bestiário para designar os inimigos da fé: “asnos bípedes”, “cães furiosos”, “cachorros de Cila”, “insetos”, “porcos”, “escorpiões”, “ave de mau agouro”, “animal mudo, mas venenoso”, “cobra”, “cão que volta ao seu próprio vômito”, “víbora”. (Cf. SPANNEUT, Michel. Os Padres da Igreja 2, Ed. Loyola, p.189)

      Citei só alguns mas existe muitos mais, sua tese romântica e sentimental não se sustenta.

      Fico aqui a me perguntar, será que Nosso Senhor Jesus Cristo, e os seus santos, “Partindo para a agressividade, freqüentemente perde-se a razão” ?

      Excluir
    29. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:36

      Prossigamos no seu...saboroso comentário romântico sentimental.

      “Para o Sr. Leonardo, discordou dele é "herege"! Tenho visto como alguns participantes bem intencionados que procuram o diálogo vêm sendo sistematicamente hostilizados por ele. Não é assim que se evangeliza, não é assim que o bom pastor reconduz as ovelhas desviadas ao redil. Se o pastor se aproxima lançando pedras, as ovelhas perdidas fogem, vão mais longe. É preciso chamar com suavidade, até com doçura, não aos berros de "herege! herege!" Se preciso, o bom pastor carrega as ovelhas perdidas nos ombros, mas nunca as maltrata. Este é o Cristo que conheço.”

      Alto lá católico sentimental, eu não chamo de herege quem discorda de mim, chamo de herege todo aqueles que deturpam o que Nosso Senhor ensinou e o que Sua Santa Igreja Católica Apostólica Romana sempre ensinou em mais de 2.000 anos.Eu não sou a Igreja Católica eu sou apenas um leigo que decidiu defender sua Santa Mãe dos ataques dos hereges (até dos hereges modernistas que se travestem de católicos como ensinou o Santo Papa Pio X), ateus, pagãos que vivem sempre caluniando e difamando a Esposa do Cordeiro.

      O jeito certo de Evangelizar é dizendo a Verdade apontando e não esse sentimentalismo romântico que impera na igreja conciliar.

      Eu fui uma ovelha desviada da Igreja Católica que deu ouvidos as calúnias e difamações que os anticatólicos (ateus, hereges e pagãos) sempre despejaram contra a Santíssima Mãe Igreja Católica.Graças a um católico de verdade que me ensinou que a Verdadeira Igreja Católica não era nada disso que os anticatólicos diziam dela que recuperei minha Fé e o amor a Santa Imaculada Igreja Católica Apostólica Romana.Eu prometi ao meu Senhor Jesus Cristo que eu seria como São Jorge e Santo Atanásio que defenderam a Sua Santíssima Igreja Católica dos seus inimigos numerosos .E não vai ser um católico sentimental e romântico como você adepto do ecumenismo maçônico que vai mudar minha promessa ao meu Salvador.

      E não te falaram que doçura demais causa diabetes ?

      Olha o que São Paulo Bispo da Igreja Católica mandou fazer com os hereges que ofendiam a Deus:

      "Porque há ainda muitos desobedientes, vãos faladores e sedutores, principalmente entre os da circuncisão -- [os judeus] -- aos quais é necessário fechar a boca" (São Paulo, Epíst. a Tito, I, 10-11).
      Mas que falta de caridade! diria o senhor, e que desrespeito aos direitos humanos, diriam outros...
      Mas, graças a Deus, São Paulo tem bem mais autoridade do que o senhor e do que todos esses outros!
      E continua São Paulo:
      ".. fechar a boca, a eles que transtornam casas inteiras, ensinando o que não convém, por amor de um vil interesse. (... ) Portanto, repreende-os duramente" - Increpa illos dure! " (Ep. a Tito, I, 11- 13).

      Será que São Paulo também perdeu a razão?

      Excluir
    30. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:36

      Bem, o Cristo que você aprendeu foi o que foi ensinado pela igreja conciliar, que seus clérigos beijam alcorão, queima incenso para deuses pagãos, que promovem ecumenismo com hereges que foram excomungados pelo Concílio Dogmático de Trento.

      O Cristo que eu aprendi com um verdadeiro católico tradicional é o Cristo que não dialoga com a mentira, o erro, que enfrenta os religiosos hipócritas com xingamentos e expulsa os vendilhões do Templo a chicotadas.

      “Sobre o assunto da "corredenção" de Maria, Sr. Leonardo, eu conheço as obras que citaste, sei quanto são belas e foram importantes no pensamento da Igreja. Aliás, copiaste o trecho de um sítio da internet que eu também leio, e colaste aqui. Vê, eu também poderia citar mais de uma centena de documentos da Igreja, passagens da Sagrada Escritura e citações dos Padres da Igreja que contrariam a ideia de uma "corredentora". Seria fácil, mas eu não entrei aqui para medir forças, Não quero disputar "quem sabe mais", apenas expus respeitosamente meu ponto de vista. “

      Sim copiei para te mostrar que tem católicos que assim como eu chamam a Virgem Santíssima Maria co-redentora.Realmente estou estupefato com um católico que quer tirar a glória da maior obra da criação de Deus.Você para ser um herege protestante só falta dizer que a Santíssima Imaculada Maria, mãe de Deus, co-redentora, é uma deusa pagã ou uma diaba.Os seus amiguinhos hereges protestantes vivem chamando a Virgem Santíssima Maria desses nomes.

      Libera me Domine de católicos como esse Gustavo.

      Seu comentário é a prova que católico você não é, você é um Homo Posconcíliarius, que assim como os hereges se incomodam com os Títulos da Mãe de Deus e nossa mãe.

      Eu não demais e tampouco fico medindo forças , eu dentro de minha limitada intelectualidade defendo a Cristo, Sua Igreja Católica, e Sua Santíssima Virgem Maria co-redentora.Repito o que minha Santa Mãe Igreja Católica sempre ensinou.

      Seu ponto de vista é ponto de vista de hereges protestantes que se incomodam com os Títulos que os filhos da Santíssima Maria dão a ela para honrá-la.Pois ao venerar a obra (Virgem Maria Santíssima Imaculada,mãe de Deus, co-redentora) , se venera o autor da obra que é Deus.

      Excluir
    31. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:37

      “O que eu disse é que sou contra a proclamação deste dogma, porque o acho desnecessário e que vai gerar confusão. Não disse que Maria não seja, num sentido específico, corredentora. Estudando o sentido do título pelos que o propõem, vejo que tem uma explicação justa e coerente com a fé cristã, mas à primeira vista parece herético. Particularmente vejo grandes exageros nas devoções marianas do povo. Vejo uma obsessão em se querer igualar Maria a Jesus em tudo, e não é esse o sentido da verdadeira devoção. Não sei se é do conhecimento dos diletos leitores, mas existe um movimento – não pequeno - para se proclamar Maria “quarta pessoa da Santíssima Trindade”. Veja lá se isto não é heresia!”

      Você é contra aos Títulos da Mãe de Deus assim como os hereges protestantes que você tanto defende. Você para ser protestante só falta assumir que é um, pois você se encaixa no perfil do hereges modernista que se travestem de católicos.

      Vou rogar a Virgem Santíssima para te perdoar por dizer tantas heresias contra a Ela.

      Libera me Domine de “católicos” como esse Gustavo.

      “Afinal, Sr. Leonardo, se eu sou herege por não compactuar do desejo pela proclamação deste dogma, então estou bem acompanhado, pois o Bem-aventurado papa João Paulo II e o nosso querido papa Bento XVI, mesmo tendo recebido uma enorme quantidade de pedidos para decretar este novo dogma, acharam por bem não fazê-lo. Eu, os papas e uma multidão de católicos fiéis, que pensam assim, somos todos hereges?”

      Desde quando a Verdade depende do número dos que acreditam nela?
      Você é um herege filho da serpente e assim como todo herege modernista neo-protestante se escandaliza com os Títulos daquela que é co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      Mais uma vez vou repetir o que dois Papas que não participaram da farsa neo-protestante do concílio vaticano II, disse:

      Na obra de nosso resgate Jesus não fez uma parte e Maria a outra, preste bem atenção. Ela não é co-redentora dessa forma. Os dois reunidos desempenham a obra.
      Conforme o papa Pio X, o que Cristo nos mereceu como justiça, isto também Maria nos mereceu, mas com título inferior.
      Leão XIII resume esta doutrina quando diz que: Maria esteve associada na obra dolorosa da redenção do gênero humano.
      Pio X também diz que Maria é a: reparadora do mundo.

      Estrebuche de raiva modernista neo-protestante.

      Excluir
    32. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:37

      “Honrar Maria chamando-a corredentora é uma coisa, pois afinal ela o é. De certo modo, todo cristão que vive uma vida santa e faz penitência pela salvação das almas é “corredentor”, como disse São Paulo aos colossenses: “O que falta às tribulações de Cristo, completo na minha carne, por seu corpo que é a Igreja”. Olha lá, Paulo também foi corredentor, juntamente com todos os mártires da Igreja, e não só os mártires, todos que são fiéis e jejuam e rezam!”

      Ora, você é muito contraditório, você me escreve incomodado pelo fato de eu iniciar meus combates com os hereges protestantes chamando a Virgem Santíssima de co-redentora e depois diz “Honrar Maria chamando-a corredentora é uma coisa, pois afinal ela o é”, meu caro, ou ela é ou não é co-redentora, se decida.

      Cristão de verdade é que guarda os Mandamentos de Nosso Senhor, que defende a Honra da Igreja Católica Apostólica Romana, que Honra a Santíssima Virgem Maria co-redentora que nos foi dada como mãe pelo Próprio Cristo na Cruz.E nos Mandamentos está escrito HONRAR PAI E MÃE.

      O fato de você se incomodar e depois se contradizer dizendo que a Santíssima Virgem Maria é co-redentora só mostra que você é sim um herege modernista neo-protestante e o Santo Papa Pio X já alertava contra “católicos” como você.

      “Meu receio é pela má compreensão do dogma, pela confusão que com certeza iria gerar. Mas reitero que, se vier um dia a ser proclamado, eu o confessarei com toda a reverência e piedade de que for capaz. Se isso não é suficiente para alguns, não me diz respeito. Estou mais preocupado com as contas que prestarei a Nosso Senhor um dia, e nesse sentido preciso viver em consonância com a minha consciência e com a fé da Igreja, não como quer o grupo “a”, “b” ou “c”.”

      Seu receio romântico, sentimental, neo-protestante, herege modernista é desagradar o que vocês chamam de “irmãos separados” que confundem a veneração a Santíssima Virgem Maria co-redentora com latria.

      São Paulo nos ensina a dar honras e glórias a todos que fazem o bem.Ora, a Virgem Santíssima Imaculada nos concedeu o melhor Bem Cristo Salvador dos homens.

      Lamentável uma pessoa que se diz católica se incomodar com a veneração a Virgem Santíssima que foi escolhida pelo Próprio Deus para ser co-redentora na obra de Salvação da humanidade.
      Não existe grupo na Igreja Católica Apostólica Romana.O que existem são verdadeiros católicos tradicionais que são a resistência contra essa igreja conciliar e que seus seguidores dizem que Cristo não é católico e que se incomodam com o fato da Virgem Santíssima ser co-redentora com medo de gerar confusão na cabeças dos anticatólicos.Passar bem, “católico” neo-protestante, sentimental e romântico.

      Excluir
    33. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:37

      Mas passe bem longe de mim, pois de católicos modernistas neo-protestantes contraditórios como você eu quero distancia.

      E para terminar e deixar você neo-protestante e seus amigos hereges protestantes bufando de ódio, repito com galhardia:

      SALVE SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA IMACULADA, MÃE DE DEUS, CO-REDENTORA POIS TROUXE AO MUNDO O REDENTOR!!

      A Virgem Mãe de Deus é sim a PORTA DO CÉU.

      "Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição! Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe, por virtude que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele tomou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebesse sem concurso de varão, e foi divino teu parto."
      "Salve Maria, templo santo, como o chama o profeta Daví, quando diz: "O teu templo é santo e admirável em sua justiça" (SlLXIV, 6)
      "Salve Maria, criatura mais preciosa da criação; salve, Maria, puríssima pomba; salve, Maria, lâmpada inextinguível; salve, porque de ti nasceu o sol de justiça".
      "Salve, Maria, morada da infinitude, que encerraste em teu seio o Deus infinito, o Verbo unigênito, produzindo sem arado e sem semente a espiga incorruptível!"
      "Salve, Maria, mãe de Deus, aclamada pelos profetas, bendita pelos pastores, quando, com os anjos, cantaram o sublime hino de Belém: "Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens de boa vontade" (Lc. II, 14).
      Salve, Maria, Mãe de Deus, alegria dos anjos, júbilo dos arcanjos que te glorificam no céu!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus: por ti adoraram a Cristo os Magos guiados pela estrela do Oriente; salve, Maria, Mãe de Deus, honra dos apóstolos!"
      Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem João Batista, ainda que no seio de sua mãe, exultou de alegria, adorando como luzeiro a perene luz!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, que trouxesse ao mundo graça inefável, da qual diz São Paulo: "apareceu a todos os homens a graça de Deus salvador" (Tt. II, 1).
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, que fizesse brilhar no mundo aquele que é luz verdadeira, a nosso Senhor Jesus Cristo, que diz em seu Evangelho: "Eu sou a luz do mundo" (Jo. VIII, 12).
      "Deus te salve, Mãe de Deus, que alumiaste aos que estavam nas trevas e sombras de morte; porque o povo que jazia nas trevas viu uma grande luz (Is. IX,2), uma luz não outra senão Jesus Cristo, nosso Senhor, luz verdadeira que ilumina todo homem que vem a esse mundo (Jo. I, 9).
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem se apregoa no evangelho: "bendito que vem em nome do Senhor" (Mt. XXI, 9), por quem se encheram de igrejas nossas cidades, campos e vilas ortodoxas!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o vencedor da morte e o destruidor do inferno!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem veio ao mundo o autor da criação e o restaurador das criaturas, o Rei dos Céus!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem floresceu e refulgiu o brilho da ressurreição!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem luziu o sublime batismo da santidade no Jordão!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem o Jordão e o batista foram santificados e o demônio foi destronado!"
      "Salve, Maria, Mãe de Deus, por quem é salvo todo espírito fiel!"
      (São Cirilo de Alexandria, PG. LXXVII, 1029 -1040, apud C. Folch Gomes, Antologia dos Santos Padres, ed. Paulinas, São Paulo, 1973, pp.389-390).

      Ates importa agradar a Deus e a Sua Santíssima Mãe que aos homens e principalmente a hereges modernistas e hereges protestantes.

      In corde Iesu et Mariae

      Excluir
    34. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:40

      Ps: para fazer ficar mais uma vez preocupado com o que os hereges protestantes vão achar da veneração a Virgem Santíssima Maria Imaculada, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor:

      O Verbo se fez carne para nossa salvação, Maria Santíssima contribui para isto ( escolhida pelo Próprio Deus), pois a carne de Cristo é carne de Maria Santíssima, o sangue de Cristo é sangue de Maria Santíssima, pela íntima união que há entre o Filho e Mãe, a mesma união que há entre o fruto e a árvore que o produz, e por isto lhe diz Santa Izabel, falando cheia de Espírito Santo:" Bendita és tú entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre"

      SALVE SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA IMACULADA,MÃE DE DEUS,CO-REDENTORA POIS TROUXE AO MUNDO O REDENTOR.

      E os incomodados, que se convertam!!!!!

      Excluir
    35. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:43

      O Rosário da Santíssima Virgem é a arma de todo verdadeiro católico. E todo verdadeiro católico é militante. Cristo estabeleceu a Igreja MILITANTE, e não a falsa igreja pacifista.
      Cristo instituiu um sacramento, o Crisma – que nos torna seus soldados. Para os que compreendem que o crisma deve ser vivido na luta pela defesa da Fé que Cristo deixou a espada. E a espada que Ele nos deixou não é para fazer tricô. É para combater.
      Porque só o combate para estabelecer a verdade e a justiça IMPÕE a ordem, e só com a ordem e a justiça existe a paz. A paz é obra da justiça. Opus justitiae, pax . Justiça e paz se beijaram (Sl.LXXXIV, 11) por que uma não existe sem a outra. E a justiça só se estabelece, muitas vezes, com o uso da espada. A espada da verdade.

      “Agora, quem não tem uma espada, venda o manto e compre uma” (S. Lucas XXII, 36).

      Excluir
    36. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:49

      Olha só o que o Santo Papa Pio X disse sobre o ecumenismo:

      Quando em 15 de julho de 1905 o Papa São Pio X mandou publicar o Catecismo Maior, para a diocese de Roma, quis que fosse de caráter obrigatório tanto para o uso público como privado da Província romana, e com o desejo de que ao menos fosse um texto unificado para toda a Itália.

      Nele, então, temos um guia seguro e claro para a exposição dos rudimentos de nossa fé que, como indiquei, quis o santo Papa que fosse de uso obrigatório no coração da cristandade.

      Em seu anexo Breve Resumo da História Eclesiástica, encontramos algumas passagens que coloca à mostra qual é o caráter dos hereges e cismáticos e como sempre agiu a Igreja a respeito deles, e portanto qual deve ser o verdadeiro caminho a seguir no ecumenismo.

      Exponho alguns fragmentos de dito Catecismo Maior:

      “Já nos tempos apostólicos houve homens perversos que, por interesse e ambição, turbavam a corrompiam no povo a pureza da fé com erros abomináveis. Opuseram-se-lhes os Apóstolos com a pregação, com os escritos e com as infalíveis sentenças do primeiro Concílio que celebraram em Jerusalém“.

      Excluir
    37. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:50

      Já no século V escrevia São Vicente de Lerins: “foi um fato sempre muito frequente na Igreja, que quanto mais religiosa era uma pessoa com mais facilidade saía ao encontro de novas invenções” (Commo. VI, 2).

      Ou seja, que diante dos hereges que corrompiam a fé dos mais simples, os Apóstolos se opuseram defendendo a Santa Fé com palavras, escritos e condenações. Nada de diálogos com os “irmãos separados”.

      “Desde então, aqui não cessou o espírito das trevas em seus venenosos ataques contra a Igreja e as verdades divinas de que é depositária indefectível; e suscitando constantemente novas heresias, foram atentando seguidamente contra todos os dogmas da religião cristã“.

      O “espírito das trevas”. Este é o maléfico indutor de todas as heresias.

      “O Protestantismo ou religião reformada, como orgulhosamente a chamam seus fundadores, é o compêndio de todas as heresias que houve antes dele, que houve depois e que pode ainda nascer para a ruína das almas“.

      Para a ruína das almas, são as heresias!

      Excluir
    38. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:51

      “Com uma luta que dura sem trégua há vinte séculos, não cessou a Igreja Católica de defender o depósito sagrado da verdade que Deus lhe encomendou e de amparar os fiéis contra o veneno das doutrinas heréticas”.

      A Igreja desde sempre “luta”, não dialoga -,“defende”, não entrega – o tesouro da fé que Deus lhe confiou, e protege os fiéis do veneno dos hereges.
      “À imitação dos Apóstolos, sempre que o exigiu a pública necessidade, a Igreja, congregada em Concílio ecumênico ou geral, definiu com toda claridade a verdade católica, propôs como dogma de fé a seus filhos e tirou de seu seio os hereges, lançando contra eles a excomunhão e condenando seus erros“.

      Sempre em conformidade com os Santos Padres:“Anatematizar aqueles que anunciam algo fora do que já foi uma vez recebido, nunca deixou de ser necessário; nunca deixará de ser necessário”. (S. Vicente de Lerins, Commo. IX, S)

      “O concílio que condenou o protestantismo foi o Sacrosanto Concílio de Trento, denominado assim pela cidade onde foi celebrado. Ferido com esta condenação, o protestantismo (…) encerra um apinhamento, o mais monstruoso, de erros privados e individuais, recolhe todas as heresias e representa todas as formas de rebelião contra a Santa Igreja Católica“.

      Conclusão: Seguindo o exemplo dos Apóstolos, a Igreja sempre condenou as heresias e expulsou de seu seio os hereges. Nada de diálogo, nem de “louvar a unidade na legítima diversidade” do falso ecumenismo, ou confraternizar publicamente em atos reprováveis com os hereges.

      O verdadeiro ecumenismo, a verdadeira caridade com os que estão no erro, é mostrar-lhes a verdade plena, e rezar por eles – não “com” eles – para que se convertam à verdadeira fé, tal e como rezava toda a santa Igreja na sagrada liturgia da Sexta-feira Santa:

      “Oremos também pelos hereges e cismáticos, para que Deus nosso Senhor os tire de todos os seus erros, e se digne trazê-los à santa Madre Igreja Católica e Apostólica”.

      “Oremos também pelos incrédulos judeus; para que Deus nosso Senhor aparte o véu de seus corações, e, eles também, reconheçam nosso Senhor Jesus Cristo”.

      Excluir
    39. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:51

      “Oremos também pelos pagãos, para que Deus Onipotente tire a perversidade de seus corações; e abandonando seus ídolos se convertam ao Deus vivo e verdadeiroe a seu único Filho e Senhor nosso Jesus Cristo”.

      CONVERSÃO de judeus, maometanos e pagãos; e RETORNO de hereges e cismáticos.

      Esta sim é nossa fé de sempre; a fé dos apóstolos; a fé que nos gloriamos de professar.

      Glória e adoração somente a Ti, Santíssima Trindade, único e verdadeiro Deus!

      Excluir
    40. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 13:56

      Para terminar, meu caro "católico" neo-protestante modernista, permita-me dizer a você e a todos os anticatólicos que:

      Seja nesse blog ou em outro blog, seja na minha vida pessoal, onde estiverem anticatólicos (ateus, hereges e hereges modernistas,pagãos) caluniando e difando Nosso Senhor Jesus Cristo, a Santíssima Virgem Imaculada Maria, mãe de Deus, co-redentora, e a Santa Igreja Católica, eu a defenderei se preciso entregando minha vida pela Verdade que me foi dada.

      Não dialogo com a mentira e o erro.

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
    41. Leonardo, Graça e Paz.

      Voltando a predestinação....
      Veja estes textos, retirado do site católico Veritatis Splendor.

      Temos, em primeiro lugar, as afirmações categóricas da Escritura: "Vinde benditos de meu Pai, possuir o reino que vos foi preparado desde a origem do mundo" [2]. Portanto, Deus desde toda eternidade preparou para os seus eleitos, seus bem-amados, a beatitude e a glória, e esta preparação é uma eleição; uma predestinação especial, porque ela não foi concedida a todos os homens, nem mesmo a todos os cristãos. S. Paulo é o Doutor da predestinação: "os que Deus predestinou, os chamou, os justificou, os glorificou" [3]. O Apóstolo atribui ao ato misterioso de Deus, chamado predestinação, três grandes efeitos: a vocação à salvação, a justificação pela graça, a glorificação no céu. Em outro texto ele volta a essa doutrina: "Deus nos escolheu no Cristo, antes da constituição do mundo, para que sejamos santos e imaculados aos seus olhos, na caridade; ele nos predestinou para que fôssemos seus filhos adotivos, por Jesus Cristo, segundo o bel prazer da sua vontade, para o louvor da glória de sua graça". [4]

      Mais explícito foi o concílio de Valença (855): "Nós confessamos firmemente a predestinação dos eleitos para a vida e a predestinação dos ímpios para a morte, mas com esta diferença: que na eleição dos que devem ser salvos, a misericórdia de Deus precede o mérito, enquanto que na condenação dos que se perderam, o demérito precede o justo julgamento de Deus. Pela predestinação Deus somente decretou o que ele mesmo deve fazer por sua misericórdia ou por seu justo julgamento. Para os maus Deus previu a malícia deles, porque ela vem deles mesmos. Ele não a predestinou porque a malícia não vem dele. Quanto à pena, que segue as suas obras más, ele a previu e a predestinou, porque ele é justo e coloca sobre todas as coisas, segundo a observação de Sto. Agostinho, uma sentença tão irrevogável quanto certa é sua presciência. Com o concílio de Orange nós lançamos o anátema a todos os que disserem que alguns homens são predestinados para o mal pelo poder de Deus"

      Como você percebe, a predestinação não nasceu do protestantismo e não pode ser negada. É verdade que Calvino tinha uma visão diferente em alguns pontos.
      Mas se vc não acredita nela, Leonardo, será que se tornou um herege? A meu ver, não. Primeiro porque creio que vc não conhecia a doutrina. E segundo porque heresia para mim são crenças que podem ameaçar a salvação do fiel. Crer ou não na predestinação, a meu ver, não tira a salvação de ninguém. Como creio que não tiraria a sua!

      Deus te abençoe.

      Excluir
    42. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 15:32

      Prezado sentimental romântico subjetivista e relativista Filipe Santos, Salve Santíssima Virgem Imaculada Maria, mãe de Deus, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      O Concílio Dogmático de Trento promulgou anátemas sobre toda a heseria protestante e todos os frutos da heresia protestante são anátemas.

      Como diz Santo Agostinho: "Roma locuta, causa finita." "Roma falou; acabou-se a questão."

      Desde ontem tenho me surpreendido, é "católico" que se diz filho da Santissima Virgem incomodado com o fato de honrar a mãe de Deus e agora você procurando escritos pós-concilares para apoiar a predestinação dos hereges exocumungados.

      Bem se ler os meus comentários ao "católico" neo-protestante modernista acima você verá o que pensa o Santo Papa Pio X sobre a heresia do protestantismo.Só sigo o que foi ensinado infalivelmente pela ÚNICA Igreja de Cristo.

      Não se esqueça:

      “Nenhuma profecia das Escrituras é de interpretação particular.”

      Se quiser descutir essa heresia da predestinação descuta com os hereges modernistas sentimentais e românticos subjetivista como você.


      "Roma locuta, causa finita." "Roma falou; acabou-se a questão."

      Excluir
    43. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 15:36

      "Se alguém vier a vós sem trazer esta doutrina, não o recebais em vossa casa, nem o saudeis.
      Porque quem o saúda toma parte em suas obras más."

      II São João I,10-11

      Excluir
    44. Hahahahah! Boas risadas dei agora... Achei que esse Leonardo fosse digno de alguma atenção de minha parte, mas me enganei. O homem é só um pobre doente. Doente mental ou da alma, não sei, mas de que não anda bem eu tenho certeza.

      Sinto de coração não poder ajudá-lo, Sr. Leonardo. O Sr. vive no seu mundo particular e não quer ver o que existe fora. Jesus Cristo veio nos libertar, mas o Sr. prefere viver numa prisão escura e assustadora.

      Considero-me um católico conservador, estou em paz com a minha consciência e com o que me ensina minha santa mãe Igreja. Só por ousar manifestar um pensamento diferente (que não tem nada a ver com dogma da Igreja, porque o assunto discutido não é dogma), fui tachado como blasfemador, "herege", "filho da serpente", "sentimental", "liberal", e sabe-se lá mais o quê... Confesso que não li essa lista enorme de ofensas que me foi endereçada, porque tenho coisa bem mais útil para fazer com o meu tempo. De brinde, ainda ganhei uma "pregação" completamente desnecessária sobre coisas que já sei há bom tempo.

      Pior: o rapaz acha que vou me ofender por ele desfiar os títulos atribuídos à Santíssima Virgem. Coitadinho... Pior ainda, ele passou por cima dos trechos realmente relevantes do meu comentário, como o fato de os papas não terem reconhecido esse dogma que ele usa como pretexto para afugentar aqueles afastados que se aproximam da Casa de Deus, e que teriam alguma chance de se converterem se não fossem expulsos por tipos como ele.

      Sim, Jesus foi duro e duríssimo com os hipócritas. Mas não com todos, não com aqueles que tinham o desejo honesto de encontrar a verdade. Jesus foi duro quando preciso, mas também disse que quem não está contra nós é a nosso favor.

      Sinto que o responsável por um sítio tão respeitado acolha um participante desse tipo, que é um verdadeiro "queima-filme", como se diz em Brasil, dos católicos conservadores ou tradicionais. Continuarei lendo o blog mas não comentarei mais, até que a página esteja assim atribulada por pessoas que desprezam a paz e a boa convivência.

      Nosso Senhor salve a todos que aqui escrevem, e a que a Santíssima Virgem, concebida sem pecado, rogue por cada um de nós.

      Excluir
    45. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:22

      Sentimental, romântico, relativista subjetivista e “católico” conservador da igreja conciliar, Salve Santíssima Virgem Maria Imaculada, mãe de Deus, co-redentora, pois trouxe ao mundo O Redentor.
      “Hahahahah! Boas risadas dei agora... Achei que esse Leonardo fosse digno de alguma atenção de minha parte, mas me enganei. O homem é só um pobre doente. Doente mental ou da alma, não sei, mas de que não anda bem eu tenho certeza.

      Sinto de coração não poder ajudá-lo, Sr. Leonardo. O Sr. vive no seu mundo particular e não quer ver o que existe fora. Jesus Cristo veio nos libertar, mas o Sr. prefere viver numa prisão escura e assustadora.”

      Bem se você acho que eu fosse digno de sua atenção, fico feliz que você tenha chegado a conclusão que não sou digno de atenção de hereges modernistas que se incomoda com a justa veneração da Virgem Santíssima Maria.

      Sim meu mundo particular é a Santa Igreja Católica Apostólica Romana mestra da Verdade que ensina e não dialoga.
      No meu mundo particular ( e de muitos católicos de verdade) a Santa Igreja Católica Apostólica Romana não manda suas ovelhas dialogar com lobos e hereges.

      Manda ser prudente como a serpente e inofensivos como as pombas. E não ecumênicos com os anticatólicos.

      Na minha “prisão escura e assustadora” não entra o sol dos hereges e pagãos que vivem caluniando e difamando a minha Santa Mãe Igreja Católica.

      Por ser abrir ao sol do mundo e ecumenismo com hereges pagãos, olha o que diz o bispo da igreja conciliar:
      “Por alguma brecha a fumaça de Satanás entrou no templo de Deus: existe a dúvida, a incerteza, a problemática, a inquietação, o confronto. Não se tem mais confiança na Igreja; põe-se confiança no primeiro profeta profano que nos vem falar em algum jornal ou em algum movimento social, para recorrer a ele pedindo-lhe se ele tem a fórmula da verdadeira vida. E não advertimos, em vez disso, sermos nós os donos e os mestres [dessa fórmula]. Entrou a dúvida nas nossas consciências, e entrou pelas janelas que deviam em vez disso, serem abertas à luz [...] Também na Igreja reina este estado de incerteza. Acreditava-se que, depois do Concílio, viria um dia de sol para a história da Igreja. Em vez disso, veio um dia de nuvens, de tempestade, de escuridão, de busca, de incerteza. Pregamos o ecumenismo, e nos distanciamos sempre mais dos outros. Procuramos cavar abismos em vez de aterrá-los. Como aconteceu isso? Confiamo-vos um Nosso Pensamento: houve a intervenção de um poder adverso. Seu nome é o Diabo”(Papa Paulo VI.Discurso em 29 de Junho de 1972).

      Excluir
    46. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:22

      Sim meu caro, na minha “escura e assustadora prisão” os hereges modernistas não tem chance para deixar a fumaça de satanás entrar.

      E quanto a sua alusão as minhas faculdades mentais, fique sabendo meu caro psicólogo, que essa ciência ensina, com base na filosofia que as impressões não nos dão certezas.
      Só a posse clara da verdade ou da evidência nos dão certezas.

      “Considero-me um católico conservador, estou em paz com a minha consciência e com o que me ensina minha santa mãe Igreja. Só por ousar manifestar um pensamento diferente (que não tem nada a ver com dogma da Igreja, porque o assunto discutido não é dogma), fui tachado como blasfemador, "herege", "filho da serpente", "sentimental", "liberal", e sabe-se lá mais o quê... Confesso que não li essa lista enorme de ofensas que me foi endereçada, porque tenho coisa bem mais útil para fazer com o meu tempo. De brinde, ainda ganhei uma "pregação" completamente desnecessária sobre coisas que já sei há bom tempo.”

      Realmente você é um “católico” conservador, conservador de heresias modernistas e neo-protestantes surgidas com o falível vaticano II.

      Deveria ler a lista toda para fazer uma analise sincera, e parar de atacar a Mãe de Deus co-redentora igual um herege protestante.

      Já vi bem o que você tem de melhor para fazer, atacar a Virgem Santíssima Maria co-redentora e dialogar com quem despreza a Mãe de Deus.

      Se recebeu uma pregação desnecessária de coisas que já sabia por que veio defender hereges protestantes e tentar tirar as honras que a Virgem Santíssima Mãe de Deus merece ?

      O “católico” conservador Homo Posconcíliarius que se incomoda com a veneração da Santíssima Virgem Maria co-redentora.

      Excluir
    47. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:23

      “Pior: o rapaz acha que vou me ofender por ele desfiar os títulos atribuídos à Santíssima Virgem. Coitadinho... Pior ainda, ele passou por cima dos trechos realmente relevantes do meu comentário, como o fato de os papas não terem reconhecido esse dogma que ele usa como pretexto para afugentar aqueles afastados que se aproximam da Casa de Deus, e que teriam alguma chance de se converterem se não fossem expulsos por tipos como ele.”

      Passo por cima de trechos de papas que beija alcorão, que promovem s encontro com falsas religiões como o encontro de Assis, que promovem ecumenismo e dialogo com anticatólicos que passam a vida toda caluniando e difamando a Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

      Passo por cima de papas que ajudaram a fazer uma missa com a ajuda de hereges protestantes.

      Fico com Papas da Santa Igreja Católica que defende a Fé católica e a veneração a mãe de Deus.

      Você é uma vergonha como católico, pensa igual um herege protestante.

      Segundo a sua cabeça de conservador “católico” modernista neo-protestante o fato de se venerar a Santíssima Virgem Maria, mãe de Deus, e a venerar como co-redentora afasta os hereges da Igreja Católica ?

      Muito obrigado por dizer, agora que eu sei que os filhos da serpente se incomoda com essa saudação a Virgem Santíssima, agora que eu vou sempre fazer.

      Não existe chance de conversão sem ser na aceitação da Verdade católica total e integra e não em certos pontos e esquecer outros.Isso não é conversão e sim hipocrisia.

      “Sim, Jesus foi duro e duríssimo com os hipócritas. Mas não com todos, não com aqueles que tinham o desejo honesto de encontrar a verdade. Jesus foi duro quando preciso, mas também disse que quem não está contra nós é a nosso favor.”

      E o combate apologético é o que meu caro sentimental ? Combate aos hipócritas como você e se você ver bem os seus “irmãos separados” vivem por esse blog atacando a Santa Igreja Católica Apostólica Romana.Mas como você é como os hipócritas religiosos que Jesus Combateu, você se escandaliza quando a gente trata os hereges protestantes duramente.

      Excluir
    48. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:23

      Se você não sabe “católico” conservador neo-protestante modernista o combate apologético se dá com hereges que não estão honestamente procurando a verdade.

      E você disse bem Nosso Senhor Jesus Cristo falou quem não está contra nós é nosso favor.Portanto quem não está na Sua Santa Igreja Católica Apostólica Romana está contra Cristo e Sua Igreja.

      Pois você deve saber que nem todo que diz Senhor, Senhor, entrará no Reino dos céus.
      E lembre-se o que São Pedro disse:
      “NENHUMA PROFECIA É DE INTERPRETAÇÃO PARTICULAR.”
      O que faz a heresia protestante ?
      Desobedece a Ordem do Espírito Santo e do São Pedro e interpreta as profecias de maneira particular.

      E Jesus Cristo disse:
      “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.”

      Então sua tese não se sustenta “católico” conservador neo-protestante modernista.Os seus ditos “irmãos separados” não obedece a Santa Igreja Católica portanto despreza a Cristo.

      Chegando a parte final de seu divertido e ecumênico comentário você diz:

      “Sinto que o responsável por um sítio tão respeitado acolha um participante desse tipo, que é um verdadeiro "queima-filme", como se diz em Brasil, dos católicos conservadores ou tradicionais. Continuarei lendo o blog mas não comentarei mais, até que a página esteja assim atribulada por pessoas que desprezam a paz e a boa convivência.

      Nosso Senhor salve a todos que aqui escrevem, e a que a Santíssima Virgem, concebida sem pecado, rogue por cada um de nós.”

      Meu caro “católico” conservador neo-protestante modernista, você usou a famosa tática que os anticatólicos usam quando geralmente polemiza comigo ( sinto dizer não faço questão de ganhar o concurso de mister simpatia com os anticatólicos), eles apelam para a autoridade dos blogs me excluir pois eu não sou “tolerante” ecumênico e a favor do diálogo interreligioso.

      Veja bem, como é contraditório isso meu caro “católico” conservador neo-protestante modernista, você apela para a autoridade do blog e implicitamente pede para o blog fiel católico me excluir e ficar só com “católicos” conservadores neo-protestantes modernista como você.
      Ora, cadê a famosa tolerância ecumênica dos “católicos” conservadores neo-protestante modernistas da igreja conciliar ?

      Excluir
    49. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:24

      Realmente católicos como eu sou um verdadeiro queima-filme do ecumenismo maçônico da igreja conciliar e por isso em nome do “amor” (como essa palavra foi prostituida por esses sentimentais e românticos) , da tolerância com a mentira com o erro; expulse Leonardo S. de Oliveira O queima filme da igreja conciliar.


      Já lhe ouço a gritar em coro com todo os “católicos” conservadores neo-protestantes modernistas da igreja conciliar:
      A Leonardo S aos leões!.
      A Leonardo S à fogueira!
      La Leonardo S à la lanterne!
      A Leonardo S ao Paredón!


      A paz, que palavra maravilhosa, mas permita-me lembrar-lhe que a Verdadeira Paz é somente a de Cristo e não a paz do mundo que está cheia de hereges, ateus, pagãos que falam de paz, paz mas vivem caluniando e difamando a Santa Imaculada Igreja Católica Apostólica Romana.


      Pois saibas, “católico” conservador neo-protestante modernista da igreja conciliar, a paz fundada na injustiça jamais será verdadeira Paz.

      Você me lembra os falsos profetas que repetiam “pax, pax! Cum non esse pax” ( Jer.VIII, 11)

      A Paz, segundo Santo Tomás de Aquino é a tranqüilidade da Ordem.E a Ordem é a correta disposição das coisas em seus devidos lugares.


      Para finalizar seu comentário de “católico” conservador neo-protestante modernista você pede para Nosso Senhor salve a todos que escrevem aqui, você fez esse nobre pedido pra mim também , não é ?

      Espero que sim, pois devolvo o seu santo pedido e peço para Nosso Senhor Jesus Cristo te livrar do pensamento neo-protestante que te faz se incomodar com as venerações a Santíssima Virgem Maria Imaculada co-redentora.

      Você ataca a veneração a Santíssima Virgem Maria com medo de não agradar os hereges protestante e depois contraditoriamente pede para a co-redentora rogar por nós. Cuidado, os seus amigos hereges protestantes pode se confundir com esse seu pedido.

      Depois eu que tenho problemas psicológicos.


      In corde Iesu et Mariae,semper, semper.

      Excluir
    50. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:33

      " Sinto que o responsável por um sítio tão respeitado acolha um participante desse tipo, que é um verdadeiro "queima-filme", como se diz em Brasil, dos católicos conservadores ou tradicionais."

      Sinceramente meu caro "católico" conservador neo-protestante modernista da igreja conciliar, eu vou imprimir esse seu comentário como prova cabal da contradição que existe na cabeça dos hereges modernistas que são da igreja conciliar.

      Tolerancia e amor para quem se une com hereges, expusão para o Leonardo S. de Oliveira.

      Ai, que coisa chata e antiquada! Ai, que coisa antimoderna e antidialogante! Ai, quanta intolerância! Esse Leonardo S. de Oliveira queima o fime da igreja conciliar!!!!

      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

      Ganhei o ano com essa!!

      In corde Iesu et Mariae

      Excluir
    51. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:38

      Aos insegnes do blog Fiel Católico, meu respeitos e pode ficar certos que assumo tudo que falei e só o que me move e defender a Nosso Senhor e a nossa Santa Mãe Igreja Católica,e a Virgem Santíssima Imaculada, mãe de Deus, co-redentora.

      Os anticatólicos uivam de ódio quando um dos filhos da Santa Igreja Católica a defende.

      “... se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana.” ( São Tomás de Aquino).

      Excluir
    52. Graça e Paz!

      Só para finalizar o assunto, gostaria de dizer que o que coloquei para o Leonardo é a defesa da predestinação, que NÃO É uma doutrina protestante. Inclusive me recomendaram, aqui mesmo no site, um link que explicava isso. Os protestantes olham o assunto de forma diferente e considerada herética, mas a doutrina em si é católica e veio antes do protestantismo.

      Deus os abençoe.

      Excluir
    53. Já que neste site tem resposta pra todos os versículos, gostaria que pudessem me esclarecer esta passagem:
      1 Coríntios 15:20-23
      20 Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, sendo ele as primícias entre aqueles que dormiram. (OU SEJA, JESUS É O PRIMEIRO )
      21 Visto que a morte veio por meio de um só homem, também a ressurreição dos mortos veio por meio de um só homem.
      22 Pois, da mesma forma que em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados.
      23 Mas cada um por sua vez: Cristo, o primeiro; depois, quando ele vier, os que lhe pertencem. (OU SEJA..ESTÁ CLARO..CRISTO PRIMEIRO....DEPOIS OS OUTROS QUANDO ELE VIER!!!!!!!)

      Ainda lá em João 3:13 diz: "ORA, NINGUÉM SUBIU AO CÉU, SENÃO O QUE DESCEU DO CÉU, O FILHO DO HOMEM".


      Jesus abençoe!!

      Excluir
    54. Sim, sim... Amém, amém. E qual é a sua dúvida?

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  20. Leonardo S. de Oliveira.26 de novembro de 2013 10:54

    A palavra “Heresia” (do latim haerĕsis, por sua vez do grego αἵρεσις, "escolha" ou "opção") que dizer escolha.Os hereges protestantes escolhem passagens na Bíblia para dar razão as suas doutrinas malucas.O exemplo maior foi o heresiarca Lutero que criou as doutrinas diabólica do livre exame, sola fide, sola scriptura e ódio a Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica Romana.

    A falta de pensamento racional e lógico desses hereges ao criarem um blog “HERESIAS CATÓLICAS”, só mostra mesmo que são filhos do heresiarca Lutero pois é do pai da heresia protestante a seguinte frase sobre a razão humana:

    “A razão é concubina do diabo.”

    Quanto ao fato de ir a esse blog dos hereges, deixo que o Bispo católico São João responda:

    “Se alguém vem ter convosco, e não traz esta doutrina, não o recebais em casa, nem tampouco o saudeis. Porque quem o saúda participa de suas más obras.”

    Em 1517 a heresia protestante trouxe outra doutrina diferente daquela que a Santa Imaculada Igreja Católica Apóstolica Romana sempre pregou e ensinou.Portanto, não participo das obras más dos hereges protestantes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo, Graça e Paz

      O versículo de João que vc citou se refere àqueles que não confessam que Jesus veio em carne. Graças a Deus, não estou entre estes!!

      Excluir
    2. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 17:45

      Se você acha isso!!É com você mesmo o subjetivismo é seu o livre exame é seu.Faço minha parte alerto quem está na heresia para voltar a Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

      Se vocês querem permanecer no erro, é com vocês mesmo Cristo mandou ensinar aos homens a descobrir onde se encontra a Verdade ( na sua Santa Igreja Católica) e não obrigar ninguém.

      São Tomás de Aquino, O Perigo de Conviver com hereges. Quaestiones quodlibeatales, quodlibeto 10, q.7,a.(15),c


      Excluir
  21. Leonardo S. de Oliveira.26 de novembro de 2013 10:55

    Será que o credo da Santa Igreja Católica Póstolica Romana também faz parte das “HERESIAS CATÓLICAS”

    Este credo, apesar do nome, foi divulgado por Santo Ambrósio, foi incluído na liturgia, é autêntica profissão de fé e é totalmente reconhecido pela Igreja Católica.

    1.Quem quiser salvar-se deve antes de tudo professar a fé católica.
    2. Porque aquele que não a professar, integral e inviolavelmente, perecerá sem dúvida por toda a eternidade.
    3. A fé católica consiste em adorar um só Deus em três Pessoas e três Pessoas em um só Deus.
    4. Sem confundir as Pessoas nem separar a substância.
    5. Porque uma so é a Pessoa do Pai, outra a do Filho, outra a do Espírito Santo.
    6. Mas uma só é a divindade do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo, igual a glória, coeterna a majestade.
    7. Tal como é o Pai, tal é o Filho, tal é o Espírito Santo.
    8. O Pai é incriado, o Filho é incriado, o Espírito Santo é incriado.
    9. O Pai é imenso, o Filho é imenso, o Espírito Santo é imenso.
    10. O Pai é eterno, o Filho é eterno, o Espírito Santo é eterno.
    11. E contudo não são três eternos, mas um só eterno.
    12. Assim como não são três incriados, nem três imensos, mas um só incriado e um só imenso.
    13. Da mesma maneira, o Pai é onipotente, o Filho é onipotente, o Espírito Santo é onipotente.
    14. E contudo não são três onipotentes, mas um só onipotente.
    15. Assim o Pai é Deus, o Filho é Deus, o Espírito Santo é Deus.
    16. E contudo não são três deuses, mas um só Deus.
    17. Do mesmo modo, o Pai é Senhor, o Filho é Senhor, o Espírito Santo é Senhor.
    18. E contudo não são três senhores, mas um só Senhor.
    19. Porque, assim como a verdade cristã nos manda confessar que cada uma das Pessoas é Deus e Senhor, do mesmo modo a religião católica nos proíbe dizer que são três deuses ou senhores.
    20. O Pai não foi feito, nem gerado, nem criado por ninguém.
    21. O Filho procede do Pai; não foi feito, nem criado, mas gerado.
    22. O Espírito Santo não foi feito, nem criado, nem gerado, mas procede do Pai e do Filho.
    23. Não há, pois, senão um só Pai, e não três Pais; um só Filho, e não três Filhos; um só Espírito Santo, e não três Espíritos Santos.
    24. E nesta Trindade não há nem mais antigo nem menos antigo, nem maior nem menor, mas as três Pessoas são coeternas e iguais entre si.
    25. De sorte que, como se disse acima, em tudo se deve adorar a unidade na Trindade e a Trindade na unidade.
    26. Quem, pois, quiser salvar-se, deve pensar assim a respeito da Trindade.
    27. Mas, para alcançar a salvação, é necessário ainda crer firmemente na Encarnação de Nosso Senhor Jesus Cristo.
    28. A pureza da nossa fé consiste, pois, em crer ainda e confessar que Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus, é Deus e homem.
    29. É Deus, gerado na substância do Pai desde toda a eternidade; é homem porque nasceu, no tempo, da substância da sua Mãe.
    30. Deus perfeito e homem perfeito, com alma racional e carne humana.
    31. Igual ao Pai segundo a divindade; menor que o Pai segundo a humanidade.
    32. E embora seja Deus e homem, contudo não são dois, mas um só Cristo.
    33. É um, não porque a divindade se tenha convertido em humanidade, mas porque Deus assumiu a humanidade.
    34. Um, finalmente, não por confusão de substâncias, mas pela unidade da Pessoa.
    35. Porque, assim como a alma racional e o corpo formam um só homem, assim também a divindade e a humanidade formam um só Cristo.
    36. Ele sofreu a morte por nossa salvação, desceu aos infernos e ao terceiro dia ressuscitou dos mortos.
    37. Subiu aos Céus e está sentado a direita de Deus Pai todo-poderoso, donde há de vir a julgar os vivos e os mortos.
    38. E quando vier, todos os homens ressuscitarão com os seus corpos, para prestar conta dos seus atos.
    39. E os que tiverem praticado o bem irão para a vida eterna, e os maus para o fogo eterno.
    40. Esta é a fé católica, e quem não a professar fiel e firmemente não se poderá salvar".

    In Corde Jesu, semper

    ResponderExcluir
  22. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Tem coisas neste site que me faz ri, o cara chamou o outro de romantico sentimental subjetivista e relativista kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Este site Fiel Católico descontrai a gente. Eu fiquei dependente deste Blog. Agente aprende e se diverte. Viva a Jeus e Maria Santíssima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valdelice, pelo menos ele me chamou de romântico!

      Deus te abençoe.

      Excluir
  23. ô Leonardo s. de Oliveira! você já mostrou que defende nossa fé mas vamos maneirar nas críticas você chega ser agressivo com os outros meu irmão, caramba. Isso tá parecendo fanatismo religioso. Não me leva a mau não tá? É só uma opinião minha tenha mais um pouquinho de paciência com os participantes. Lembre de JÓ. kkkkkkkkkkkk Fica com Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leonardo S. de Oliveira.28 de novembro de 2013 18:23

      Prezada Valdelice Silva, Salve Santíssima Virgem Maria Imaculada, mãe de Deus, co-redentora pois trouxe ao mundo O Redentor.

      “ô Leonardo s. de Oliveira! você já mostrou que defende nossa fé mas vamos maneirar nas críticas você chega ser agressivo com os outros meu irmão, caramba.”

      Permita-me primeiramente dizer a você, que desejo que você também fique com Deus.

      Bem, não estou querendo mostrar que estou defendendo a Fé para os homens e sim cumprindo uma promessa à Deus.

      O conceito de irmão hoje em dia é muito ambíguo, eu considero irmão ou irmã quem tem o mesmo Pai que eu ( Cristo) e quem tem a mesma Mãe que eu ( Igreja Católica e também a Virgem Santíssima Imaculada Maria, co-redentora), portanto minha cara, como posso considerar irmãos quem não tem o mesmo Pai e a mesma Mãe que eu ?

      Enquanto atacarem a Santa Igreja Católica, a Virgem Santíssima Maria, irmãos não serão e sim inimigos.

      Agressivo com os erros e as calunias e difamações sempre.Muitos católicos (as) se deixam enganar com os sofismas e calunias e difamações desses anticatólicos.A prova você pode tirar com os ataques que esses anticatólicos fazem pelo blog.

      “. Isso tá parecendo fanatismo religioso. Não me leva a mau não tá? É só uma opinião minha tenha mais um pouquinho de paciência com os participantes.”

      Não se preocupe querida, vejo que você tem um coração bom e só quer que eu tenha essa virtude que você tem a famosa santa paciência.Prometo e assumo o compromisso com você minha irmã católica que vou desenvolver mais essa santa virtude que você tão caridosamente me pede.

      Passemos então para o que você chamou de “ta parecendo fanatismo religioso”, rsrsrs, bem minha cara, eu costumo sempre escutar esse clichê em meus debates com os anticatólicos.As palavras “fundamentalismo” “fanático” e “radical” viraram espadas de combate para ferir os católicos que ousem defender a Santa Igreja Católica das calunias e difamações que despejam sobre ela.

      Veja não estou te censurando pois esses termos são repetidos a exaustão pela grande mídia.Como a falsa religião dos maometanos cometem crimes e violência contra as pessoas que não seguem aquela “religião” os anticatólicos maliciosamente tentam associar os católicos que defendem os fundamentos e a raiz de sua religião com esses terroristas.

      Agora veja bem, quem conhece minimamente a Religião Católica sabe que para ser um perfeito católico deve seguir a Raiz que é Cristo e seus fundamentos que é sua Santa Doutrina ( um dos fundamentos é não matar, não dar falso testemunho,guardar os Mandamentos etc...), portanto o católico que não for fanático e seguir os fundamentos ensinados por Cristo e Sua Santa Igreja Católica fanaticamente deixa de ser católico e vira herege.

      Portanto muito obrigado pelo elogio ao achar que sou fanático.

      Com os participantes eu tenho toda paciência mas com caluniadores e difamadores, minha cara, nunca terei.

      “. Lembre de JÓ. kkkkkkkkkkkk Fica com Deus.”

      Lembro de Nosso Senhor Jesus Cristo, "Agora, quem não tem uma espada, venda o manto e compre uma" (S.Lucas XXII, 36).

      E a minha espada é o Santo Rosário e o Santo Evangelho, na luta contra os anticatólicos e claro ao mesmo tempo a Oração com o Santo Rosário para que eles se convertam.

      Fique com Deus minha cara, e pode deixar que seguirei seu conselho e tentarei ser mais paciente com quem tenta caluniar e difamar a Santa Igreja Católica.

      In Corde Jesu, semper.

      Excluir
  24. Paz do Senhor. Quero tirar uma dúvida mas gostaria que minha pergunta fosse respondida por Voz da Igreja. Eu já sei como e até que ponto podemos venerar os santos e que eles podem interceder por nós. Mas o que me deixa confusa mesmo é que eu já vi pessoas católicas praticante da fé oferecer CARURU para Cosme e Damião, com samba e tudo, embora eu não costumo ver muito isso nos dias de hoje mas o fato é que já ví muitas vezes principalmente no meu tempo de menina e eu nem sei se Cosme e Damião é pagão ou não, eu ficarei muito agradecida se alguém puder me responder porque particularmente eu nunca gostei disso mas me deixa muito confusa, eu como católica preciso saber para não ter fé confusa, eu preciso saber se a nossa Santa e amada Igreja católica condena esta pratica. Um abraço a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Valdelice!!! Aqui neste link você encontrará a resposta: http://ocatequista.com.br/archives/10959..

      Paz e bem!!

      Juliano A.R.P

      Excluir
    2. Muito obrigado Anônimo! Já obtive resposta é foi bem esclarecedor. Como sempre muitas pessoas pensam diferente a respeito e até exageram um pouco nas opiniões, mas eu entendi. Fica com Deus.

      Excluir
    3. Valdelice, perdoe-me a demora na resposta à sua pergunta. - Estive extremamente ocupado nestes últimos dias.

      Vi que o leitor Juliano A. R. P. já lhe deu uma dica, mas tenho que dizer que não concordo inteiramente com a posição apresentada no site "O Catequista". Por quê? Vejamos...

      Basicamente, o artigo da Viviane (autora daquele site) compara o costume oriundo da umbanda, de se distribuir guloseimas na festa sincrética de Cosme e Damião, com o costume dos tempos dos Apóstolos de se consagrar o alimento aos deuses (ídolos) antes de consumi-lo, e resolve o problema com a citação de um trecho da primeira carta de São Paulo aos coríntios.

      São Paulo Apóstolo diz: "Quanto ao comer das coisas sacrificadas aos ídolos, sabemos que o ídolo nada é no mundo, e que não há outro Deus, senão um só. Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no Céu quer na Terra, todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para Quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo Qual são todas as coisas, e nós por Ele" (1Cor 8, 4-6).

      Simplificando: os deuses pagãos não existem; logo, tanto faz comer ou não do alimento consagrado a eles. Além disso, a autora do artigo em questão também lembra que Jesus disse que não é o que entra pela boca que faz mal ao homem, e sim o que sai (cf. Mt 15,11).

      Muito bem. O grande problema é que São Paulo, na passagem citada, salienta que os alimentos oferecidos aos deuses pagãos não eram, na verdade, oferecidos a deus algum, pois os deuses pagãos não existem. Logo, comer aqueles alimentos não significava, de fato, prestar culto a deus algum. Acontece que é diferente afirmar que os alimentos oferecidos a entidades espirituais (potencialmente demoníacas, pois sabemos que o maligno é mestre em dissimulação), estão sendo oferecidos ao nada. Esta segunda afirmação é falsa.

      Não é possível haver outros deuses, pois Deus é um só, mas existem sim entidades demoníacas, e é possível oferecer-lhes culto e prestar-lhes homenagens. Sendo assim, por estarmos tratando de entidades desconhecidas e não de deuses, a passagem de São Paulo não se aplica à questão dos alimentos de "Cosme e Damião".

      Assim, o cristão que come alimentos de "Cosme e Damião", desconhecendo sua conotação umbandista, age inocentemente. Contudo, o cristão que tem conhecimento do contexto espiritual em que são distribuídos tais doces e ainda assim os aceita e come, age mal, não somente incentivando uma festa pagã, como também tomando parte nela.

      A existência do mal se verifica não somente na intenção da pessoa ou no escândalo que pode ser causado perante terceiros, mas também nas situações concretas, de tal modo que representações e símbolos, bem como cultos ou festividades, podem ser ocasião de manifestação concreta do mal.

      De maneira mais ou menos semelhante, supostos cristãos vão às praias todo final de ano oferecer flores à Iemanjá. - Uma entidade que não existe, segundo a nossa fé, mas essas pessoas estão participando de uma prática pagã, dando mau exemplo aos seus próximos e perpetuando uma crença falsa e idolátrica.

      Quanto à afirmação de Nosso Senhor, de que o que entra pela boca não mancha o homem, se a lermos dentro do seu contexto próprio veremos que se refere aos rituais de purificação dos judeus. Claro que se comermos alimento estragado, por exemplo, seremos prejudicados, e muito.

      Espero ter ajudado a esclarecer a questão, que é sem dúvida polêmica, mas há um princípio essencial do bom senso e da prudência que, se for seguido nesse caso, resolve tudo: na dúvida, não faça. Melhor ainda, guarde distância.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    4. Graça e Paz.

      Ótima resposta do Apostolado. Na questão explicada pelo Apóstolo Paulo, os cristãos realmente não participavam das festas em si ( que incluíam até sacerdotisas prostitutas ), mas poderiam comer a carne que depois era vendida nos mercados. Dando Graças a Deus, não seria recusável. Como hoje, a maior lição era para não escandalizar os irmãos mais novos e fracos na fé.

      Deus os abençoe.

      Excluir
    5. Henrique Sebastião, Agradeço pela resposta pois ficou mais claro agora, porque eu realmente nunca concordei com a pratica de oferecer caruru a Cosme e Damião mesmo já tendo frequentado quando criança. E eu desconfiava pois afinal eu nunca vi as imagens desses "Santos" na nossa Igreja e sim em casa de "Pais de Santos" pois minha mae gostava de frequentar esses lugares mas eu comecei a aconcelhar-la a não ir mais. E aproveitando eu gostaria que voce respondesse como um Padre deve reagir quando alguém leva uma imagem desse santos pagãos para benzer, como por exemplo: São Jorge e Santa Barbara? Pois já vi muito isso inclusive a alguns dias presenciei isso na Igreja no final da Missa. Uma senhora mostrando uma imagem de Santa Barbara para o Padre benzer- la. Mas eu não observei a atitude dele. O padre não deveria alertar as pessoas? Afinal Santa Barbara e São Jorge também são pagãos não são? Fiquem com Deus.

      Excluir
    6. Oi, Valdelice, a história também não é bem assim. Tanto São Cosme e São Damião quanto São Jorge e Santa Bárbara são realmente santos católicos reconhecidos pela Igreja e lembrados na sagrada Liturgia.

      O problema todo é que determinadas seitas de origem africana, ao se disseminarem em terras brasileiras, promoveram o sincretismo e com isso criaram muita confusão. Em outras palavras, usaram elementos do catolicismo para representar suas próprias "entidades" espirituais.

      Neste momento não posso explicar melhor, mas me comprometo a escrever um post mais detalhado sobre o assunto assim que possível.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    7. Paz do Senhor estou aguardando Henrique.

      Excluir
  25. A todos os nossos leitores:

    Aproveitamos o fim da recente polêmica surgida nesta postagem (ao nosso ver desnecessária) para deixar um aviso a todos os nossos leitores. Abaixo:

    A partir desta data, o blog Fiel Católico não mais publicará comentários que contenham ataques e ofensas pessoais. A proposta deste blog é basicamente a catequese e a apologética: apresentar a Sã Doutrina, defender a Fé. Nesse processo, debates são esperados e bem-vindos, desde que se discutam ideias e não pessoas. Demonstrar sim, combater sim, discordar sim, condenar o erro sim. Julgar pessoas não.

    A Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

    Apostolado Fiel Católico

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Henrique, parabéns pela atitude. De acordo com o respeito que sempre encontrei e admiro no Blog.

      Excluir
  26. Creio perfeitamente na intercessão conjunta de todos os Santos que estão vivos diante do trono de Deus. Todos temos nossos equívocos e o que realmente contradiz as sagradas escrituras é a vossa adoração a ídolos. É abominação. Os profetas Isaías e Jeremias são abundantes nesta proibiçao. Por isto a presença do Espírito Santo E tão rara em vossas Igreja Deus decididamente não divide s sua glória. Bem hajam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por favor, Júlia, você me parece uma pessoa esclarecida...

      Tente deixar o que "o pastor" falou de lado, só por um minuto, tenha coragem de pensar por si mesma e, usando um pouquinho de boa vontade cristã, compreenda que:

      Os santos não são "ídolos". Os ídolos a que a Bíblia se refere eram as representações dos falsos deuses pagãos. Os santos não são para nós "deuses", nem estão no lugar do único Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo, de modo algum. Quem diz isso mente, e você sabe quem é o pai da mentira.

      Os santos são homens e mulheres que foram exemplos de fé cristã, e nós buscamos seguir o seu exemplo e honrar a sua memória. Ponto. Além disso, cremos que eles estão mais vivos do que nós aqui na Terra, pois cremos na ressurreição e sabemos que Deus é Deus de vivos e não de mortos, como disse Nosso Senhor. Só isso.

      Por favor, eu imploro, tenha só mais um pouquinho de boa vontade e veja que nós não "adoramos" santo algum! Nós cremos apenas na unidade do Corpo de Cristo, tanto entre os que estão aqui na Terra como com os que já estão com Deus, no Céu.

      Não há "idolatria", porque os santos não são ídolos, e nem há "adoração" de santos na Igreja, porque nós adoramos somente a Deus. Eu a desafio a participar de qualquer culto católico e encontrar ali qualquer tipo de "adoração" que não se preste somente a Deus.

      Seu comentário me fez lembrar o caso do Scott Hahn, ministro protestante que foi à Missa por curiosidade, achando que encontraria ali um festival de "idolatria" e se surpreendeu com a perfeita conformidade com as Escrituras. Acabou indo de novo e de novo, até que por fim converteu-se católico.

      Nós já falamos sobre ele aqui.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  27. Existe uma grande diferença entre orar por alguém e orar a alguém! a questão não seria somente se o "santos" intercedem ou não por nós,se os santos intercedem por nós porque orar a eles se eles já fazem isso????me mostrem na bíblia alguém orando a algum santo que estivesse no ceu? alias, porque todas as pessoas que oraram na bíblia sempre pediram a Deus ou a Cristo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo!!
      Em primeiro lugar, nem tudo o que fundamenta a nossa fé católica precisa estar na bíblia. Em segundo lugar nessa questão de orar por alguém e orar a alguém faça um exercício de pensamento, se não podemos pedir a intercessão dos Santos vocês protestantes tem de parar de pedir para seus irmãos orarem por vocês também!!!
      Você ainda pergunta porque orar à eles se os mesmos já o fazem!! bom você deve lembrar na passagem do cego Bartimeu, mesmo Jesus vendo que ele era cego perguntou:"O que queres que eu te faça???"

      Deus o abençoe!!

      Excluir
  28. " Os santos não são "ídolos". Os ídolos a que a Bíblia se refere eram as representações dos falsos deuses pagãos. Os santos não são para nós "deuses", nem estão no lugar do único Deus, que é Pai, Filho e Espírito Santo, de modo algum. Quem diz isso mente, e você sabe quem é o pai da mentira"ok, se esse é o caso então porque não havia imagens de Moises,elias,enoque,davi e tantos outros que eram exemplos de fé?Isso é uma ordenação divina, se o católico só orar a Deus e a Jesus, ele não vai ser ouvido? digamos que a igreja católica decida banir as imagens de seus templos,vai fazer alguma diferença? Deus vai ou não se agradar disso? Como alguém que eu não posso adorar (os santos) pode ouvir minhas orações? se os santos não podem ser adorados, então Deus é muito mais poderoso que eles!

    ResponderExcluir
  29. Bom, discutir religião é furada, visto que não tenho nenhuma.
    Li a bíblia, a estudo desde criança, e sigo o exemplo dos profetas, dos apóstolos, que oravam somente ao Criador, e não à criatura. Não vi no antigo testamento ninguém orando a Elias, por exemplo, que foi arrebatado. Os profetas falavam com Deus!
    Nem vi no novo testamento, após Cristo, ninguém orando a Maria, que teve outros filhos e não morreu (sim, porque MORREU!) virgem.
    A interpretação de vocês é absurda, tenho pena de quem tem preguiça de meditar e pedir sabedoria a Deus, preferindo ouvir estas interpretações absurdas.
    Santificar-se significa separar-se para Deus, afastar-se do mundo. Mas os profetas, apóstolos e até a escolhida para gerar o filho de Deus tiveram pecados ao longo da vida “Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;” Romanos 3:23
    Não anulem o sacrifício de Cristo! Não é preciso nenhuma dessas baboseiras para chegar à Deus, basta o sangue de Cristo!!! Ele é o cordeiro, o ÚNICO SEM PECADO.
    Dou graças porque ao longo de minha vida vi muitos católicos se convertendo apenas por ler a bíblia, deixando de lado toda esta imundícia criada pela igreja romana.
    Ninguém vai me tirar do caminho certo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo!! Permita-me intervir na questão!!
      Em primeiro lugar, você diz que discutir religião é furada, e de fato concordo com você neste ponto especificamente, contudo, não concordo quando vejo a Igreja Católica sendo difamada e atacada por um bando de pastores mentirosos e ardilosos que buscam a todo o custo enganar os fiéis com falsas pregações. Você diz que leu a bíblia, ótimo!!! O problema é que você assim como a maioria dos protestantes a interpretou do seu próprio jeito e ao seu bel-prazer e isso é muito perigoso, já que a escritura é bem clara ao afirmar que nenhuma profecia é de interpretação particular (2 Pd 1,20).
      Você também diz que no antigo testamento não viu ninguém orando à Elias sabendo que este foi arrebatado. Bem anônimo, você deve lembrar desta passagem em que Jesus crucificado clama ao pai perguntando porquê o mesmo o abandonou (Mateus 27, 46-47) e todos os que ouviam pensavam que o mesmo clamava à Elias!!! Você deve lembrar também que com Jesus temos a renovação de tudo, o antigo testamento deu ao novo o seu lugar com a encarnação da palavra. Por fim, quero dizer a você que nós Católicos não temos a bíblia como única regra de fé como vocês protestantes que aderiram ao dogma da Sola Scriptura de Luthero, e portanto, nem tudo o que fundamenta a nossa fé precisa estar na bíblia, afinal a bíblia é filha da Igreja e não o contrário, inclusive já esclareci este ponto em meu blog. Você diz uma grande mentira e nota-se de longe a sua ignorância histórica, acho que na verdade você nem leu o artigo acima e já saiu soltando seus sofismas gratuitos como fazem a maioria dos protestantes.
      Você alega também que não tem ciência de ninguém que pediu interseção de Maria, quanto à isto só te peço uma coisa pelo amor de Jesus se você ainda tiver boa vontade, leia por favor a parte do artigo que fala do testemunho dos primeiros cristãos.

      Excluir
    2. Anônimo entenda de uma vez por todas, Maria não teve outro filho além de Jesus. Leia por favor na passagem da perda de Jesus no templo quando ele tinha 12 anos, não há qualquer menção de um suposto filho nessa altura, e por fim, na crucificação Jesus entrega sua mãe à João e não ao suposto filho, além disso, o termo irmão na bíblia nas traduções hebraicas é “ACH” que tem um sentido mais amplo e que vai além de consanguinidade. Você diz que tem pena de nós!! Mas eu que tenho pena de uma pessoa que se acha individualmente iluminado e passa a interpretar a bíblia do seu próprio jeito e que sai por aí fundando uma Igreja em cada esquina ou explicando a bíblia conforme seus próprios conhecimentos e sem nenhuma autoridade. Tenho pena mesmo de quem perde tempo ouvindo um pastor que pensa ter autoridade plena para ensinar a partir de versículos destituídos do seu contexto. Tenho muita pena, mas infelizmente tem muita gente que facilmente deixe ser ludibriado por pessoas de boa lábia. Ao final você explica o seu ponto de vista sobre santidade que é totalmente equivocado, em primeiro lugar, quem te disse alguma vez que algum santo foi totalmente perfeito? não sei vocês protestantes mas nós Católicos acreditamos plenamente que a Igreja é Santa e Pecadora, te pergunto ainda que pecados a mãe de Jesus cometeu??? Por fim, você cita mais um versículo fora do contexto na carta de São Paulo aos romanos, mas veja o que o mesmo diz já no versículo seguinte:”Mas todos tornam-se justos gratuitamente pela sua graça, mediante a libertação realizada por meio de Jesus Cristo. Oh anônimo me poupe... Você estudou a bíblia tantos anos e afirma isso!!! Tenho dó!!!
      Anônimo!!!vou te dizer uma verdade que teu pastor não te contou, Não se assuste!!! nenhum católico anulou até hoje o sacrifício de Cristo nem mesmo os bem-aventurados. Os santos sofreram martírios e deram seu sangue por Jesus mas nenhum deles anulou o sacrifício do mesmo, muito pelo contrário foram eles mesmos que deram exemplos a serem seguidos e intercedem junto a Jesus por nós aqui na terra, entenda, nenhum deles é Jesus nem Deus eles são intercessores por nós, assim como vocês mesmos intercedem pelos seus irmãos protestantes também nós acreditamos que mesmo depois da morte aqueles que morreram em estado de graça continuam seu trabalho intercessor no céu.
      Quero finalizar com um testemunho, já vi muitos protestantes voltarem a Igreja Católica inclusive você encontrará inúmeros exemplos neste blog!!! Estes entendem que existe uma autoridade dentro da Igreja e portanto não basta sair por aí pegando versículos fora do seu devido contexto e sair fundando uma igreja em cada esquina. Espero que você encontre o caminho certo da verdadeira e única Igreja fundada por Cristo a Igreja Católica Apostólica Romana que traduziu e canonizou a mesma bíblia que vocês levam debaixo do braço deturpando-a para atacar quem a construiu!!! Pense nisso.

      Excluir
  30. Oi.o que dizer sobre essa passagem em Êxodo 20:2-8 na bíblia evangélica? estou com dúvidas.
    "Por que perguntam as nações:
    "Onde está o Deus deles?"
    O nosso Deus está nos céus,
    e pode fazer tudo o que lhe agrada.
    Os ídolos deles, de prata e ouro,
    são feitos por mãos humanas.
    Têm boca, mas não podem falar;
    olhos, mas não podem ver;
    têm ouvidos, mas não podem ouvir;
    nariz, mas não podem sentir cheiro;
    têm mãos, mas nada podem apalpar;
    pés, mas não podem andar;
    e não emitem som algum com a garganta.
    Tornem-se como eles aqueles que os fazem
    e todos os que neles confiam. "
    na bíblia católica não é assim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito estranho!!!Não duvido que algumas seitas protestantes tenham adulterado algumas passagens. Na Bíblia Sagrada católica o mesmo texto está assim descrito:

      2. «Eu sou Javé teu Deus, que te fez sair da terra do Egipto, da casa da escravidão.
      3. Não tenhas outros deuses diante de Mim.
      4. Não faças para ti ídolos, nenhuma representação daquilo que existe no céu e na terra, ou nas águas que estão debaixo da terra.
      5. Não te prostres diante desses deuses, nem os sirvas, porque Eu, Javé teu Deus, sou um Deus ciumento: quando Me odeiam, castigo a culpa dos pais nos filhos, netos e bisnetos;
      6. mas quando Me amam e guardam os meus mandamentos, trato-os com amor por mil gerações.
      7. Não pronuncies em vão o Nome de Javé teu Deus, porque Javé não deixará sem castigo aquele que pronunciar o seu Nome em vão.
      8. Lembra-te do dia de sábado, para o santificares.

      Abs

      Juliano A.R.P

      Excluir
    2. É por isso que a Santa Igreja considera pecado o uso ou consulta de qualquer livro de autoria ou tradução protestante!!

      Juliano A.R.P

      Excluir
    3. Anônimo, independente da tradução, compreenda que todas as vezes que a Bíblia fala em "ídolos", não está se referindo a nenhuma imagem católica (imagino que a questão seja essa), porque as nossas imagens representam os santos, que foram servos de Deus na Terra, e não deuses pagãos.

      Um "ídolo" é uma representação de um falso deus. Nós não dizemos nem cremos que nenhum dos nossos santos é um deus, que é criador ou todo poderoso. Cremos e adoramos apenas UM DEUS, que é Pai, Filho e Espírito Santo. Crer na intercessão dos santos é bíblico e nada tem a ver com idolatria, como este post mesmo esclarece.

      Por favor, pare de dar ouvidos a essas bobagens e estude com boa vontade o Catecismo da Igreja Católica, as vidas dos santos, os bons livros católicos e os documentos da Santa Igreja.

      Se precisar de ajuda, fique à vontade para nos consultar.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  31. Graça e paz santos...meu nome é marcelo Bento e sou Cristão também...gostei da materia , Li toda ela com muita atencao, só que na parte da onisciência e onipresença não ta bem convincente...ali não se esclareceu e nem convenceu. Uma pergunta pra você que é un homem bem estudado e inteligente...aonde tem N.S. Aparecida na bíblia? Pois o Apostolo Paulo diz que se alguem colocar outro algo no evangelho do que esta posto torne se isso Anátema ( Maldição)... como vocês crêem nela e em Sao Jorge...coisas que não existem na bíblia como amigo de Deus e sim Inimigos, pois sao aceitos ate na Macumba, sendo que na Macumba nao aceita Jesus e sim tudo que é de Belzebu...aguardo respostas com base bíblica e não a sua opinião. Coloque texto e contexto pra evitar Heresias.. ótimo dia santo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que confusão você está fazendo, Marcelo!..

      Primeiro, se você não se convenceu com o item 3 deste post, eu sinto, mas isso não quer dizer que não seja verdadeiro. O sentido é bíblico, teologicamente correto e já era aceito e praticado desde os tempos da Igreja primitiva. - O conceito de os santos da Terra estarem unidos aos santos do Céu vem desde antes de Jesus Cristo, e uma prova disso é que os escarnecedores, ao verem Jesus clamar na cruz, pensavam que Ele estivesse pedindo auxílio a Elias (tá na Bíblia, tá na Bíblia...).

      Vemos aí que já era costume pedir a intercessão dos santos falecidos, na eternidade, costume esse que evidentemente se fortaleceu após o Sacrifício de Cristo, que fez de todos os fiéis membros de um só Corpo.

      Quanto à sua pergunta, perdoe-me a honestidade, mas é de uma insensatez sem tamanho!

      Bem, eu e você não estamos na Bíblia, então, segundo o seu raciocínio, nós não existimos! Somos sonhos, fantasmas, ilusões ambulantes, porque somente o que é citado na Bíblia, literalmente, existe.

      Mas esse não é o caso de Nossa Senhora. - "Aparecida" é um título atribuído a Maria, que é uma só: a mãe de Jesus Cristo e portanto mãe da Igreja. É aquela que abrigou o próprio Deus em seu ventre por nove meses, a mesma que era cheia do Espírito Santo e que declarou que todas as gerações a proclamariam Bem-aventurada... Se você procurar bem sobre ela na sua Bíblia, tenho certeza que vai encontrar essas passagens também.

      [Continua...]

      Excluir
    2. E não só a Virgem Maria, mas a existência dos santos em geral também é citada na Bíblia, em diversas passagens. Selecionei algumas abaixo:

      "Chama agora; há alguém que te responda? E para qual dos santos te virarás?" (Jó 5,1)

      "E os céus louvarão as tuas maravilhas, ó SENHOR, a tua fidelidade também na congregação dos santos." (Sl 89,5)

      "Até que veio o ancião de dias, e fez justiça aos santos do Altíssimo; e chegou o tempo em que os santos possuíram o Reino." (Dn 7,22)

      "Deus é muito formidável na assembléia dos santos, e para ser reverenciado por todos os que o cercam." (Sl 89,7)

      "Todos os santos vos saúdam." (2Cor 13,13)

      "E abriram-se os sepulcros, e muitos corpos de santos que dormiam foram ressuscitados." (Mt 27,52)

      "Saudai a todos os santos em Cristo Jesus. Os irmãos que estão comigo vos saúdam." (Fl 4,21)

      "Mas agora vou a Jerusalém para ministrar aos santos." (Rm 15,25)

      "Paulo e Timóteo, servos de Jesus Cristo, a todos os santos em Cristo Jesus, que estão em Filipos, com os bispos e diáconos." (Fl 1,1)

      "Todos os santos vos saúdam, mas principalmente os que são da casa de César." (Fl 4,22)

      "Saudai a todos os vossos chefes e a todos os santos. Os da Itália vos saúdam." (Hb 13,24)

      "E ele, dando-lhe a mão, a levantou e, chamando os santos e as viúvas, apresentou-lha viva." (At 9,41)

      "Ora, quanto à coleta que se faz para os santos, fazei vós também o mesmo que ordenei às igrejas da Galácia." (1 Cor 16,1)

      Encerrando, antes que você argumente que essas citações se referem a pessoas vivendo aqui na Terra, que os santos que já morreram estão dormindo, e que falar dos santos no Céu é "idolatria" ou coisa parecida, eu lhe mostro o que a Bíblia diz exatamente sobre os santos que já morreram e estão no Céu com Deus:

      "E a fumaça do incenso subiu com as orações dos santos desde a mão do anjo até diante de Deus." (Ap 8,4)

      "Aqui está a paciência dos santos; aqui estão os que guardam os Mandamentos de Deus e a fé em Jesus." (Ap 14,12)

      Estas passagens se referem precisamente aos santos que estão já no Céu, vivendo na Presença de Deus Pai. Segundo a Bíblia Sagrada, portanto, santo é aquele que, fiel a Deus, cumpre a sua Vontade. No contexto do Novo Testamento, santos são os membros fiéis da Igreja de Cristo. Se tiver mais perguntas, provavelmente encontrará suas respostas no endereço abaixo:

      http://vozdaigreja.blogspot.com.br/2002/05/indice-de-respostas-questionamentos.html

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    3. Paz e bem Marcelo
      Só fazendo uma ressalva sobre o seu comentário referente à crença em São Jorge e sua devoção pela seita umbandista. Marcelo, veja, se você pretende conhecer a verdade, você deveria sobretudo ir além do que seu Pastô de esquina diz, deveria antes de tudo estudar fatos históricos para respaldar a sua análise para não cair na tentação da ignorância. Se você tivesse feito isto antes, descobriria que a devoção a São Jorge existe na Igreja muito antes da seita umbandista que na verdade é uma miscigenação de cultura africana com religião cristã, ou seja, não foi a Igreja Católica que aderiu ao umbanda mas este última que transformou uma devoção milenar da Igreja Católica e a distorceu. Note Marcelo que as igrejas protestantes fazem o mesmo, pegam a bíblia traduzida e canonizada pela Igreja Católica, distorcem e abrem uma seita em cada esquina enganando os pobres fiéis com um doutrina totalmente herética. Na verdade é você quem deve colocar os fatos no contexto e não o contrário, na verdade, ninguém é melhor no trabalho de tirar textos do contexto do que vocês protestantes.
      Deus o abençoe e o ilumine para encontrar o verdadeiro caminho.
      abs

      Excluir
    4. Há um detalhe que não comentei antes, "Em defesa...",

      Já li depoimentos dando conta de "pais de santo" que andam ostentando Bíblias em terreiros de macumba e até lendo passagens do Evangelho durante seus rituais. Em outras palavras, se os santos católicos teoricamente são "aceitos" na macumba, como disse o Marcelo Bento, a Bíblia também é.

      Claro que citar ou utilizar (mal) algum símbolo sagrado, evidentemente, não é a mesma coisa que aceitação daquele símbolo. É apenas uso indevido e nada mais. Chama-se sincretismo.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
  32. Olha irmãos esta tudo errado ! Vocês não percebem que o diabo se alegra em ver isso ? Irmão que buscam salvação em cristo brigando entre si ? A bíblia não fala de nenhuma igreja em lugar algum ! Irmãos não podemos chamar todos nossos irmãos evangélicos de safados , não podemos ! Sim existem PASTORES ,ADÚLTEROS, LADRÕES ,FORNICADORES,mais também existem PADRES ,ADÚLTEROS, LADRÕES FORNICADORES E ETC... Irmãos isso é fato ! A nossa bíblia diz :FALSOS PROFETAS HAVERÃO ! Picha irmãos não podemos julgar a ninguém ! Não é a minha denominação , não é a sua denominação que vai te salvar ! E sim JESUS CRISTO! Ele sim nos levará até o reino dos céus ! Volto a dizer esta tudo errado ! Irmão vamos nos amar mais , vamos buscar mais , vamos evangelizar mais sem discussões entre si! A paz do senhor a todos !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No debate sério e na busca da Verdade, Guilherme, de vez em quando ocorrem desentendimentos e palavras mais ríspidas. Se há o desejo sincero de aprender, isso não é necessariamente ruim. Certamente o diabo se alegra mais com as pessoas que acham tudo bom, aceitam o erro e não defendem o que é certo, só para ficar "de bem" com todos.

      Jesus não quis ficar "de bem" com os fariseus hipócritas nem com os vendilhões do Templo. Ele foi duro na defesa da Verdade, e é assim que o verdadeiro cristão deve ser.

      Nós, administradores deste blog, não estamos discutindo falhas humanas de pastores, pelo contrário. Estamos discutindo doutrina, Escritura, Teologia...

      Agora, quando você diz "a nossa Bíblia", eu fico em dúvida, porque você também diz que a sua não fala na Igreja!? - Deixo abaixo uma relação de passagens da Bíblia para você meditar, copiadas diretamente da Bíblia protestante:

      "Pois também eu te digo que tu és Pedra, e sobre esta Pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela..." Mateus 16:18

      "E, se não as escutar, dize-o à igreja; e, se também não escutar a igreja, considera-o como um gentio e publicano." Mateus 18:17

      "Pedro, pois, era guardado na prisão; mas a igreja fazia contínua oração por ele a Deus." Atos 12:5

      "Portai-vos de modo que não deis escândalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à Igreja de Deus." 1 Coríntios 10:32

      "Vós, maridos, amai vossas mulheres, como também Cristo amou a Igreja, e a si mesmo se entregou por ela," Efésios 5:25

      "Grande é este mistério; digo-o, porém, a respeito de Cristo e da Igreja." Efésios 5:32

      "E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como Cabeça da Igreja..." Efésios 1:22

      "Porque nunca ninguém odiou a sua própria carne; antes a alimenta e sustenta, como também o Senhor à Igreja..." Efésios 5:29

      "Porque já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a Igreja de Deus e a assolava." Gálatas 1:13

      "Porque o marido é a cabeça da mulher, como também Cristo é a Cabeça da Igreja, sendo Ele próprio o Salvador do Corpo." Efésios 5:23

      "Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a Igreja de Deus, que Ele resgatou com seu próprio Sangue." Atos 20:28

      "E ele é a Cabeça do Corpo, da Igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência." Colossenses 1:18

      "Saibas como convém andar na Casa de Deus, que é a Igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da Verdade. 1 Timóteo 3:15

      ...Esta é só uma pequena parte das citações que a Sagrada Escritura faz sobre a igreja, que é o Corpo de Cristo, a Noiva de Cristo, a coluna e a firmeza da Verdade...

      Veja bem que de nada adianta examinar as Escrituras se você não pertence ao Corpo de Nosso Senhor, a única Igreja que Ele nos deixou, para nos conduzir à salvação; a única Igreja que procede dos Apóstolos.

      Se você escolher qualquer bispo católico de hoje e iniciar uma contagem, retrocedendo, vendo quem o ordenou, e quem ordenou este, e depois este... vai no fim chegar nos Apóstolos e no próprio Cristo. Só na Igreja Católica isto é possível, porque as comunidades protestantes e/ou "evangélicas" são invenções de homens que simplesmente leram a Bíblia e acharam que tinham autoridade para fundar novas "igrejas"... - Lembre-se que até o próprio satanás usou a Escritura para tentar Nosso Senhor Jesus Cristo.

      Que você se converta e se torne um cristão de verdade, e não um seguidor da "religião do livro" que os falsos "pastores" pregam. São os meus votos e as intenções de minhas orações. E não tenha medo nem vergonha de discordar e debater, quando for preciso, para defender a Verdade.

      Abraço fraterno e a Paz de Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Parabéns, Henrique, suas respostas aos comentários são tão proveitosas quanto os posts!

      Bro Cezar

      Excluir
  33. A paz do senhor ! Irmão primeiramente queria ser respondido de forma educada , sem brigas ou ironias, sem falar que sou protestantes e essas besteiras que não deveria ocorrer ! Eu só quero esclarecer uma dúvida imensa que tenho ! Li todo o conteúdo explicando sobre Santos ! Mais vamos lá ! Próximo a minha casa tem uma igreja católica ! Eu vejo que lá tem estátuas dos santos , e muitas vezes em oração fiéis se curvam diantes dessas imagens! Eu li em êxodo 20:4 o seguinte : e não fará para ti nenhuma imagem esculpida ,nem do que há nos céus nem em baixo na terra , não te encurvara diante delas e não as serviras ! (Perdoem-me se escrevi errado) mais então ,diante desta palavra e correto seguir esta prática de ter imagens dos santos que estão nos céus e se encurvar diante das imagens ? Só lembrando ! Apenas quero tirar uma dúvida , não quero criticar , não quero brigar nem falar que sou certo errado ,apenas quero aprender ! Por favor sem críticas e sem falar coisas mas em relação aos evangélicos ,pastores e tal! A paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Paz! Não entendo sua preocupação, porque nenhum comentarista que se apresentou com respeito foi tratado de forma hostil. Vamos às suas dúvidas imensas, e desde já eu vou lhe dizer que também tenho algumas dúvidas imensas, que vou expor depois.

      Sua pergunta tem vários aspectos que precisam ser esclarecidos, então vamos ponto a ponto:

      Primeiro, a ordem divina para não produzir imagens se refere claramente à confecção de imagens de falsos deuses, isso é tão claro no contexto bíblico que as igrejas protestantes históricas, que são as mais antigas e normalmente são dirigidas por homens mais cultos, também usam imagens. Você pode ver diversos exemplos no endereço abaixo:

      http://caiafarsa.wordpress.com/imagens-em-templos-prostestantes/

      É muito simples compreender que a ordem de Deus para não fazer imagens não se aplica a toda e qualquer imagem: basta ver que um pouco depois, no mesmo Livro do Êxodo, Deus mesmo ordena, em detalhes, fazer a Arca da Aliança, o objeto sagrado por meio do qual Ele se manifestaria ao povo: e a Arca tinha, como você deve saber, duas grandes imagens de querubins.

      No Livro de Números, novamente Deus manda Moisés fazer uma imagem, de uma serpente de bronze, e por meio dessa imagem opera a cura no povo (Nm 21, 7-9).

      Mais do que isso, se você observar como era o interior do Templo construído segundo a Vontade de Deus pelo Rei Salomão, verá que era cheio de imagens, mais do que qualquer igreja católica de hoje. Havia imagens de anjos de diversos tipos, de bois, de leões, de palmas, de flores, etc, etc. Está tudo lá em I Reis 7,13-51.

      Então, fica mais do que provado que Deus não proíbe todo tipo de imagem, e sim um tipo específico de imagens. Tanto que o Mandamento se completa da seguinte maneira: "...Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso...". (Êx 20:5)

      A proibição é, claramente, às imagens de deuses pagãos, que eram servidos e adorados em lugar do Deus Vivo. Isso é o que realmente diz a Bíblia, diferente do que o seu "pastor" ensinou. As imagens católicas representam anjos e santos, servos de Deus, para a Glória do único Deus Vivo, e não deuses pagãos. Pronto, está esclarecido este primeiro ponto.

      Agora vamos ao segundo ponto: curvar-se diante de uma imagem ou símbolo sagrado seria, no seu entendimento, idolatria. Não é. Prostrar-se ou curvar-se diante de um símbolo sagrado, que remete à Glória de Deus, não é idolatria, e mais uma vez a própria Bíblia o comprova. - Não há espaço para citar todas as passagens aqui, mas você pode ler o post que já publicamos sobre este mesmo assunto neste link.

      Um cristão que se prostra diante da Cruz de Cristo, ou diante do Altar, ou diante de algum símbolo religioso como as imagens sacras, está se prostrando diante de Deus. S. Tomás de Aquino o esclareceu com perfeição: “O culto da religião não se dirige às imagens em si como realidades, mas as considera em seu aspecto próprio de imagens que nos conduzem ao Deus encarnado. Ora, o movimento que se dirige à imagem enquanto tal não termina nela, mas tende para a Realidade da qual é imagem: Deus.” (Suma Th. II-II, 81, 3, ad3. apud CIC §2132).

      Leia mais sobre imagens na Igreja nos links abaixo:

      As imagens na Igreja e a idolatria

      As imagens na Igreja e a Bíblia Sagrada

      Para outras possíveis dúvidas, leia também:

      Índice de respostas católicas a acusações protestantes e "evangélicas"

      Abraço fraterno e a Luz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    2. Concluindo, - quase esqueci, - as minhas dúvidas imensas são as seguintes:

      1. Por que os protestantes leem e citam sempre as mesmas partes da Bíblia, e ignoram todas as outras partes, aquelas que confirmam a primeira Igreja de Cristo, que é a Católica?

      2. Por que os protestantes se limitam à interpretação que os seus "pastores" fazem da Bíblia, e não procuram se aprofundar no sentido real das Escrituras?

      Basicamente eram estas. Rezo por sua vida

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    3. Como sempre, direto e esclarecedor na resposta. Só não vê quem não quer!!!

      A paz de Jesus

      Excluir
    4. A todos os cristãos, Graça e Paz!

      Posso atestar que todos os que foram respeitosos alcançaram também respeito e atenção por parte deste blog. Sem dúvida, um exemplo. Respondendo às duas questões:
      1 - Creiam que muitos citam sempre as mesmas partes porque acham que elas oferecem respostas suficientes. Não descarto também que falta conhecimento global da escritura. Nem todo evangélico estuda doutrina a fundo. Vejam bem, eu sou protestante, mas reconheço que nem tudo é mar de flores.
      2 - Quanto ao aprofundamento: bem, não posso falar por todos, mas numa igreja como a Presbiteriana, a doutrina é algo bastante sólido. Os pastores são bem preparados; devem ser formados em curso superior de teologia, que aliás a própria Igreja possui. E somos encorajados e ler e fazer estudos e questionamentos, como os nobres bereanos.

      Em resumo: pessoas com pouco conhecimento existem em todos os lugares. Mas nem todo protestante conhece pouco da escritura. Muitos procuram se aprofundar sim, e descobrem coisas maravilhosas sobre Deus. Procuro ser um destes!

      Bem, só pra não fugir do tópico...

      O problemas das imagens é a adoração a outros deuses. Como bem disse o blog, aliás. A serpente de bronze, por exemplo, foi destruída quando deixou de ser instrumento e começou a ser cultuada.
      Imagens simplesmente como lembranças não vejo como problemáticas. Apenas vejo que todo alvo das orações e adoração deve ser Deus.
      As imagens dos reformadores, como Calvino e Lutero, presentes em igrejas protestantes como veiculado neste blog, são assim. Nunca foram dirigidas orações ou petições a eles. São como ilustrações de um livro.

      Finalizando. O Brasil precisa de cristãos unidos nestes tempos de secularização. Vejam o exemplo do Silas Malafaia. Embora não o considere um exemplo em muitas coisas, creio que ele fez certo em defender, do jeito dele, a Igreja Católica quando ocorreu aquele terrível incidente durante a parada gay.

      Obrigado e espero contribuir por uma maior compreensão e união mútuas.

      Excluir
    5. Olá, Filipe, a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo seja sobre sua vida,

      Discordo veementemente de que as pessoas que vêm aqui citar sempre as mesmas passagens da Escritura, isoladas do seu contexto, o façam por acreditar que sejam "respostas suficientes".

      O problema não é a falta de "conhecimento global", e sim a dificuldade (e até mesmo a má vontade) em se procurar conhecer o contexto das Sagradas Escrituras como um todo.

      Essa questão das imagens é um exemplo perfeito: numa passagem Deus proíbe imagens; em outra passagem do mesmo Livro, um pouco mais adiante, Deus mesmo ordena que se façam imagens. Logo, eu não posso me ater a uma só passagem e ignorar a outra: é preciso buscar a compreensão do contexto, e para alcançar o discernimento mais perfeito, o ideal é conhecer o significado das palavras na língua original, sua origem e particularidades, a situação cultural e histórica em que o texto foi escrito, etc, etc. Isso é o mínimo que se espera de um teólogo ou de um bispo, por exemplo.

      Por tudo isso é que a sola scriptura, para a Igreja Católica, é uma das mais perniciosas heresias de todos os tempos. Como eu sempre digo, qualquer um pode se utilizar de passagens da Bíblia para "provar biblicamente" qualquer aberração teológica. Isto é um fato. O próprio Satanás usou da Escritura para tentar Nosso Senhor.

      Sei bem que a doutrina presbiteriana é sólida, assim como a luterana, a calvinista, a anglicana e outras. Mas quando se trata de cristianismo, antes da solidez ou mesmo da coerência da doutrina é preciso priorizar a Verdade, e somente ela. Eu quase fui monge budista, e posso dizer com toda a tranquilidade que aquela é uma das doutrinas espirituais mais sólidas que o ser humano foi capaz de desenvolver, - muitíssimo bem elaborada, coesa, lógica... - No entanto, será verdadeira? A Verdade é uma só, é o que é, e não se curva à inteligência ou mesmo à boa vontade humana.

      Em seu comentário, você apresenta, mais uma vez, um argumento protestante clássico: tudo bem se as imagens forem meramente decorativas, ilustrativas, desde que não se façam pedidos a elas. Ora, dessa maneira lemos nas entrelinhas que a Igreja Católica ensina a fazer pedidos para as imagens, como se elas fossem vivas, como se tivessem algum poder por si próprias!

      Mas eu e você (suponho) sabemos que essa é uma antiga e tremenda calúnia! Quando fazemos nossas orações diante de uma imagem, evidentemente não estamos falando com a imagem! Não somos tão apalermados a ponto de pensarmos que um boneco de gesso ou madeira esteja vivo, respirando, ouvindo o que dizemos! - Quando nos colocamos diante de uma imagem, o fazemos como alguém que, diante do retrato de uma pessoa amada, fala com ela em seu coração.

      Eu tenho uma fotografia de minha esposa em minha escrivaninha, ao lado da tela do computador. Sempre que ela me telefona, falo com ela olhando seu retrato, e tenho a sensação de estar frente a frente com a própria, falando com ela cara a cara. Mas eu sei bem que aquele pedaço de papel não é minha esposa, como é óbvio. Do mesmo modo se dá com as imagens sacras: se me prostro diante de uma delas, estou prostrado diante da Glória de Deus, e posso estar pedindo a intercessão da Virgem Maria ou de algum santo, mas consciente de que Quem atende minhas súplicas é sempre Deus Pai Filho e Espírito Santo. Esta é a doutrina católica.

      Se eu achar que aquela estátua é uma espécie de "deus", que eu adoro em lugar do Deus Vivo, aí, antes de tudo, estou precisando é de uma internação psiquiátrica urgente!

      Por fim, concordo que nos tempos atuais a união entre os cristãos é fundamental, imprescindível, e inclusive nessa intenção estou unindo meus apelos aos do Pe. Paulo Ricardo, cujo vídeo que conclama a esta união eu postei neste blog.

      Obrigado pelas participações sempre produtivas, achei que você tivesse "sumido"!..

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir
    6. Obrigado pela consideração!

      Estive meio que "de férias". Mas voltei!
      O que eu disse sobre as pessoas que citam sempre as mesmas coisas é, na verdade, minha opinião. Não sei o que se passa na cabeça do povo... Só posso imaginar que, dentro do conhecimento que essas pessoas tem, as respostas que elaboram devem ser suficientes para elas. Deus julgará isso.
      A questão da oração às imagens em si não é necessário nem comentar. Vc disse tudo e mais um pouco.
      Só uma ressalva: o Sola Scriptura não é uma autorização para que cada um interprete a bíblia de qualquer jeito. Na verdade, expressa que nenhuma revelação pode se sobrepor à autoridade da escritura, ou seja, a revelação é suficiente. É não ultrapassar o que está escrito, ou revelado, como Paulo fala em I Coríntios 4, 5-6.
      Na questão da interpretação, as igrejas tem suas doutrinas, mas historicamente ocorreram concílios como a confissão de Westminster. A Igreja protestante faz sim estudos profundos, inclusive nos idiomas originais. A bíblia de estudo de Genebra, por exemplo, traz um grande número desses estudos, contextualização e inclusive mapas dos locais históricos. Claro que falamos de igrejas protestantes, tradicionais, não as Universais ou Mundiais que encontramos por aí.
      Por fim, estou começando um blog cristão. Alguma dica? Seria de muita utilidade! Não pretendo atingir um grande público, mas estou desenvolvendo simpatia pela idéia.

      Obrigado pela oportunidade.

      Excluir
  34. Estou fascinada por este blog, tem me ajudado muito em minha fé sempre católica, mas ás vezes não tão firme de entendimento.Que Deus continue te iluminando. Abraço

    ResponderExcluir
  35. Creio que um dia nos uniremos e viveremos em intimidade com Ele, somente adorando a Ele(Jesus) que é o dígno de TODA a adoração. Eu pedi diretamente a Ele a cura de um câncer malígno já indo pro estágio terminal e estou aqui hoje curado, restaurado pra contar um dos milagres

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória à Deus Anônimo!!!
      Eu também, pedi a intercessão de Nossa Senhora das Graças e fiz a novena durante os 9 dias e fui atendido alcançando graça de ser nomeado em um cargo público no qual há 7 meses esperava angustiado mesmo depois de ter feito todos os exames e escolhido a vaga. Creio que a graça veio de Jesus e somente por ele mas Maria intercedeu por mim e disso eu tenho certeza. Hoje também sou outra pessoa, porque graças a Deus entendi que devo viver através do exemplo de Santa Rita de Cássia e São Pe. Pio de Pietrelcina que entregaram totalmente sua vida em favor da causa de Cristo e da sua Igreja Católica e Apostólica. Finalmente entendi através destes exemplos que todo o sacrifício se faz necessário pela evangelização e para nossa santidade, e peço à estes mesmos Santos todos os dias a intercessão para não desanimar na minha fé.
      Concordo com você, um dia (se merecermos) nos uniremos e viveremos em total intimidade com Deus e o melhor de tudo, será face à face se formos julgados dignos disso, pois o julgamento compete a Deus somente.
      Sim anônimo, Jesus é digno de toda adoração e nós católicos adoramos somente a ele, principalmente na Santa Missa quando celebramos e fazemos memória ao sacrifício redentor de Nosso Senhor Jesus que deu a vida para nos salvar.
      Abraço Fraterno

      Excluir
  36. Se eu não quiser ser católico, qual das 220.000 seitas protestantes devo escolher para seguir?

    A seita do aborto?
    Do divórcio?
    Do casamento entre pessoas do mesmo sexo?
    Do culto das princesas ?
    Da unção da Vassoura ?
    Da unção do zoológico ?
    Da troca de anjos ?
    Da transferência de unção ?
    Daquela que nega que Jesus Cristo é DEUS ?
    Daquela que tem Jesus operador de Tv por assinatura ?

    Qual devo escolher de modo que não seja chamado de herege? Pois fora da Igreja Católica todos acusam uns aos outros de hereges. E não há um só protestante que não tenha sido chamado de herege por outros protestantes.

    A quem devo escutar ?

    Ratiznger ou Terra Nova ?

    Madre Teresa ou Sonia Hernandez ?

    São Tomás de Aquino ou Malafaia da Bíblia de 900 pratas ?

    Santo Agostinho ou Santiago da toalha suada ?

    Padre Pio ou o lunático Terra Nova que patrocina a regressão ao útero materno ?

    São João Maria Vianney ou Soares, que diz que ajudar os pobres desvia recursos da Igreja (do bolso dele) ?

    Santa Teresinha de Lexieux ou Culto das princesas ?

    Santo Inácio ou Valadões e Lagoinhas ?

    A Igreja dos 2.000 anos ou a seita da esquina ?

    A Igreja dos concílios ou as seitas dos dízimos pagos em dinheiro e os quais nunca foram pagos por Jesus ou pelos apóstolos ?

    Escolher a Igreja que cumpre a profecia bíblica (Bem aventurança é Maria) ou aderir a uma das milhares de seitas que não cumprem a profecia bíblica?
    Para que seita herética devo ir ?

    Qual delas?

    Seria aquela que disse que o Papa João Paulo II era a besta do apocalipse?

    Ou seria aquela que disse que Jesus voltaria no ano de 2007?

    Qual destes ilustres pregadores é meu irmão em Cristo?

    Ou será que no protestantismo é válido que cada qual tenha uma opinião diferente para cada tema, como se Jesus tivesse mais de uma opinião para cada assunto?

    O que devo fazer?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A. Silva, Graça e Paz

      Como evangélico, entendo o que quer dizer. Principalmente no Brasil, onde temos uma diversidade tão grande de crenças. O protestantismo clássico não é tão diversificado. As denominações diferem em práticas menores. O que me chamou a atenção é o crescimento neste país de igrejas sem nenhum fundamento bíblico sólido. Isso é a falta do Sola Scriptura. São pessoas colocando visão pessoal e interesses que vão além do que a Bíblia ordena ou prescreve. Pessoas despreparadas assumindo cargos de liderança são outro problema ( embora eu creia na liderança do Espírito Santo, isso não exclui a necessidade de preparo). O que me chama a atenção é o sucesso que essas denominações fazem no Brasil. Parece que as pessoas preferem um evangelho fácil, onde só se fala de boas promessas, e se esquece de que o propósito do crente é amar e servir a Deus e não receber seus benefícios. A vida de Paulo mostra isso: ele perdeu tudo o que tinha por amor ao evangelho para "combater o bom combate". Isso é exemplo cristão.
      Parece que algumas pessoas hoje associam vitória espiritual com finanças, o que é um absurdo.

      Toda a Glória seja dada a Deus!

      Excluir
  37. Há alguns meses eu estava em um conflito pessoal. Eu sou Católico, toda minha família é Católica praticante inclusive minha mãe já coordenou o Grupo de Oração da RCC por quase 6 anos, e nos últimos anos foram vice-cordenaderes da Ceb. São Francisco Xavier pertece a paróquia Nossa Senhora Aparecida em Franca-SP. Meu problema começou quando me afastei do seio da Igreja para o mundo pecador, procurei nas pessoas e outras “seitas” o conforto que eu não tinha e não sabia que existia na Igreja Católica. Depois de passar quase um ano de sofrimento, de perdas, de lamentações eu voltei para Igreja, arrependido e tentando retomar minha vida dentro do Cristianismo com base em Cristo e na Igreja. Foi ai que nos últimos meses fui me distanciando mais ainda sem saber o que estava fazendo. Eu nasci Católico, fui batizado, comungado e crismado como todos os outros Católicos, mas sem entender o que representavam esses sacramentos, e foi ai, que coloquei minha fé em debate. Um dos muitos conflitos foi sobre a Imaculada Conceição e toda a Mariologia Católica. Fui procurar por respostas na visão protestante, fui acusado de idolatra, herege, chegaram a dizer q eu estava numa Igreja disfarçada de demônio, que eu deveria sair e procurar a salvação em Cristo, que era pra eu ler a Bíblia, pois ela é a verdade. Sim, eu quase estava iludibriado pelo Protestantismo herege, anti-biblico, quando finalmente pedi para Deus abrir meus olhos. Foi quando encontrei os vídeos do Padre Paulo Ricardo defendendo a doutrina e a fé Católica, procurou por mais respostas, sobre tudo: Batismo, Eucaristia, Mandamentos, Domingo, Maria, Santos, Jesus e por fim a Igreja Católica. E num dia terrível, quase explodindo de tanta angustia e principalmente pela falta de fé eis que eu tenho um sonho com a Virgem Maria, ela me mostrando o caminho até Jesus, meu Salvador. E depois de procurar minhas respostas na Bíblia, eis que eu encontrei a verdade. Eis que eu pela primeira vez em mais de dez anos comungando sem saber o que estava fazendo, hoje eu finalmente eu pude aceitar Jesus, adora-lo e agradecê-lo por tudo que ele me proporcionou. Sei reconhecer o verdadeiro valor da Eucaristia, na Santa Missa onde ocorre o verdadeiro e único sacrifício e milagre Eucarístico da Transubstanciação. E por tudo de bom que ele realizou em mim. Ele sanou a minha duvida e curou a minha fé. Hoje sou devoto de Nossa Senhora da Conceição que é inclusive a padroeira da minha cidade. Obrigado pelo duvidas explicadas aqui no seu blog, elas foram de grande ajuda e grande conclusão de tudo. Desculpe pelo texto enorme, eu senti a necessidade de fazer isso, pois eu fui restaurando, renovado, nenhuma duvida paira sobre mim, minha fé esta cada dia mais forte. Muito Obrigado Protestantes, por me fazer enxergar a verdadeira e única Igreja deixada por Cristo. Graças a vocês eu não cai em desgraça. “Não troco minha fé por outra fé”.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graças a Deus! Que nosso Senhor continue iluminando o seu caminho, e Maria Santíssima caminhe sempre ao seu lado, se agora você é efetivamente membro do Corpo de Cristo!

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir

Por favor, identifique-se com seu nome ou um apelido (nickname) ao deixar sua mensagem. Na caixa "Comentar como", logo abaixo da caixa de comentários, você pode usar a opção "Nome/URL". O campo "URL" não precisa ser preenchido.

** Seu comentário poderá ser publicado em forma de post, a critério dos autores do blog Fiel Católico.

*** Comentários que contenham ataques e/ou ofensas pessoais não serão publicados. Nossa proposta é basicamente a catequese e a apologética: apresentar a Sã Doutrina, defender a Fé. Debates são esperados e bem-vindos, desde que se discutam ideias e não pessoas. Demonstrar sim, combater sim, discordar sim, condenar erros sim. Julgar pessoas não.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.