Uma pessoa divorciada pode se casar novamente, na Igreja Católica?

falamos sobre este mesmo assunto neste blog (leia aqui), mas o Pe. Paulo Ricardo gravou um vídeo bastante esclarecedor sobre o tema. Por entendermos que se trata de um tema que é do interesse de muita gente, estamos compartilhando.



-

15 comentários:

  1. Com a chegada do Papa Francisco, a igreja mantem esta mesma posição relatada pelo Padre Paulo em relação ao casamento por pessoa que se separou e casou-se na igreja católica? Houve alguma abertura neste sentido?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns Papa Francisco fizeram um estátua em sua homenagem e já estavam IDOLATRANDO ATÉ A DIOCESE PRETENDIA INAUGURAR UM MUSEU COM OBJETOS ALUSIVOS AOS ANOS QUE FRANCISCO FOI SACERDOTE DA CIDADE, MAS A INAUGURAÇÃO FOI SUSPENSA. O SER HUMANO TEM UMA TENDÊNCIA NATURAL A IDOLATRAR, O PAPA PERCEBEU E NÃO GOSTOU! E SE FOSSE OUTRO PAPA?

      Excluir
    2. Anônimo, sua concepção de "idolatria" está completamente equivocada. Entenda que "ídolo", no contexto bíblico, é uma coisa, e o Papa ou uma pessoa santa é outra coisa completamente diferente.

      A palavra "Ídolo" vem do latim idolus, que deriva do grego eidolon, e significa, literalmente, uma imagem ou objeto inanimado ao qual se atribui vida própria e poder. No contexto do Antigo Testamento, é a imagem de um falso deus pagão. Veja como é totalmente impossível atribuir "idolatria" ao Papa, a não ser que algum maluco achasse que o Papa é um "deus". Posso lhe garantir que a Igreja Católica jamais ensinou ume heresia tão absurda. Nós não cremos que os Papa seja o nosso salvador, nem os criador do Universo e nem os juiz dos vivos e dos mortos.

      Por isso, o Papa, nosso irmão em Cristo e sucessor do Apóstolo Pedro, não pode receber culto de latria, isto é, de adoração, que é devida somente a Deus. O que existe (e deve existir) é amor, carinho, admiração e profundo respeito para com os nossos pastores terrenos, assim como era no tempo dos Apóstolos.

      Quanto a expor objetos pertencentes a um Papa ou a um santo, sugiro a leitura da Espístola aos Hebreus cap. 9, vs. 5 a 8: nessa passagem, o Apóstolo Paulo menciona o cajado de Arão, que era guardado no interior da Arca da Aliança para a veneração do povo de Deus. Esse trecho da Bíblia demonstra claramente que o antigo costume de se preservar relíquias nas igrejas (objetos dos santos, preservados em sua memória), nunca foram sinônimos de “idolatria”. Essa tradição também vêm desde os tempos de Moisés, e foi preservada pela Igreja desde o seu início.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Voz da Igreja

      Excluir
    3. Você acabou de dar uma interpretação sua, que não quer dizer que seja a verdade. Né? UM ABRAÇO, JESUS TE AMA!!

      Excluir
    4. Por favor, anônimo, esclareça que parte do que eu falei é "interpretação" minha.

      O significado da palavra ídolo, conforme eu expliquei, não é interpretação pessoal, é simplesmente isso mesmo: o significado da palavra, dentro do contexto hebraico-bíblico. É algo bem óbvio, mas, se você quiser, pode confirmar com qualquer teólogo ou historiador bíblico.

      Que nós, católicos, não idolatramos o Papa como se fosse um deus, também não é interpretação de ninguém, é a doutrina da Igreja. Se você não acredita, - porque o seu pensamento está condicionado pela doutrina particular dos "pastores evangélicos" que você observa, - basta ler os documentos da Igreja Católica, como o Catecismo, por exemplo. Está tudo lá, registrado, devidamente oficializado e bem explicado. Basta um mínimo de boa vontade.

      Que a veneração das relíquias de homens santos é praticada desde os tempos de Moisés, também não é interpretação de ninguém, é um fato inquestionável e que a Sagrada Escritura atesta, como eu demonstrei e provei.

      Então, mais uma vez pergunto: que parte do que eu falei foi "interpretação" minha???

      O que você afirmou primeiro, isso sim, é uma interpretação (por sinal bem absurda) do "pastor" que você segue. Como todo protestante/"evangélico", você imagina que observa a Bíblia, mas o que você observa é a interpretação que o seu "pastor" faz da Bíblia. E antes que você diga que o seu Pastor é Jesus, já informo que isso é um engano tremendo, pois o seu "pastor" é um homem que segue uma doutrina inventada (por um outro homem) mais de mil e quinhentos anos depois da instituição da Igreja Católica pelo Senhor Jesus Cristo.

      Por fim, quando você diz "Jesus te ama", eu lhe digo que, graças a Deus, quando eu realmente descobri o que é esse Amor Sagrado, meus olhos se abriram, eu deixei as seitas de falsos pastores para trás e voltei para a primeira e única Igreja de Jesus Cristo: a Igreja Católica Apostólica Romana.

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Voz da Igreja

      Excluir
    5. Henrique, eu aposto quanto quiserem que ele vai responder com algum subterfúgio, mudando de assunto, sem responder onde ele viu a interpretação pessoal no seu comentário, porque ele não está preocupado em argumentar, discutir com proveito, aprender alguma coisa.

      Esse rapaz ou moça é do tipo que diz "Jesus te ama" tomando o nome de Deus em vão, ele só quer tumultuar, provocar vãs disputas, nada mais. Ele se diz crente, mas sem saber, serve os interesses do nosso inimigo.

      Prof. Libio

      Excluir
    6. Ele já fez exatamente isso, Prof. Libio. Mas este blog só dá respostas àqueles que tem a sincera e honesta intenção de aprender ou compartilhar conhecimento. Quando percebo que o objetivo é somente tumultuar mesmo, como neste caso, as mensagens são instantaneamente deletadas.

      Apostolado Voz da Igreja

      Excluir
    7. Que Deus lhe dê muita paciência,Henrique.Não é fácil conversar com quem tem má vontade.Mas como já dizia Santo Inácio de Loyola:"Para aqueles que acreditam,nenhuma explicação é necessária.Para aqueles que não acreditam,nenhuma explicação é possível."











      Excluir
    8. O nome de Henrique Sebastião deveria ser "Jó" ou então Anjo Sebastião, porque pra aguentar tanta gente chata precisa ter paciência de Jó ou ser um Anjo.

      Excluir
  2. Uma pessoa divorciada no civil pode casar novamente com a mesma pessoa. O que a Igreja fala sobre isso? Pode continuar participando da eucaristia?

    ResponderExcluir
  3. Olá amado, eu era de uma igreja evangélica, mas depois de estudar a bíblia de forma teológica concluir que a melhor religião a ser seguida é a católica, antes eu não tinha a vontade que eu tenho de servir a Deus, eu me casei, e me separei mas não me divorcie, conheci um rapaz que também já foi casado só que ele se casou somente na igreja católica e eu só no cartório ele se separou porque não amava a mulher que estava com ele, pois a mesma o maltratava, nos conhecemos e começamos a namorar e hoje moramos juntos e temos 2 filhos juntos, ele já era conhecedor das regras católicas pois o mesmo é ex seminarista, eu frequentava a igreja evangélica mais não tinha amor, não sentia vocação, meu desejo verdadeiro era de conhecer o catolicismo depois de alguns anos juntos começamos a estudar a bíblia juntos procurar fontes que nos revelasse a verdade sobre a religião e hoje cada dia que passa sinto mais amor pela religião tenho uma vontade grande de servi a Jesus mas do jeito que estamos eu tenho vergonha quando vou orar essa lembrança de que não somos casados me perturba e me bloqueia a continuar orando e me vem uma arrependimento tão grande, (não de está com ele pois ele é uma pessoa maravilhosa) mas do jeito que as coisas aconteceram , eu não sei o que fazer, me diz o que devo fazer pra tirar de me essa culpa que me atormenta? desde já peço que quando orares lembra de me intercedi por me para que Deus possa me abençoar.

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de agradeçer pelas mensagens de fé, e sempre tão esclarecedoras...me fez muito bem! Obrigada. Deus abençõe.

    ResponderExcluir
  5. Alo..queria saber se posso m casar na igreja com a mesma pessoa é que nos casamos a muito tempo por isso queria saber se posso.

    ResponderExcluir
  6. Moro com meu marido há exatos 10 anos ele já foi casado na Igreja católica quando o conheci já estava separado,temos vontade de casar na Igreja catolica então gostaria de saber se é possível,e como devo proceder preciso de orientação,obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suas respostas estão no post abaixo, Maria:

      http://vozdaigreja.blogspot.com.br/2002/01/nulidade-matrimonial-quando-um.html

      Abraço fraterno e a Paz de Nosso Senhor Jesus Cristo

      Apostolado Fiel Católico

      Excluir

Por favor, identifique-se com seu nome ou um apelido (nickname) ao deixar sua mensagem. Na caixa "Comentar como", logo abaixo da caixa de comentários, você pode usar a opção "Nome/URL". O campo "URL" não precisa ser preenchido.

** Seu comentário poderá ser publicado em forma de post, a critério dos autores do blog Fiel Católico.

*** Comentários que contenham ataques e/ou ofensas pessoais não serão publicados. Nossa proposta é basicamente a catequese e a apologética: apresentar a Sã Doutrina, defender a Fé. Debates são esperados e bem-vindos, desde que se discutam ideias e não pessoas. Demonstrar sim, combater sim, discordar sim, condenar erros sim. Julgar pessoas não.

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.